Japoneses vão ficar a trabalhar em casa durante os Jogos Olímpicos

Centenas de milhares de funcionários em Tóquio vão trabalhar em casa durante duas semanas como parte de um teste de medidas destinadas a reduzir o congestionamento durante os Jogos Olímpicos do próximo ano.

Com mais de oito milhões de pessoas a viajar diariamente para Tóquio, o fluxo de visitantes para os Jogos em 2020 deve pressionar o sistema de comboios e metro da capital japonesa.

Numa tentativa de compensar a chegada de milhares de fãs de desporto, mais de 50 mil trabalhadores da Fujitsu, 34 mil da NEC e 1.600 do escritório da Toyota em Tóquio vão se juntar a 600 mil funcionários de três mil outras empresas que trabalharão em casa entre 22 de julho e 6 de setembro.

A campanha, apelidada de “Telework Days”, está a ser promovida pelo governo e pelo comité organizador olímpico, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

A fabricante de equipamentos de escritório Ricoh planeia fechar a sua sede em Tóquio durante duas semanas nos Jogos Olímpicos e vai criar locais de trabalho via satélite para os seus dois mil funcionários que precisam de encontrar clientes ou realizar reuniões importantes. A Ricoh participará no teste a partir deste mês.

A principal cervejaria Asahi Breweries anunciou em junho que mudará os turnos de 30% dos seus motoristas de entregas para os horários de ponta durante os Jogos, além de transferir algumas importações de vinho e outros produtos para períodos menos movimentados.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 serão realizadas de 24 de julho a 9 de agosto, seguidas pelas Jogos Paraolímpicos de 25 de agosto a 6 de setembro. Espera-se que 650 mil espetadores estejam em Tóquio nos dias mais movimentados dos Jogos.

Os metros de Tóquio são conhecidos por imagens de guardas com luvas brancas que empurram passageiros para dentro das carruagens durante as horas de ponta nas 121 linhas mais movimentadas que atendem a grande área metropolitana, onde moram mais de 35 milhões de pessoas.

Vinte milhões de viagens de metro são feitas diariamente na metrópole. Os operadores do metro planeiam estender as horas de operação durante o Jogos Olímpicos. A maioria das linhas geralmente fecha logo após a meia-noite.

Outra grande preocupação com os Jogos Olímpicos é o calor escaldante e a humidade sufocante, exacerbados depois de uma onda de calor matou dezenas de pessoas no Japão no verão passado. Os horários de início das maratonas foram antecipados para as 6 da manhã e os 50 quilómetros para as 5h30 da manhã. No entanto, as preocupações com a segurança dos atletas persistem.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …