Irmandade de Braga exigiu “donativo” de 10 mil euros para aceitar idosa no lar

A filha de uma utente do lar de idosos da Irmandade de Santa Cruz, em Braga, denunciou esta quinta-feira que em 2018 teve de pagar um “donativo” de 10 mil euro por uma vaga, contrariando uma acusação do Ministério Público.

O Ministério Público (MP) acusou um ex-provedor daquela irmandade de “solicitar ou exigir” o pagamento de quantias monetárias para a admissão de utentes para o lar de idosos, mas indicava que este procedimento terminou em 2017, após a entrada do novo provedor.

Em fevereiro de 2018, porém, e segundo contou à Lusa Maria Pereira Reis, a irmandade pediu-lhe um donativo de 10 mil euros como contrapartida de vaga para a admissão da mãe no lar. “A diretora técnica disse-me que havia vaga para a minha mãe, na condição de aceitar as condições deles. E as condições passavam por fazer um donativo de 10 mil euros, alegadamente destinada a melhorar a qualidade dos serviços prestados”, afirmou.

A Lusa teve acesso ao recibo emitido pela irmandade, que dá conta de um “donativo” de 10.001,54 euros. Outra condição era o pagamento de uma mensalidade de 700 euros.

A filha manifestou-se convencida de que o seu não deverá ser “nem pouco mais ou menos um caso único”. Adiantou que a família se prepara para avançar com uma queixa no Ministério Público contra a irmandade, por alegados “atropelos constantes” à lei.

Segundo a acusação, a que a Lusa teve acesso, a Irmandade é igualmente arguida no processo. O MP imputa a ambos os arguidos um crime de corrupção passiva no setor privado. A acusação diz que a partir de 2017, e já com o atual provedor, a diretora técnica deixou de sugerir a entrega de quaisquer quantias, porque o novo responsável “deixou também de emitir ordens nesse sentido”.

A Lusa tentou ouvir o atual provedor, Luís Rufo, mas sem sucesso até ao momento.

No processo que envolve o anterior provedor, o Ministério Público diz que, com a “exigência” de donativos, a irmandade atuou “à revelia de todos os imperativos legais”.

Aponta o caso de 12 utentes, que terão pago entre 7.500 e 40 mil euros para garantirem um lugar no lar. Com essa “atividade criminosa”, acrescenta a acusação, a irmandade conseguiu uma vantagem patrimonial de 297.500 euros, valor que o Ministério Público quer que o ex-provedor e a irmandade sejam condenados a pagar ao Estado.

// Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Irmandade “santa”!…
    Estas máfias religiosas tem uma tendência para a vigarice e para adorar o dinheiro, que continua a surpreender!…

  2. Infelizmente não é caso único, existe também noutras instituições do país. A mim foi “sugerido” que um donativo ajudava à criação de uma vaga para a minha mãe no lar em questão….e deve acontecer a muita gente quando necessita desse tipo de apoio por este país fora….

  3. Este é um caso de corrupção praticamente generalizada. Mas há outros casos e outras instituições onde a corrupção é tanta ou mais. Por exemplo, entre o Hospital de Braga, entenda-se, entre funcionários do Hospital de Braga e a RCNNI (Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados), entenda-se, e funionários da RCNNI, há um esquema montado que lesa o Estado em milhares de euros anuais. Só não vê quem não quer. As práticas de tais abusos são miudinhas e passam despercebidas, mas vão desde o tempo de permanência e o tempo que é faturado até outras coisas mais sofisticadas Há um gang de assistentes sociais e pessoal de enfermagem, uns dentro outros fora do hospital, em que cada um, dando uma imagem imaculada, conseguem extorquir ao Estado pelo menos milhares de euros, enquanto o povo sofre e é maltratado. Veja-se o património de tais assistentes e tal enfermagem. A coisa começa de uma maneira singular: há pessoas que as famílias não querem e que conseguem fazê-las internar com pseudodoenças (o que quer dizer sem doença alguma) contando para isso com a corrupão de pessoas bem colocadas dentro do hospital (chefias de enfermagem, conivência do pessoal médico…), permanecem no hospital algum tempo e depois há no exterior, nos tais RCNNI, quem dê continuidade à fraude. E é Portugal no seu melhor.

RESPONDER

Point Roberts tinha um pé nos EUA e outro no Canadá (mas agora não "pertence" a nenhum)

Point Roberts, em Washington, está numa posição única. Localizada na ponta da Península de Tsawwassen, a cidade fica totalmente abaixo do paralelo 49, a linha que separa o Canadá dos Estados Unidos. Agora, a cidade …

Milhares de processadores quebraram um trilião de chaves para resgatar um Zip com bitcoins

Um misterioso homem perdeu o acesso a um ficheiro Zip onde estavam encriptadas as suas chaves privadas de bitcoins. Os 300 mil dólares foram resgatados por dois especialistas em criptografia — e por muitos milhares …

Reino Unido com mais de mil novas infeções pelo quarto dia consecutivo

O Reino Unido registou mais 11 mortos e 1.441 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde britânico, que manteve restrições sobre a área metropolitana de Manchester e parte do norte …

Governo não pondera (para já) proibição de fumar ao ar livre

O Governo não está a ponderar, neste momento, proibir fumar ao ar livre como foi decretado em Espanha, mas há “muitos aspetos em aberto” que serão acompanhados, disse esta sexta-feira a ministra da Saúde, Marta …

Lotação do Avante reduzida a um terço. Visitantes terão uma "área superior à que está estabelecida para as praias"

O PCP anunciou que vai limitar a entrada na sua anual Festa do "Avante!" a um terço da capacidade total, em virtude do contexto de pandemia de covid-19. O espaço de 30 hectares das Quinta da …

Governo da Guiné Equatorial demitiu-se em bloco

O Governo da Guiné Equatorial, liderado pelo primeiro-ministro Francisco Pascual Obama Asue, apresentou a sua demissão em bloco. Em declarações aos jornalistas, o ministro da Comunicação e porta-voz do Governo em funções, Eugenio Nze Obiang, explicou …

PSP apresenta queixa contra jornal Público por causa de cartoon no "Inimigo Público"

A PSP anunciou esta sexta-feira que vai apresentar queixa contra o jornal Público pela publicação, no suplemento Inimigo Público, de um cartoon com uma figura vestida de uniforme, “aparentemente relacionado com uma ação com conotação …

Tensão no Mediterrâneo. Macron envia ajuda militar à Grécia em conflito com a Turquia

O presidente Emmanuel Macron anunciou, quarta-feira, o envio de forças francesas para o Mediterrâneo Oriental. A intenção turca de procurar petróleo e gás no fundo do mar, tem criado tensão política entre a Grécia e …

"O material escolar mais importante". Escolas já receberam verba para comprar máscaras

As escolas já receberam as verbas para comprar as máscaras que irão distribuir gratuitamente pelos alunos e funcionários e alguns estabelecimentos de ensino estão a planear ter equipamentos extra Dentro de um mês, em meados de …

Lar em Sintra com 43 utentes e 12 funcionários infetados com covid-19

Quarenta e três utentes e 12 funcionários do lar da Associação de Solidariedade e Apoio Social do Pessoal da TAP, em Sintra, testaram positivo à covid-19, disse esta sexta-feira à agência Lusa fonte da câmara …