Jerónimo considera “precipitado” discutir Orçamento de 2022 e “deitar borda fora” o atual

José Sena Goulão / Lusa

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou hoje “no mínimo precipitado” antecipar a posição do partido sobre o próximo Orçamento do Estado e “deitar borda fora” a concretização do atual.

À margem de uma visita a um museu em Vila Franca de Xira, iniciativa inserida no 12.º Congresso da Juventude Comunista Portuguesa (JCP), Jerónimo de Sousa foi questionado sobre a convicção do Presidente da República de que o Orçamento para 2022 “possa passar com uma base de apoio similar” à do de 2021, então aprovado com votos a favor do PS e com a abstenção do PCP, PEV e PAN.

“O senhor Presidente da República sempre teve uma grande capacidade analítica, não acertando sempre, é uma análise como outra qualquer”, considerou o líder comunista.

Jerónimo de Sousa salientou que, para o PCP, existe “uma questão central”.

“Nós não estamos a discutir o futuro Orçamento para 2022, nós ainda estamos na fase da necessária concretização do que foi aprovado em 2021, não podemos queimar etapas, é necessário que o Governo assuma a responsabilidade de várias medidas ainda por concretizar”, defendeu.

Para o líder comunista, “será precipitado, no mínimo, e ficará no plano analítico tentar discutir um orçamento que não existe e deitar borda fora muitas das questões económicas e sociais que foram aprovadas, muitas delas por proposta do PCP”.

“Concretize-se aquilo que foi aprovado, venha então de lá a proposta de futuro orçamento e, perante o pano, logo talharemos a obra”, reforçou.

O secretário-geral comunista precisou que o posicionamento do partido em relação à futura proposta orçamental terá em conta “a concretização da que está em vigor”.

Nunca gosto muito de fazer palpites, era apressado um julgamento sobre uma coisa que ainda não existe. Como se pode pedir ao PCP, ao BE, ao PS, ao PSD ou ao CDS um posicionamento em torno de uma proposta que ainda não existe, que não se conhece?”, questionou.

Jerónimo de Sousa salientou que o PCP “não diz que sim porque sim, ou não porque não”, e recusou que as palavras de Marcelo Rebelo de Sousa signifiquem uma pressão adicional para os comunistas.

“Ninguém pense que vamos silenciar muitas das propostas e que estas sejam atiradas borda fora (…) Senão, a própria discussão e votação favorável de algumas medidas deixará de ter valor. É para agora que se exige uma clarificação pela parte do Governo do PS”, insistiu.

Questionado se a proximidade de calendário entre as autárquicas e o debate orçamental pode dificultar ou facilitar essa negociação, o líder do PCP considerou que “são duas questões autónomas”.

“Aquilo que faz falta são medidas de alcance social que não resolvem tudo, mas podem beneficiar centenas de milhares de portugueses. A não ser assim, é evidente que cá estaremos para denunciar o posicionamento e recuo do PS”, alertou.

Na visita à exposição “Representações do Povo”, patente no Museu do Neorrealismo em Vila Franca de Xira, Jerónimo de Sousa deixou um apelo para que os portugueses voltem às visitas a estes espaços de cultura.

“Hoje têm carências importantíssimas, desde vigilantes, aos conservadores, aos restauradores”, afirmou, alertando que “há risco de haver conhecimento que se perde para sempre”.

Respeitando as medidas de segurança impostas pela pandemia de covid-19, Jerónimo de Sousa defendeu “ser tempo de revitalizar” as visitas dos portugueses aos museus.

Na exposição patente Vila Franca de Xira, o líder do PCP destacou as referências ao assassinato de dois trabalhadores rurais, conhecidos por Caravela e Casquinha, em 1979 na Herdade Vale do Nobre, em Montemor-o-Novo, em defesa da reforma agrária.

“Vale a pena investir nos museus, dar-lhes dinâmica, precisamos da memória toda que ali está concentrada, da nossa história, no fundo”, apelou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Escritora Manuela Gonzaga é candidata do PAN à Câmara de Lisboa

A escritora, historiadora e ex-jornalista Manuela Gonzaga é a candidata do PAN à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, nas próximas eleições autárquicas, anunciou na segunda-feira o partido, remetendo para quarta-feira a apresentação da candidatura. "Com …

Costa Andrade acusa PGR de querer agir "à revelia" da Constituição e da lei

O ex-presidente do Tribunal Constitucional acusou, esta segunda-feira, a Procuradora-Geral da República (PGR) de pretender intervir no processo criminal, classificando esta atuação como "própria de um processo inquisitório" e "à revelia da Constituição e da …

Secretário-geral do PSD prevê "grande resultado" nacional nas autárquicas

O secretário-geral e coordenador autárquico do PSD disse antecipar que o partido terá "um grande resultado no país" e manifestou-se convicto da vitória em Portalegre, com a candidata Fermelinda Carvalho. No jantar de encerramento do primeiro …

"Um absurdo". Em 2424 vagas, só 2 professores com menos de 30 anos devem entrar nos quadros

O envelhecimento da carreira docente volta a fazer parte das reclamações da Federação Nacional de Professores (Fenprof), com o secretário-geral da entidade, Mário Nogueira, a revelar que, no próximo concurso de acesso aos quadros da …

Pfizer investiga pessoas vacinadas que contraíram a doença e estuda impacto da dose de reforço

A farmacêutica Pfizer vai realizar um estudo sobre um grupo de pessoas que depois de vacinadas contra o covid-19 contraíram a doença para determinar se é necessária uma dose de reforço. O anúncio sobre a investigação …

Vídeo da TAP a contratar em Espanha gera revolta. Companhia já abriu inquérito disciplinar

Numa altura em que o cenário do despedimento colectivo na TAP está na agenda política nacional, há um vídeo que revela o director de Recursos Humanos da companhia numa acção de recrutamento de trabalhadores em …

Defesa alega que Salgado tem “lapsos de memória” e “desgaste físico e emocional”

Os advogados apresentam um apanhado do que chamam do perfil psicológico do arguido, bem como as condições físicas em que atualmente se encontra. A contestação conta com 191 páginas. Tendo em conta o escrutínio público a …

"Errar é humano". Rui Moreira defende Medina das críticas (mas garante que no Porto não aconteceria algo semelhante)

Depois de Fernando Medina se ver envolvido no casos dos dados dos ativistas russos, Rui Moreira vem defender o seu homólogo dizendo que este não deverá abandonar a autarquia lisboeta. Em entrevista à TVI24, o Presidente …

"Cena de Kafka ou de Orwell". Bielorrússia exibe Protasevich em conferência de imprensa

As autoridades bielorrussas exibiram, esta segunda-feira, o jornalista Roman Protasevich, numa conferência de imprensa descrita pela oposição como uma "cena kafkiana" e realizada sob "coação". Esta segunda-feira, Roman Protasevich esteve presente numa conferência de imprensa do …

Pipa conhece interesse do Sporting e não descarta transferência

Gonzalo Ávila Gordon, mais conhecido por Pipa, tem sido observado pelo Sporting CP como opção para concorrer pelo lugar de Pedro Porro. "Vi as notícias, sei que o Sporting é o campeão português e um grande …