Jerónimo de Sousa foi operado e já acordou da anestesia

José Sena Goulão / Lusa

A cirurgia de urgência de Jerónimo de Sousa à carótida interna esquerda “decorreu com êxito” e o secretário-geral do PCP “já despertou da anestesia”, estando agora em vigilância pós-operatória, informou hoje o partido.

Numa nota, o PCP refere que “o ato cirúrgico decorreu com êxito, tendo sido concretizados os objetivos cirúrgicos” desta intervenção.

Jerónimo de Sousa “já despertou da anestesia e iniciou o processo de vigilância clínica pós-operatória, como previsto para cirurgias desta natureza”, prossegue o comunicado.

O dirigente comunista foi hoje submetido a uma cirurgia de urgência, que vai obrigar o secretário-geral do PCP a estar afastado da campanha para as eleições legislativas durante dez dias.

De acordo com o partido, necessidade de realizar esta operação de urgência surgiu na sequência de exames médicos de rotina que Jerónimo de Sousa fez.

Enquanto estiver a recuperar da intervenção cirúrgica, os membros da Comissão Política do Comité Central do PCP João Ferreira e João Oliveira assumem as iniciativas eleitorais do secretário-geral, nomeadamente os restantes debates e o arranque da campanha.

A escolha de João Oliveira – líder parlamentar e cabeça de lista pelo distrito de Évora – e de João Ferreira – ex-eurodeputado, ex-candidato à Presidência, vereador lisboeta e décimo da lista da CDU no distrito de Lisboa – para assumirem o leme comunista na campanha eleitoral é uma tentativa da direção do partido de afastar qualquer especulação sobre a sucessão de Jerónimo de Sousa.

Jerónimo de Sousa, de 74 anos, é o segundo secretário-geral do PCP a fazer uma operação cirúrgica, depois de Álvaro Cunhal ter sido operado a um aneurisma, ainda na antiga União Soviética, em 1989.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.