Procurador europeu José Guerra diz que currículo “está milimetricamente correto” e recusa demitir-se

(cv) AR TV

O procurador europeu José Guerra garante que o seu currículo “está milimetricamente correto” e diz que não fazia sentido demitir-se por factos que não lhe eram imputáveis.

José Guerra foi nomeado pelo Governo português para procurador europeu depois de ter sido selecionado em primeiro lugar pelo Conselho Superior do Ministério Público — embora um júri de Bruxelas tenha entendido que Ana Carla Almeida era a candidata mais qualificada para desempenhar o cargo.

O Governo esteve debaixo de fogo, uma vez que forneceu dados errados numa nota ao Conselho da UE apensa ao currículo de José Guerra. No entanto, o Executivo argumenta que os “lapsos” não tiveram influência na decisão final.

Em entrevista ao jornal Público, José Guerra diz que não foi nomeado pelo Governo.

“O Governo português tinha a responsabilidade de indicar ao Conselho da UE três nomes, para isso pediu aos conselhos superiores da Magistratura e do Ministério Público que selecionassem três nomes cada. Fui um dos selecionados. Depois como decorre da lei portuguesa passamos o crivo da Assembleia da República, e fui avaliado pelo painel organizado pelo Conselho que me considerou apto para a função. A escolha do procurador europeu de cada um dos países não dependia do Governo de cada país. É uma decisão que foi tomada por 22 ministros da Justiça”, disse o procurador europeu.

José Guerra argumenta ainda que a polémica não fragilizou a sua posição como procurador europeu “de maneira nenhuma”, caso contrário “nunca tinha aceite o lugar”.

“Não faço a menor ideia do que levou o Governo português em insistir em mim, apenas sei o ouvi que a ministra dizer no Parlamento: que me escolheu a mim porque fui o primeiro candidato na seleção do Conselho Superior do Ministério Público”, explicou ao matutino.

“Apresentei-me a um concurso com um currículo que está milimetricamente correto. Foi esse currículo que serviu de base à seleção. Foi pedida uma carta de motivação que fiz. E foi o meu currículo que o Conselho apreciou. Toda a discussão é me completamente alheia. Fiz um concurso cumprindo rigorosamente as suas regras e fui o escolhido. Aquilo que levou o Governo português a indicar-me não é da minha conta. Nunca me foi dito porquê”, acrescentou.

José Guerra garante que tudo o que fez foi feito “de acordo com as regras e está imaculadamente documentado” e que ninguém o pode acusar de ter contribuído para esta situação.

“Como cidadão perguntar-me-ia: foi cometida alguma ilegalidade? Não. A ministra tinha ou não a possibilidade de escolher quem quisesse? Tinha. Tinha a faculdade de indicar aos colegas do Conselho qual era a sua preferência? Tinha. O painel europeu indica a sua preferência, o Estado-membro também pode indicar a sua preferência? Pode. O Conselho era livre de escolher? Era”, atirou, salientando que o que podia ter sido discutido “era se as regras do regulamento europeu fazem sentido”.

Questionado se alguma vez pensou demitir-se devido a esta polémica, José Guerra explica que ponderou “o que deveria fazer na sequência das notícias vindas a público”. No entanto, não achou que se devia demitir por causa de factos que não lhe eram “imputáveis” e para os quais “não tinha contribuído, nem direta nem indiretamente”.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Como é que um artista destes pode ser procurador ????
    Como é que a justiça pode funcionar com elementos como este artista a fingir que desempenham as funções de procurador ?

  2. Então o senhor e a comandita dele fizeram um esforço tão grande para aldrabar toda a gente e ficar com tacho e agora ia-se demitir?

  3. Ele tem toda razão.
    Não foi ele o corrupto, mas quem escolheu ou melhor excluiu.
    Esta sociedade pretende ser algo matura, mas a mesquinhez reina.
    Será influencia colonial?

  4. Então o homem ia agora demitir-se, isso de ética e moral já faz parte do passado! O governo socialista é que o escolheu contra todas as regras europeias, no entanto, prevalece a sua vontade e oportunismo, estamos no caminho certo!

  5. Eu tenho carro? Tenho. Sei conduzir? Sei. Tenho dinheiro para o gasóleo? Tenho. Então porque não posso conduzir? Porque não tens carta, idiota!

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …