“Lava que se farta”. Isabel dos Santos quer 5 mil euros por dia pelo tweet de Ana Gomes

Tiago Petinga / Lusa

Isabel dos Santos avançou com uma ação cível contra Ana Gomes por causa de uma publicação no Twitter, na qual a antiga eurodeputada acusa a empresária de “lavar que se farta” e o Banco de Portugal de fechar os olhos.

De acordo com o jornal Eco, que avança a a notícia nesta sexta-feira, a empresária angolana ficou ofendida com as publicações exige a Ana Gomes 5.000 euros por dia caso a antiga eurodeputada não elimine os tweets que fez na sua conta pessoal.

Em declarações ao diário de economia, a antiga deputada socialista do Parlamento Europeu diz não tencionar apagar as publicações em causa. “Pede que retire os tweets e 5.000 euros por cada dia em que os tweets continuem online”.

De maneira nenhuma considero apagar esses tweets. Obviamente que cumprirei o que o tribunal decidir, mas estou muito mobilizada para lá ir a apresentar as provas do que escrevi“, acrescenta Ana Gomes, que já foi notificada da queixa e terá de comparecer no tribunal no próximo dia 17 de dezembro.

O comentário de Ana Gomes, que remonta a outubro, surgiu na sequência entrevista concedida pela empresária angolana à agência Lusa, na qual Isabel dos Santos, a propósito das suspeitas sobre a origem do seu dinheiro, diz que há uma narrativa contra si e que se tem endividado, para poder investir.

“Tenho muitas dívidas, tenho muito financiamento por pagar, as taxas de juros são elevadas, nem sempre é fácil também ter essa sustentabilidade do negócio, para conseguir enfrentar toda a parte financeira dos negócios”, justificou a empresária.

Na sua conta do Twitter, Ana Gomes respondeu que “Isabel dos Santos endivida-se muito porque, ao liquidar as dívidas, “lava” que se farta”. O Banco de Portugal é também visado no comentário da antiga eurodeputada, por “não querer ver” as violações que os bancos fazem às regras de prevenção de branqueamento de capitais.

Num outro comentário, Ana Gomes especifica o Eurobic como o canal através do qual Isabel dos Santos fará circular o dinheiro para dar-lhe uma aparência de legalidade.

O banco também visado nas acusações de Ana Gomes anunciou que ia também avançar com um procedimento judicial, algo que ainda não terá feito, segundo declarações de Ana Gomes ao mesmo jornal. “Pelo menos ainda não fui notificada desse processo”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Ana Gomes já estará a tremer de medo? Ah Ah Ah
    Nem que á lavadora se junte a maquina BdP… Ana Gomes nao se deixará intimidar, e pracisavamos era que os machoes cá do burgo tivessem “tintins” como ela!
    Vivam os delatores ! Gente honesta e honrada nao os temem!

  2. isto é que é delação que deve ser premiada com muito respeito por esta Sra. não a que querem facilitar à bandidagem que depois de se lambuzarem com o fruto dos crimes são perdoados por denunciarem outros em que a prova principal é a sua denuncia.

  3. Isto não é chantagem? Igual ao pirata informático, bem esse coitado é pobre, o seu pai não é o presidente de Angola, … Ela o que quer é arranjar mais um modo de vida, que vá trabalhar, mas trabalhar duro não é passear.

RESPONDER

Ana Gomes espera "verdadeiro Portugal Leaks" com Rui Pinto a colaborar com a justiça

A antiga eurodeputada Ana Gomes considerou que “é um verdadeiro Portugal Leaks” que se pode esperar a partir de agora, depois de Rui Pinto aceitar colaborar com a justiça portuguesa. O criador do Football Leaks e …

Exames nacionais adiados. Terceiro período arranca a 14 de abril (mas à distância)

Esta quinta-feira, António Costa falou ao país para anunciar que o 3.º período irá recomeçar no dia 14 de abril, mas sem aulas presenciais. Os exames nacionais do ensino secundário foram adiados para julho e …

TAP. Estado equaciona reformas antecipadas sem penalizações

O Jornal Económico escreve esta quinta-feira que o Estado pondera avançar com reformas antecipadas sem penalizações na TAP, visando assim diminuir o impacto da pandemia de covid-19 na companhia aérea portuguesa. Apesar de a empresa ter …

Santa Maria ganha 40 camas para os cuidados intensivos

A maior unidade hospitalar do país reforçou capacidade dos Cuidados Intensivos para os doentes infetados, passando das atuais 80 camas para cerca de 120. O Hospital Santa Maria, em Lisboa, vai quadruplicar a sua capacidade …

"Isto é criminoso". Estivadores dizem que há risco de portos pararem

"Da forma como estamos a trabalhar nos portos, corremos o risco de todo o contingente ficar parado, porque não há nenhum cuidado em termos de criar equipas rotativas", garantiu o líder sindical. O presidente do Sindicato …

Demitiu-se o diretor do serviço de cirurgia e transplantação do Curry Cabral

Américo Martins demitiu-se esta quarta-feira por ter visto impedida a proposta de reorganização com circuitos independentes no hospital. O diretor do Serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Hospital Curry Cabral, Américo Martins, demitiu-se esta quarta-feira …

Bancos impedidos de cobrar comissões por operações digitais. Acesso a jogos online limitados

Os bancos vão ficar impedidos de cobrar comissões por operações de pagamento através de plataformas digitais dos prestadores de serviços, segundo uma proposta do PEV com alterações do PS aprovada no Parlamento. O projeto de lei …

Pessoas assintomáticas devem usar máscara, diz Centro Europeu de Controlo de Doenças

Num relatório divulgado na quarta-feira, o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) referiu que as máscaras podem reduzir a propagação do novo coronavírus de pessoas assintomáticas, recomendando a sua utilização. De acordo com o Público, …

Portugal ultrapassa as 400 vítimas mortais. Cordão sanitário em Castro Daire equacionado

Portugal regista esta quinta-feira 409 mortos associados à covid-19, mais 29 do que na quarta-feira, e 13.956 infetados (mais 815), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um aumento de 6% …

"Em segundo plano". OM alerta para falta de resposta para doentes prioritários não covid-19

A Ordem dos Médicos (OM) alertou esta quinta-feira para a falta de resposta aos doentes prioritários não covid-19, que diz estarem a ser relegados para segundo plano, em áreas que “não podem esperar” como a …