/

“Jack, o Estripador” chinês apanhado ao fim de 28 anos

(dr) Gansudaily / SCMP

-

A polícia chinesa capturou, na província de Gansu, o alegado assassino em série conhecido por “Jack, o Estripador” da China, que é acusado de ter violado e assassinado 11 mulheres.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Gao Chengyong, de 52 anos, foi detido na sexta-feira, quando se encontrava num supermercado na cidade de Baiyin – onde ocorreram nove dos assassinatos.

A detenção surgiu depois de uma análise de ADN de um tio de Gao, em prisão domiciliária por crimes menores, ter encontrado correspondência com o ADN recolhido nos locais dos crimes – indicando que o assassino pertencia à sua família.

De acordo com o ministério de Segurança Pública da China, o suspeito confessou os crimes, que foram cometidos entre 1988 e 2002. Segundo a polícia chinesa, citada pelo SCMP, Gao tinha como alvo raparigas novas, que vestiam roupa vermelha na altura em que foram mortas, e que seguia até casa, onde as violava e assassinava.

O assassino terá mutilado várias mulheres – entre as quais uma menina de oito anos – cortando partes do corpo e retirando os órgãos genitais de algumas delas, segundo um jornal local.

As notícias sobre os assassinatos causaram uma onda de pânico em Baiyin, levando a que muitas mulheres deixassem de sair de casa sozinhas.

Devido ao método de atuação do criminoso, a imprensa chinesa apelidou o assassino em série de “Jack, o Estripador” chinês, numa referência ao famoso assassino em série que aterrorizou Londres, no final do século XIX – e que nunca chegou a ser descoberto.

  BZR, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.