Itália ultrapassa os 20 mil mortos. Número diário de óbitos volta a subir

Andrea Fasani / EPA

Itália atingiu, esta segunda-feira, as 20.465 mortes associadas ao novo coronavírus, ao ter contabilizado 566 óbitos nas últimas 24 horas, um número superior aos 431 registados no domingo.

O número diário de óbitos divulgado no domingo (431) pela Proteção Civil italiana tinha sido o mais baixo registo em três semanas. Esta segunda-feira, o número diário de óbitos voltou a subir (566).

Neste momento, os casos de infeção positivos e ativos são 103.616, mais 1363 novos casos face a domingo, o número mais baixo quando comparado com os dias anteriores e que vem confirmar uma tendência de desaceleração nos novos contágios, de acordo com os dados fornecidos pelo chefe da Proteção Civil italiana, Angelo Borrelli.

Entre os casos ativos, mais de 72 mil pessoas estão isoladas nas respetivas casas com sintomas ligeiros (representam 70% do total), outras 28.023 estão hospitalizadas e 3260 encontram-se em unidades de cuidados intensivos.

Em termos globais, desde o diagnóstico do primeiro caso de covid-19 de contaminação interna no país, em fevereiro, Itália contabiliza um total de 159.516 infetados. A Proteção Civil italiana informou hoje ainda que 35.435 pessoas estão dadas como curadas.

Estado de Nova Iorque ultrapassa 10 mil mortes

O Estado de Nova Iorque atingiu os 10.056 óbitos, com mais 671 registados nas últimas 24 horas, indicou o governador Andrew Cuomo.

Nova Iorque continua, de longe, a ser o estado mais afetado nos Estados Unidos, apesar de Cuomo ter realçado que se confirma uma desaceleração da pandemia na região, salientando que, pela primeira vez numa semana, o número de óbitos diário baixou para níveis inferiores a 700.

“O vírus é muito bom naquilo que faz. É um assassino. As pessoas continuam a morrer com um nível horrível de dor e tristeza”, disse o governador num briefing, acrescentando, porém, que acredita que “o pior já passou”, apesar de os hospitais do Estado estarem a receber cerca de dois mil novos pacientes diários.

“O pior passou, se continuarmos a ser inteligentes e a seguir as medidas de confinamento. Se fizermos qualquer coisa estúpida, amanhã veremos os números a subir”, sublinhou.

Segundo o mais recente relatório divulgado hoje pela Universidade John Hopkins, os Estados Unidos registaram mais 1514 mortos nas últimas 24 horas, elevando para 22.020 o número total de óbitos.

Trata-se do segundo dia consecutivo de descida do número de vítimas mortais, depois de a mesma universidade ter registado, na contagem que divulga diariamente, 1920 mortes no sábado e 2108 na sexta-feira.

Os Estados Unidos são o país mais atingido pela pandemia da covid-19, com mais de 555 mil casos confirmados, acrescentou a instituição do ensino superior de Baltimore, no estado de Maryland.

Reino Unido com 11.329 mortos

O número de mortes no Reino Unido aumentou para 11.329, com mais 717 óbitos nas últimas 24 horas, indicou o ministério da saúde britânico. O número total de casos de contágio é agora de 88.621, mais 4342 do que no dia anterior, acrescentou.

No domingo, tinha sido registado 737 mortes e 5288 novos casos de pessoas infetadas.

A atualização dos dados foi feita um dia após a saída do primeiro-ministro, Boris Johnson, do hospital St. Thomas, em Londres, onde esteve internado durante uma semana devido a um agravamento dos sintomas, tendo sido necessária a administração de oxigénio.

Esta segunda-feira, o porta-voz de Johnson, James Slack, confirmou que o chefe do Executivo vai continuar a convalescença na residência de campo de Chequers Court, a 70 quilómetros de Londres, e que o ministro dos Negócios Estrangeiros, Dominic Raab, continua a substitui-lo na chefia do Executivo.

O Governo terá de tomar uma decisão até quinta-feira sobre o eventual prolongamento do regime de confinamento do país, o qual vários ministros e assessores médicos e científicos deixaram entender nos últimos dias que deverá acontecer.

Entretanto, o ministro das Finanças, Rishi Sunak, anunciou um reforço de 16 mil milhões de libras (16 mil milhões de euros) no financiamento dos serviços públicos para enfrentarem a pandemia.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 114 mil mortos e infetou mais de 1,8 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Dos casos de infeção, quase 400 mil são considerados curados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-Benfica Garay acusa Valência de "campanha difamatória"

Ezequiel Garay acusou o Valência de levar a cabo uma "campanha difamatória" contra si. "Dói ver estas coisas quando estão a prejudicar os que amas", disse o argentino. O ex-jogador do SL Benfica Ezequiel Garay cumpre …

O maior salto em cinco anos. Dívida pública atingiu recorde em abril

A dívida pública aumentou para 262,1 mil milhões de euros em abril, o valor mais alto desde 1995, segundo os dados divulgados pelo Banco de Portugal. A dívida pública aumentou para o valor recorde de 262,1 …

Diabéticos e hipertensos. PSD quer debater alteração que retirou estes doentes de regime excecional

O PSD pediu a apreciação parlamentar do decreto-lei que retirou doentes hipertensos e diabéticos do regime excecional de proteção relativo à covid-19. A apreciação parlamentar permite que a Assembleia da República debata, altere e, no limite, …

Norte sem contágios por covid-19. Grande Lisboa regista 96,5% dos novos casos

Portugal regista hoje 1.424 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 32.700 infectados, mais 200, segundo o boletim da Direcção-Geral de Saúde (DGS). 193 dos novos casos são na área …

Aviões deixam de ter lotação reduzida a partir desta segunda-feira

Os aviões deixam, a partir desta segunda-feira, de ter a lotação de passageiros reduzida a dois terços, mas o uso de máscara comunitária é obrigatório. O Governo alinhou, assim, as regras nacionais pelas regras europeias no …

Marcelo pede que não se passe do "8 para o 80" e alerta para imagem do país

O Presidente da República reiterou hoje o apelo à população para que não se passe “do 8 para o 80” nas medidas de prevenção da covid-19, alertando para os riscos da imagem do país “cá …

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …

Madeirense contesta quarentena obrigatória em Tribunal (e há uma sentença que lhe dá razão)

Uma cidadã madeirense que chegou no domingo à Madeira e recusa cumprir quarentena num hotel entregou um pedido de ‘habeas corpus’ no Juízo de Instrução Criminal do Tribunal do Funchal. A acompanhar o pedido está …