Ex-presidente do Banif foi arguido no processo Monte Branco

Barcex / Wikimedia

Jorge Tomé, último presidente do Banif, foi interrogado e constituído arguido em 2013 no processo Monte Branco, o mega processo de branqueamento de capitais que implicou também José Sócrates e Ricardo Salgado.

A Sábado revela que o gestor foi questionado sobre a privatização da REN e salienta que é possível que o assunto chegue à comissão parlamentar de inquérito ao caso Banif, que arranca a 22 de março.

O interrogatório de Jorge Tomé no Departamento Central de Investigação e Ação Penal e a sua condição de arguido aconteceram no início de 2013, mas de acordo com a revista o facto passou despercebido até agora. O Ministério Público extraiu posteriormente uma certidão do processo e prosseguiu uma investigação autónoma sobre o caso.

“Confirmo que fui ouvido nesse processo nessa altura”, afirmou à Sábado, admitindo que tinha sido constituído arguido. No entanto, não deu mais explicações. “Isso é um não caso“, acusa.

Em 2012, Jorge Tomé saiu da Caixa Geral de Depósitos (CGD) – onde presidia o banco de investimento Caixa BI – para liderar o Banif, no qual em 2013 o Estado injetou 1,1 mil milhões de euros, equivalentes a uma participação de 60,53%.

O Banif nunca reembolsou o Estado, tendo acumulado prejuízos de mais de mil milhões entre 2012 e 2013.

A revista ressalta ainda que, quando foi constituído arguido, Jorge Tomé era presidente do banco apoiado pelo Estado e também namorado de uma acionista privada: Teresa Roque, filha do fundador do banco, Horácio Roque, e dona da Rentipar, acionista do Banif que controlava o banco antes da entrada do Estado e agora em processo de insolvência.

No entanto, a investidora no Banif reforçou à Sábado que “nunca misturei assuntos pessoais e profissionais. A posição isenta do Dr. JT [sic] sempre foi reconhecida pelo mercado”.

Monte Branco

No que toca à sua atuação na privatização da REN, o Público explicava na altura que as suspeitas das autoridades tiveram origem em escutas envolvendo responsáveis da Caixa BI e do Banco Espírito Santo Investimento (BESI), que assessoraram partes contrárias nos processos de privatização da REN e da EDP.

O BESI foi o consultor dos grupos chineses Three Gorges (EDP) e State Grid (REN), enquanto a Caixa BI e a Perella apoiaram o Estado. Na Caixa BI, o interlocutor habitual de Ricciardi foi Jorge Tomé, então presidente do banco de investimento da CGD.

De acordo com o Público, a ação dos investigadores teve origem em escutas telefónicas a Ricciardi entre setembro de 2011 e fevereiro de 2012, envolvendo altos responsáveis da Caixa BI, que sugeriram a existência de um conhecimento prévio das propostas concorrentes às privatizações da EDP e da REN, o que poderia indiciar interação sobre preços.

As conversas acompanharam as privatizações e culminaram na venda de 21,35% da EDP à Three Gorges, em dezembro de 2011, e na entrega de 25% da REN à State Grid, em fevereiro de 2012.

Em julho de 2012, o Ministério Público (MP) fez buscas na Parpública, que esteve a representar o Estado nas privatizações, à Caixa BI e ao BESI por suspeita da prática de crimes de fraude fiscal qualificada, tráfico de influências, corrupção e abuso de informação privilegiada. Meio ano depois, Jorge Tomé era ouvido e constituído arguido no processo.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma vez pergunto: e passado tanto tempo e milhões ”desaparecidos” ainda não está NINGUÉM PRESO??? Vai começar outra comissão parlamentar de inquérito para quê??? Para chegar à conclusão daquilo que já todos sabem??? Para dar mais alguns €€€ aos que dela fazem parte??? NO final em que é que dá??? Em nada, pois para nada servem as comissões parlamentares de inquérito. Na minha opinião deveriam chamar-se comissões paralamentar de inquérito. POBRE PAÍS.

RESPONDER

Novo recorde: SNS24 recebeu mais de 23 mil chamadas só esta segunda-feira

O centro de contactos SNS24 bateu um novo recorde de atendimentos no dia 19 de outubro, com 23.373 chamadas atendidas, revelaram os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) ao Público. Os picos de chamadas …

Israel descobre túnel escavado desde a Faixa de Gaza

"O túnel, com várias dezenas de metros de comprimento, foi escavado em Khan Younès, no sul da Faixa de Gaza, e entra no território israelita", afirmou o porta-voz do exército, Jonathan Conricus, durante uma conferência …

Lei aprovada no Parlamento pretende facilitar prescrições de multas a partidos políticos

O projeto foi aprovado na generalidade no Parlamento, e está em discussão na especialidade. A Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP) teme os efeitos da nova legislação sobre as prescrições de multas a partidos …

Noiva de Khashoggi processa príncipe herdeiro saudita

Hatice Cengiz, noiva de Jamal Khashoggi, colocou um processo contra o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman e outros alegados mentores do assassínio. A noiva do jornalista Jamal Khashoggi, assassinado na Turquia em outubro de …

Papa Francisco defende pela primeira vez uniões de facto para casais homossexuais

O Papa Francisco defendeu a regulação do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, afirmando que os homossexuais têm direito a constituir família. "Homossexuais têm o direito de constituir família. São filhos de Deus", defendeu o …

“Uma desgraça completa”. Ex-ministro do PSD arrasa atuação do Ministério da Saúde no combate à pandemia

O antigo governante do PSD Fernando Leal da Costa acusou esta quarta-feira o Ministério da Saúde de “falta de liderança” na gestão da pandemia de covid-19, e falou até de “uma desgraça completa” do ponto …

Ministro defende que investimento nas Forças Armadas “é tão relevante” como na saúde

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, destacou o papel das Forças Armadas no combate à pandemia de covid-19 e defendeu que o investimento público nesta área “é tão relevante” quanto na saúde ou …

Giro. João "Rosa" Almeida segura liderança da geral

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) manteve esta quarta-feira a liderança da Volta a Itália em bicicleta, numa 17.ª etapa ganha pelo australiano Ben O'Connor (NTT). O'Connor, de 24 anos, cumpriu os 203 quilómetros entre Bassano del …

Investimento público atinge máximo de uma década em 2021

Dados do relatório do Orçamento do Estado mostram que o Governo conta terminar 2020 com um investimento público de 4.884 milhões de euros (75 milhões de euros a menos do que a previsão do Orçamento …

Audições urgentes pedidas pelo PS sobre StayAway Covid são por escrito ou em dezembro

O Parlamento aprovou, esta terça-feira, a audição de entidades e personalidades sobre a obrigatoriedade da aplicação Stayaway Covid, proposta pelo PS, "com caráter de urgência", por escrito ou em dezembro, após o debate do Orçamento …