Isabel dos Santos deve 570 milhões de euros aos bancos portugueses. CGD e BCP lideram empréstimos à angolana

Eneias Rodrigues / Lusa

A empresária Isabel dos Santos tem uma dívida de mais de 500 milhões de euros a bancos portugueses, no âmbito de créditos que solicitou para investir em vários negócios em Portugal, nomeadamente na Efacec, no BPI e na Zon. A Caixa Geral de Depósitos (CGD) e o Banco Comercial Português (BCP) lideram os empréstimos concedidos à angolana.

A Banca portuguesa concedeu, entre 2009 e 2015, empréstimos de 420 milhões de euros a Isabel dos Santos para a compra de acções do BPI, da Zon e da Efacec, conforme dados apurados pelo Correio da Manhã (CM).

O BCP e a CGD surgem à cabeça, detendo a maioria dos empréstimos concedidos à empresária, respectivamente com mais de 172 milhões de euros e cerca de 148 milhões de euros.

O Novo Banco e o Montepio Geral terão também concedido empréstimos de 40 milhões de euros e de 34 milhões de euros, respectivamente, a Isabel dos Santos para a compra da Efacec numa altura em que esta empresa estava em falência técnica. A empresária já terá pago 66,5 milhões de euros destes créditos.

No total, as empresas da filha do ex-presidente de Angola já terão pago 306 milhões de euros à Banca, segundo o CM.

Mas o Expresso adianta que Isabel dos Santos ainda deve 570 milhões de euros a bancos portugueses. Esta quantia avultada terá levado o Banco de Portugal (BdP) a solicitar aos bancos e aos auditores uma avaliação de todos os financiamentos concedidos à empresária, nomeadamente para aferir se estão todos “cobertos por imparidades”.

O semanário nota que há três bancos que “concentram a maior parte da dívida” e realça que o BdP solicitou uma actualização dos números a todas as entidades financeiras envolvidas.

O objectivo é aferir o grau de exposição da banca portuguesa às dívidas de Isabel dos Santos, numa altura em que ela está a ser investigada pela justiça angolana, no âmbito dos “Luanda Leaks”, e quando tem as suas contas bancárias, em Portugal e em Angola, arrestadas.

Um dos bancos com a situação mais delicada é o EuroBic, onde Isabel dos Santos tem uma participação maioritária e que está em processo de venda ao Abanca de Espanha. Neste caso, o BdP apelou ao Conselho Fiscal do EuroBic para analisar os empréstimos concedidos a empresas da Angola, para aferir do “grau de adequação dos procedimentos seguidos pelo banco nas operações em causa”, como aponta o Expresso.

No EuroBic também está a decorrer “uma monitorização especial da evolução dos depósitos” de contas de Isabel dos Santos e de pessoas que lhe são próximas, nomeadamente do marido Sindika Dokolo, para apurar eventuais transferências suspeitas.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Tiro o chapeu a esta Senhora, consegue ludibriar todos estes cavalheiros… e agora Portugueses levam com mais esta carga.
    minha sujestao e melhor e entrar em conversacoes com Cabo Verde, para alugar o Tarrafla e fazer uma colonia de ferias para esta gente toda que anda a por Portugal de Cocoras.

  2. mais uma conta para pagarmos se nos armarmos em mais papistas que o papa!

    é o costume e como o pessoal é manso a coisa prossegue sem fim à vista.

  3. Pais de gente reles e ordinaria, estes Socialistas-marxista, OFERECEM mas poupanças dos portugueses ao desbarato!
    Abram os olhos, isto é um ninho de Ratos, isto dos Socialismos.
    Bem tinha razao o Doutor Oliveira Salazar de não querer nestes Gatunos no Pais.

  4. O mais engraçado é…. O Novo Banco que está Falido! Empresta 40 Milhoes á Isabel. A isabel desaparece do mapa e provavelmente não vai pagar, o Governo volta a injetar dinheiro no Novo Banco e o Tuguês paga !!! No meio disto tudo temos sorte, porque se o Berardo estivesse ao barulho estávamos todos falidos….

  5. O Tarrafal tem de funcionar, dada a quantidade de corruptos e ladrões do povo.
    Um cidadão normal se pede 20.000€ ao Banco não emprestam e a um Português, mas a uma Angolana/Russa emprestam milhões sem saber que paga o empréstimo e assim é mais uma para o povo pagar!
    Não votem mais em socialistas que cada vez nos levam para o abismo.
    Deixem o futebol e as telenovelas, casa dos segredos e outros programas que só servem para distrair o povo… para não verem o que roubam a todo o minuto…
    ACORDEM POVO PORTUGUÊS E DEIXEM DE POLITICAS, PENSEM NO HOMEM QUE PODE FAZER POR PORTUGAL, SE NADA FOR FEITO PORTUGAL CAI NO ABISMO…
    EU SOU SOCIALISTA MAS NÃO SOU BURRO, POR ISSO NÃO OLHAREI EM POLITICAS MAS SIM NO HOMEM, EU VOTAREI NO CHEGA EM ANDRÉ VENTURA…POR UM PORTUGAL MELHOR E MAIS DIGNO, E PARA SAIRMOS DA MERDA QUE ESTÁ A CHEGAR UMA GRANDE CAGANEIRA SE NADA FOR FEITO.
    VIVA PORTUGAL PEDE-SE URGÊNCIA QUE PORTUGAL SEJA PORTUGAL DIGNO. EU VOTO ANDRÉ VENTURA.

  6. Estaremos sempre à mercê destes ratos, que nos vão roendo os ossos até ao tutano. Tuso com a complacência destes socialistas da treta, que nos têm desgovernado a olhos vistos. O que faz o BDP(Banco de Portugal)? Nada, assobia para o lado.
    Este país à beira mar plantado e muito mal frequentado, tem sido um paraíso para tantos ladrões de colarinho branco. Vai sendo hora de os portugueses se unirem e porem toda esta gente na rua. Puta que os pariu!

  7. Qual “deve” qual carapuça ?????….quando lhe foram ofertos de mão beijada !… deva eu um único €, e vão logo ver como recebo montanhas de avisos e ameaças de arresto de bens !

RESPONDER

Siza Vieira admite aulas por canais "estilo youtube" ou TV por cabo

O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os alunos têm acesso aos conteúdos educativos no terceiro período, adiantou o ministro da Economia. O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os …

Retificação ao diploma do lay-off simplificado trava despedimentos

Uma retificação ao diploma inicial do ‘lay-off’ simplificado, hoje publicada, vem acautelar que nenhum trabalhador de empresas que recorra a este apoio pode ser alvo de despedimento coletivo ou extinção de posto de trabalho. O decreto-lei …

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …