Ex-presidente do Banif foi arguido no processo Monte Branco

Barcex / Wikimedia

Jorge Tomé, último presidente do Banif, foi interrogado e constituído arguido em 2013 no processo Monte Branco, o mega processo de branqueamento de capitais que implicou também José Sócrates e Ricardo Salgado.

A Sábado revela que o gestor foi questionado sobre a privatização da REN e salienta que é possível que o assunto chegue à comissão parlamentar de inquérito ao caso Banif, que arranca a 22 de março.

O interrogatório de Jorge Tomé no Departamento Central de Investigação e Ação Penal e a sua condição de arguido aconteceram no início de 2013, mas de acordo com a revista o facto passou despercebido até agora. O Ministério Público extraiu posteriormente uma certidão do processo e prosseguiu uma investigação autónoma sobre o caso.

“Confirmo que fui ouvido nesse processo nessa altura”, afirmou à Sábado, admitindo que tinha sido constituído arguido. No entanto, não deu mais explicações. “Isso é um não caso“, acusa.

Em 2012, Jorge Tomé saiu da Caixa Geral de Depósitos (CGD) – onde presidia o banco de investimento Caixa BI – para liderar o Banif, no qual em 2013 o Estado injetou 1,1 mil milhões de euros, equivalentes a uma participação de 60,53%.

O Banif nunca reembolsou o Estado, tendo acumulado prejuízos de mais de mil milhões entre 2012 e 2013.

A revista ressalta ainda que, quando foi constituído arguido, Jorge Tomé era presidente do banco apoiado pelo Estado e também namorado de uma acionista privada: Teresa Roque, filha do fundador do banco, Horácio Roque, e dona da Rentipar, acionista do Banif que controlava o banco antes da entrada do Estado e agora em processo de insolvência.

No entanto, a investidora no Banif reforçou à Sábado que “nunca misturei assuntos pessoais e profissionais. A posição isenta do Dr. JT [sic] sempre foi reconhecida pelo mercado”.

Monte Branco

No que toca à sua atuação na privatização da REN, o Público explicava na altura que as suspeitas das autoridades tiveram origem em escutas envolvendo responsáveis da Caixa BI e do Banco Espírito Santo Investimento (BESI), que assessoraram partes contrárias nos processos de privatização da REN e da EDP.

O BESI foi o consultor dos grupos chineses Three Gorges (EDP) e State Grid (REN), enquanto a Caixa BI e a Perella apoiaram o Estado. Na Caixa BI, o interlocutor habitual de Ricciardi foi Jorge Tomé, então presidente do banco de investimento da CGD.

De acordo com o Público, a ação dos investigadores teve origem em escutas telefónicas a Ricciardi entre setembro de 2011 e fevereiro de 2012, envolvendo altos responsáveis da Caixa BI, que sugeriram a existência de um conhecimento prévio das propostas concorrentes às privatizações da EDP e da REN, o que poderia indiciar interação sobre preços.

As conversas acompanharam as privatizações e culminaram na venda de 21,35% da EDP à Three Gorges, em dezembro de 2011, e na entrega de 25% da REN à State Grid, em fevereiro de 2012.

Em julho de 2012, o Ministério Público (MP) fez buscas na Parpública, que esteve a representar o Estado nas privatizações, à Caixa BI e ao BESI por suspeita da prática de crimes de fraude fiscal qualificada, tráfico de influências, corrupção e abuso de informação privilegiada. Meio ano depois, Jorge Tomé era ouvido e constituído arguido no processo.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma vez pergunto: e passado tanto tempo e milhões ”desaparecidos” ainda não está NINGUÉM PRESO??? Vai começar outra comissão parlamentar de inquérito para quê??? Para chegar à conclusão daquilo que já todos sabem??? Para dar mais alguns €€€ aos que dela fazem parte??? NO final em que é que dá??? Em nada, pois para nada servem as comissões parlamentares de inquérito. Na minha opinião deveriam chamar-se comissões paralamentar de inquérito. POBRE PAÍS.

RESPONDER

Clérigo ultraconservador Ebrahim Raisi vence eleições presidenciais do Irão

O clérigo ultraconservador Ebrahim Raisi venceu as eleições presidenciais do Irão com mais de 62,2% dos votos, segundo resultados oficiais parciais hoje divulgados. Em 28,6 milhões de votos contados, Raïssi obteve "mais de 17.800.000" votos, declarou …

Organização cancela Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa (e critica a Direção-Geral da Saúde)

A Comissão Organizadora da Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa anunciou hoje o cancelamento da iniciativa e criticou a Direção-Geral da Saúde (DGS), que emitira parecer desfavorável. A marcha estava prevista para hoje. “Apesar das tentativas …

Dois eurodeputados portugueses não vão a Bruxelas há um ano. Nuno Melo diz que perde 300 euros todos os dias

Os eurodeputados Nuno Melo (CDS) Cláudia Monteiro de Aguiar (PSD) não voltaram a pôr os pés no Parlamento Europeu desde que foram decretados os trabalhos à distância por causa da pandemia de covid-19. Nuno Melo …

Missão difícil em Munique. 7 campeões europeus contra 5 campeões mundiais e a história

A seleção portuguesa de futebol pode garantir hoje o apuramento para os oitavos de final do Euro2020, mas terá de vencer a poderosa e favorita Alemanha, ainda à procura dos primeiros pontos no Grupo F. A …

Especialista britânico diz que terceira vaga está a caminho do Reino Unido

Uma terceira onda de infeções por covid-19 está a caminho do Reino Unido, onde os contágios diários ultrapassam de novo os 10.000 casos, afirmou o assessor do Governo no Comité Conjunto de Vacinação e Imunização …

Equipa portuguesa faz descoberta que pode travar a doença de Alzheimer

Uma equipa de investigadores portugueses identificou um novo mecanismo associado aos neurónios envelhecidos que pode abrir uma nova via terapêutica para travar a doença de Alzheimer. Hoje em dia, há cada vez mais pessoas a viver …

“Abuso de funções”. BE acusa Centeno de estar a "condicionar" as negociações do OE

As recomendações do governador do Banco de Portugal sobre as políticas que o país deve seguir, nomeadamente a estabilidade da legislação laboral, não caíram bem à esquerda. Em declarações ao ECO, o Bloco de Esquerda não …

Aberto inquérito-crime ao atropelamento mortal com carro de Cabrita. Não há câmaras no local do acidente

A GNR já está a investigar as circunstâncias do atropelamento mortal com um carro onde seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Mas o inquérito-crime não poderá contar com imagens das câmaras de video-vigilância …

Nuno Mendes e João Félix fora do jogo com a Alemanha

Os jogadores Nuno Mendes e João Félix vão ficar fora do jogo deste sábado frente à Alemanha devido a uma mialgia muscular. Ambos vão assistir ao encontro na bancada e devem recuperar a tempo de defrontar …

Antigo governador civil desmente Medina (que explicou sem explicar o envio de dados a embaixadas)

O último governador civil de Lisboa, o socialista António Galamba, desmente Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, no âmbito das conclusões da auditoria ao envio de dados de manifestantes para embaixadas estrangeiras. E há …