Jeff Bezos lança fundo para ajudar famílias carenciadas (e recebe chuva de críticas)

(dr) European CEO

Jeff Bezos, CEO da Amazon

Jeff Bezos, um dos homens mais ricos do mundo, anunciou a criação de um fundo de dois mil milhões de dólares para ajudar as famílias mais carenciadas – e foi duramente criticado.

Jeff Bezos, o CEO da Amazon, anunciou a sua intenção de doar cerca de dois mil milhões de dólares para financiar “organizações sem fins lucrativos com o objetivo de ajudar famílias carenciadas e criar uma rede de pré-escolas novas e sem fins lucrativos em comunidades com baixos rendimentos”.

Bezos fez o anuncio no seu Twitter, o qual termina com uma declaração muito humana: “enche-me de gratidão e otimismo fazer parte de uma espécie tão empenhada no auto-aperfeiçoamento”.

Embora dois mil milhões de dólares pareça muito dinheiro, este montante representa apenas pouco mais de 1% do património líquido de Bezos. Ainda assim, a discrepância entre a fortuna do empresário e o fundo milionário não foi o único detalhe a chamar a atenção.

Uma reportagem publicada em junho no The Guardian relata casos de funcionários que se magoaram em serviço e acabaram sem casa e sem condições de regressar ao emprego. Em todos os casos, os funcionários trabalhavam nos armazéns Amazon, e eram famosos pela sua eficiência e rapidez.

Os funcionários dos armazéns da Amazon são conhecidos por terem péssimas condições de trabalho e salários miseráveis. Enquanto que a riqueza dos investidores aumenta e a capitalização de mercado da empresa também, o que torna o negócio tão eficiente é o facto de depender da automação e da mão-de-obra de baixo custo.

Este panorama lança o caos perante a atitude filantrópica de Bezos: há um problema de pobreza que o empresário quer contornar investindo o seu dinheiro em organizações, em vez de se concentrar em resolver as lacunas sistémicas da sua própria empresa.

Os bilionários da tecnologia parecem estar surdos e Jeff Bezos é exemplo disso. No fundo, o CEO da Amazon está a doar dinheiro para resolver um problema que a sua própria empresa perpetua, sintetiza a Fast Company.

Apesar de ter revelado a sua visão filantrópica, aquele que é um dos homens mais ricos do mundo deveria ter voltado as atenções para o seu círculo de funcionários. “Há algo de levemente irónico” nos planos de Bezos, desabafou o escritor James Bloodworth, autor de uma investigação sobre as condições de trabalho nos centros de distribuição da Amazon.

“Jeff Bezos pode promover-se como um grande filantropo, mas isso não o absolve de responsabilidade se os funcionários da Amazon continuarem a ter medo de fazer intervalos para ir à casa-de-banho ou de faltar quando estão doentes por temerem ser alvo de ação disciplinar no trabalho”, denunciou.

As redes sociais inundaram-se de críticas relativamente à suposta hipocrisia de Bezos, com muitos a citar os esforços da Amazon em reduzir o montante de impostos pagos pela empresa nos Estados Unidos e no exterior.

Ainda assim, Jeff Bezos não tentou sequer disfarçar o seu esforço filantrópico do modelo de negócios da sua empresa: “Vamos usar no fundo o mesmo conjunto de princípios que movem a Amazon”, escreveu num comunicado. “O mais importante será a obsessão genuína e intensa pelo consumidor. A criança carenciada será o consumidor.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este marmelo deveria ter vergonha desta sua acção “filantrópica”, tendo em conta os miseráveis salários do seus trabalhadores e as péssimas condições de trabalho que possuem! Quer aliviar a sua consciência (penso que desconhece o que isso é) e ficar de bem com o Mundo? É pá, compra um iate com 100 metros, ou um jacto ao Musk…

RESPONDER

"Lupin". Livros originais regressam aos mais vendidos com série na Netflix

Novo fenómeno da Netflix, a série francesa Lupin estreou a bater recordes no ecrã… e não só. Com o sucesso da adaptação moderna da história clássica do ladrão Arsène Lupin, os livros originais voltaram aos …

Escavações revelam canibalismo azteca durante invasão espanhola

Centenas de invasores espanhóis capturados na localidade azteca de Tecoaque em 1520 terão sido sacrificados e devorados pelos indígenas, motivando um posterior massacre ordenado pelo "conquistador" Hernan Cortés. Um estudo publicado pelo Instituto Nacional de Antropologia …

A carrinha NV350 da Nissan inaugura uma nova forma de teletrabalho

O teletrabalho pode tornar-se menos aborrecido graças à Nissan. A fabricante japonesa apresentou a sua carrinha NV350 através do YouTube, na semana passada. A empresa destacou a principal caraterística deste veículo: pode ser formatado para …

Hospitais estão no limite. Modelos computacionais podem ajudar a manter as portas abertas

Modelos computacionais podem ser aplicados para ajudar a fazer uma melhor gestão das camas disponíveis para o internamento de doentes infetados com o novo coronavírus. A covid-19 está a causar pressão nos serviços de saúde em …

Guardas diabólicas. Mulheres comuns pertenceram à SS (e torturaram outras em campo de concentração)

Prosseguir, torturar e matar judeus não foi uma ação impulsionada apenas por homens. Na altura da Segunda Guerra Mundial foram muitas as mulheres que se juntaram à SS para fiscalizar e realizar tarefas nos campos …

Sp. Braga 2-1 Benfica | Braga bate Benfica no jogo aéreo e volta à final da Taça da Liga

O Sporting de Braga venceu esta quarta-feira o Benfica por 2-1, com dois golos de cabeça, e vai defender o título na Taça da Liga em futebol na final de sábado, frente ao Sporting, em …

EUA. Com medo da covid-19, homem esconde-se em aeroporto durante três meses

Com receio de ir para casa devido à covid-19, um homem de 36 anos ficou durante três meses no Aeroporto Internacional O'Hare, em Chicago, nos Estados Unidos (EUA), sem ser descoberto. De acordo com um artigo …

Congeladores em vez de assentos. Empresa remodela avião para transportar vacinas contra a covid-19

O transporte de vacinas contra a covid-19 acabou de se tornar mais fácil graças a uma empresa aeronáutica italiana que remodelou uma avião para o efeito. A empresa italiana Tecnam normalmente fabrica peças de aeronaves para fabricantes, além …

Netanyahu tem a seringa com que foi vacinado contra a covid-19 exposta no seu escritório

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, guardou a seringa com que foi vacinado contra a covid-19. O objeto está agora exposto no seu escritório no interior de uma caixa de vidro com uma base em …

Presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusado de 11 crimes

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande foi acusado de 11 crimes na sequência dos incêndios de junho de 2017, sete de homicídio por negligência e quatro de ofensa à integridade física por negligência. Numa informação …