L’Équipe faz capa sobre “O Dia dos Senhores”. Em francês e em português

O jornal desportivo francês L’Equipe publica este domingo uma edição especial sobre o Euro 2016, com o título de capa “O Dia dos Senhores”, e tem páginas escritas em português.

Nas páginas portuguesas, uma capa com o mesmo título e a fotografia de Cristiano Ronaldo a festejar, acompanhado por João Moutinho, André Fontes e Bruno Alves, e o texto “A Seleção de Cristiano Ronaldo pode criar grande sensação ao vencer a França, na final do seu Euro, em Saint Denis, e oferecer a Portugal o primeiro título da sua história”.

O diário convidou vários repórteres dos jornais desportivos portugueses para fazerem a edição especial, com textos intitulados “A Seleção que vence pelo país”, “Com Ronaldo em campo só há um favorito”, “Santos, uma vida exemplar” e “Não jogam nada mas jogam muito“.

Na capa francesa, uma fotografia de Paul Pogba e de Antoine Griezmann a festejar a passagem à final de hoje, com o título “Le Jour des Seigneurs” e a legenda “Os Bleus de Paul Pogba e Antoine Griezmann deverão derrubar o Portugal de Cristiano Ronaldo para oferecer à França o primeiro grande título desde o Euro2000”.

Ainda na primeira página, o editorial de capa considera que “foram precisos dez anos ao futebol francês para voltar ao de cima”, escrevendo que, graças ao “golpe de mestre” do selecionador Didier Deschamps, que deixou de fora Karim Benzema, “a equipa de França sobe em flecha atrás de Antoine Griezmann, o melhor marcador com seis realizações”, e admitindo sonhar que “Grizou dinamite a defesa portuguesa”.

O L’Equipe apresenta 34 páginas sobre a final desta noite, tendo entrevistado, por exemplo, Robert Pires, um antigo jogador da seleção francesa com origens portuguesas, que “evoca sentimentos contraditórios que sente durante os jogos França-Portugal, sendo o pai um fã inveterado da seleção”.

O desportivo faz o retrato de Raphaël Guerreiro, “nascido em França e formado no INF Clairefontaine”, que “escolheu representar Portugal” porque “a França deixou-o escapar verdadeiramente”, lembrando que “esta noite, quando pisar a relva do Stade de France, Raphaël Guerreiro regressa um pouco a casa”, já que “Saint-Denis fica a menos de dez quilómetros do Blanc-Mesnil, onde cresceu”.

“A França em uníssono”

O resto dos jornais mostra-se confiante na vitória de França contra Portugal, com manchetes como “Um país todo de azul”, “Queremo-la!” ou “A França em uníssono”.

Uma fotografia da seleção francesa a bater palmas com o público, à imagem do que fizera a seleção islandesa, ocupa frente e verso do Le Journal du Dimanche, com o título “Um país todo de azul”.

O diário titula, nas páginas interiores, “O último Graal de Ronaldo”, lembrando que “a maior estrela do futebol europeu nunca ganhou nada com a sua seleção”, e escreve sobre “a maldição portuguesa”, explicando que “a Seleção não vence a França há 41 anos”, mas sublinhando que “este é um Euro para quebrar maldições, como a França fez com a Alemanha”.

Destaque, ainda, para a reportagem do Le Journal du Dimanche sobre Anthony Lopes, Raphaël Guerreiro e Adrien Silva, que fizeram “a escolha do coração” ao jogar com a camisola portuguesa contra o país em que nasceram.

Na capa do Le Parisien, o título “Queremo-la”, em referência à Taça do Euro 2016, cuja imagem está no meio de Antoine Griezmann, à esquerda, e de Cristiano Ronaldo, à direita. O jornal da capital chama, ainda, à capa o português Durão Barroso com a frase “A nomeação que perturba” em referência à Goldman Sachs.

O diário escreve sobre “o duelo pela Bola de Ouro”, opondo “Ronaldo, o ícone absoluto”, e “Griezmann, a estrela em ascensão”, lembrando que os dois vestem a camisola número sete, e apresentando as estatísticas de cada um, com destaque para os 2,61 metros de altura alcançados por CR7 aquando do golo de cabeça contra o País de Gales.

O Le Parisien destaca, também, que “a escolha não foi fácil” para Raphaël Guerreiro, que Adrien Silva é “uma estrela em Portugal e desconhecido em França”, e publica, em português, uma “carta de Tony Carreira aos portugueses de França”, sob o título “Agora é a nossa hora”.

Na edição de fim de semana do Le Figaro, a manchete é também a final desta noite, com uma fotografia dos adeptos no estádio a celebrarem uma vitória cobertos de bandeiras, sob o título “A França em uníssono”.

A capa é acompanhada pelo texto: “Os Bleus voltaram a dar o sorriso a um país marcado pela crise económica e pelo terrorismo. Domingo poderão entrar na história durante a final do Euro contra Portugal graças a uma equipa levada nomeadamente por Antoine Griezmann.”

O jornal escreve, ainda, que “A França sustém a respiração” e lembra, numa frase de rodapé, que Portugal “é o país de origem dos avós maternos” de Antoine Griezmann, cujo avô era “um antigo profissional que evoluiu no Paços de Ferreira”.

Futebol365 / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Museu Neandertal responde a Joe Biden. "Eram mais espertos do que pensa"

O Museu Neandertal, na Alemanha, endereçou um convite ao Presidente norte-americano Joe Biden, depois de o governante ter considerado a decisão do governador do Texas de acabar com a obrigatoriedade de utilização de máscara um …

Olhos postos no Senegal. Violentos protestos contra a prisão do opositor do Governo

Os confrontos no Senegal, os piores dos últimos anos, foram desencadeados pela detenção do líder da oposição Ousmane Sonko. Os confrontos eclodiram em Dakar, na quinta-feira, depois de o principal líder da oposição, Ousmane Sonko, ter …

Grupo de cientistas questiona missão da OMS e pede investigação independente na China

Um grupo de cientistas está a pedir uma investigação independente sobre a origem do Sars-CoV-2, com acesso total aos registos da China. Um grupo de cientistas escreveu uma carta aberta, divulgada nos jornais Le Monde e …

Brasil a braços com uma tragédia anunciada. República Checa pede ajuda estrangeira

No Brasil, o número diário de mortes já ultrapassou o dos Estados Unidos. Alemanha, Suíça e Polónia estão a disponibilizar os seus hospitais para receber casos graves de covid-19 da República Checa. Em relação a número …

Iniciativa Liberal diz não a Moedas e avança com candidatura em Lisboa

Este sábado, a Iniciativa Liberal rejeitou integrar a megacolicação encabeçada por Carlos Moedas e anunciou um candidato próprio à Câmara de Lisboa.  Foi este sábado, na Praça do Município, que João Cotrim de Figueiredo, líder do …

Agente da PSP que chamou "aberração" a Ventura suspenso por 10 dias

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) confirmou a suspensão de dez dias a Manuel Morais, o agente que chamou "aberração" a André Ventura. O agente da PSP Manuel Morais vai iniciar, este sábado, …

1.007 novos casos e 26 mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou este sábado 26 mortes e 1.007 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico deste sábado, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de 1.007 …

Publicada lista de entidades abrangidas por alargamento da ADSE

A ADSE já publicou a lista de entidades abrangidas pelo alargamento do subsistema de saúde da função pública aos trabalhadores com contrato individual de trabalho. As entidades reguladoras e a maioria das empresas municipais foram …

O "caminho ainda é longo", mas Portugal já administrou um milhão de vacinas

Esta sexta-feira, Portugal ultrapassou o marco do primeiro milhão de vacinas administradas, mas o "caminho ainda é longo". Portugal ultrapassou, esta sexta-feira, um milhão de vacinas contra a covid-19 administradas, uma marca que o secretário de …

Cavaco fala em "democracia amordaçada" (e na "vergonha" dos números da pandemia)

Este sábado, numa participação na Academia de Formação Política das Mulheres Sociais-Democratas, Cavaco Silva deixou duras críticas ao Executivo de António Costa, sublinhando que a pandemia mostrou um "SNS fragilizado por decisões erradas do governo". O …