A queda da “princesa de África”. Isabel dos Santos já não é multimilionária

Manuel Araújo / Lusa

Isabel dos Santos

A “princesa de África” está mais pobre, mas ainda assim não atravessa propriamente dificuldades. A conclusão é da revista Forbes que retirou o nome de Isabel dos Santos da lista dos multimilionários mundiais.

Há cerca de oito anos, Isabel dos Santos era “a mulher mais rica de África”, segundo a Forbes, com uma fortuna estimada em 3,5 mil milhões de dólares.

Actualmente, o seu “império é uma sombra do que foi”, conclui a mesma revista de negócios que aborda as investigações judiciais de que a empresária angolana é alvo depois de terem estalado os “Luanda Leaks”.

Isabel dos Santos é acusada de corrupção, havendo suspeitas de fraude e de lavagem de dinheiro sobre vários negócios em que as suas empresas estiveram envolvidas.

No âmbito desses processos, tem contas bancárias e bens congelados em três países diferentes (Angola, Portugal e Holanda) e enfrenta ainda um processo judicial no Reino Unido que lhe reclama milhares de milhões de dólares em dívidas por pagar.

Este processo britânico envolve a Unitel, a operadora de telecomunicações angolana onde Isabel dos Santos detinha 25 do capital. Em tribunal analisam-se as alegações de que a Unitel International Holdings BV, companhia da angolana com sede na Holanda, falhou vários pagamentos devidos à Unitel britânica em 2012.

A Unitel britânica pede uma indemnização de 430 milhões de dólares, o que é um pouco mais do que o valor estimado dos bens (os conhecidos) que Isabel dos Santos pode movimentar nesta altura.

A Forbes nota que a empresária tem “uma casa numa ilha privada do Dubai, outra residência em Londres e um iate de 35 milhões de dólares“, o que faz com que não seja propriamente pobre.

Além disso, “tem, provavelmente, contas bancárias e bens que a Forbes e autoridades legais ainda têm que rastrear”, conclui a publicação.

Os bens congelados em Angola valem cerca de 300 milhões de dólares, enquanto os congelados pelas justiças portuguesa e holandesa estão avaliados em cerca de 1,3 mil milhões de dólares.

Com a lentidão das justiças portuguesa e angolana, ninguém sabe quando os bens serão descongelados ou se o serão. Podem até não voltar às mãos da empresária e ser entregues ao Estado angolano.

Jeff Bezos é o mais rico do mundo

Assim, a Forbes considera que é improvável que ela volte a recuperar o património e, portanto, retira Isabel dos Santos da lista dos multimilionários que é liderada por Jeff Bezos, com fortuna estimada em 113 mil milhões de dólares.

Bill Gates, com 98 mil milhões de dólares, é o segundo mais rico.

O terceiro lugar da lista é ocupado pelo francês Bernard Arnault e pela família, com um património estimado em 76 mil milhões de dólares. Arnault é o presidente e CEO da LVMH que inclui marcas como a Louis Vuitton e a Sephora.

Isabel dos Santos vive entre Londres e o Dubai

Isabel dos Santos valia, em Janeiro de 2020, 2,2 mil milhões de dólares, de acordo com os cálculos da Forbes.

A revista nota que, actualmente, a “princesa de África” divide o seu tempo entre o Dubai, onde o marido, Sindika Dokolo, morreu num acidente de mergulho em Outubro passado, e Londres.

Para trás ficam os negócios milionários que fez em países como Portugal e que a ajudaram a ganhar “credibilidade”, como destaca ainda a Forbes, vincando que as empresas portuguesas onde investiu “fecharam os olhos às questionáveis fontes dos seus fundos de investimento”.

A publicação cita as acusações que Ana Gomes foi fazendo à empresária ao longo dos últimos anos, nomeadamente por ter dito que a angolana “lava que se farta”.

O império de Isabel dos Santos começou a cair depois de João Lourenço ter chegado à presidência de Angola. O sucessor de José Eduardo dos Santos, o pai da empresária, encetou uma batalha contra a corrupção no país que é considerado um dos mais corruptos do mundo.

 

Susana Valente, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Marte pode ser demasiado pequeno para ser habitável

Marte pode ser demasiado pequeno para ser habitável. Uma equipa de investigadores sugere que a sua dimensão reduzida não lhe permite reter muita água. Um novo estudo sugere que o pequeno tamanho de Marte pode ser …

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …