Rafa dispensado, Trincão dispensado – e João Félix sempre fora dos convocados

1

Hugo Delgado / Lusa

Jovem do Atlético de Madrid continua longe da selecção nacional, apesar dos problemas que afastaram os seus compatriotas.

O assunto foi comentado aqui mesmo, no ZAP, por um leitor (ou leitora) do nosso jornal: João Félix continua fora da selecção nacional.

Para atacar os duelos com Qatar e Luxemburgo, Fernando Santos convocou os indiscutíveis Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva e Diogo Jota, além dos “menos indiscutíveis” André Silva, Gonçalo Guedes, Rafa.

Entretanto, Rafa lesionou-se. A Federação Portuguesa de Futebol anunciou na terça-feira que o avançado do Benfica e Domingos Duarte estavam lesionados. Os avançados Trincão e Rafael Leão (além do defesa José Fonte) foram chamados.

No dia seguinte, também Trincão deixou o estágio da selecção portuguesa. O avançado do Wolverhampton nem treinou porque apresentou um teste positivo à COVID-19. Raphaël Guerreiro, lesionado, foi igualmente dispensado e, por isso, Nélson Semedo foi convocado.

Mas Fernando Santos e a sua equipa técnica decidiram não chamar ninguém para o lugar de Trincão.

Assim, falta o quarto elemento dos “quatro mosqueteiros” ou dos “quatro vagabundos”, no bom sentido, do ataque da selecção nacional: Cristiano está, Bernardo está, Bruno Fernandes está, mas falta João Félix.

A questão não foi colocada por qualquer jornalista na conferência de imprensa da semana passada – Fernando Santos já disse várias vezes que não fala sobre futebolistas que não estão na lista de convocados.

João Félix não começou bem esta temporada. Nem sequer jogava em Madrid, primeiro por causa de uma lesão, e depois devido a um castigo, numa expulsão inédita na sua carreira.

Mas, ao longo do mês passado, foi aparecendo nos jogos do Atlético de Madrid e contra o AC Milan, na Liga dos Campeões, foi mesmo considerado uma “peça-chave”.

Diante do Barcelona (jogo realizado depois da convocatória da selecção), o próprio clube admitiu que o internacional português realizou um grande jogo:

O desaparecimento de João Félix das escolhas de Fernando Santos já foi evidente na fase final do Europeu 2020. O jogador foi convocado mas jogou… 35 minutos. No último jogo, na derrota com a Bélgica. Não participou em mais partidas do torneio e não voltou a ser convocado desde então.

Decisão da equipa técnica ou decisão do próprio João Félix?

Mesmo ficando em Madrid, está feliz:

  Nuno Teixeira, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE