IRA, o grupo que pisa o risco pelo bem-estar animal

IRA / Facebook

IRA – Intervenção e Resgate de Animais

Para se resguardarem perante a lei e para evitarem que mais pessoas lhes peçam para salvar cães, gatos ou até cavalos em risco não mostram a cara e não dizem o nome. São apenas os “Irados”, fazem parte do grupo de Intervenção e Resgate de Animais e já fizeram dezenas de resgates de animais na zona da Grande Lisboa.

O grupo IRA (Intervenção e Resgate Animal) existe há um ano e, nas redes sociais, têm mais de 60 mil seguidores. Os seus membros fazem questão de manter o anonimato e nunca mostrar a cara ou dizer o nome.

São nove homens em Lisboa e cinco na zona Oeste. O que fazem é ilegal e eles sabem-no, mas acreditam que é por um bem maior. O fundador do IRA afirma que “as ações justificam os fins que pretendemos: o bem-estar animal. Um país onde existe todo o tipo de menosprezo pelos direitos dos animais não merece nada menos do que um grupo com este tipo de atitude”.

E é pelo bem-estar animal que lutam, quase literalmente, todas as noites. Têm em média 35 anos, conta o Observador, muitos são casados, com filhos e têm as mais variadas profissões: seguranças privados, gerentes de ginásios, polícias, contabilistas e técnicos administrativos.

IRA / Facebook

IRA – Intervenção e Resgate Animal

O grupo conta que é o amor pelos animais que os faz sair de casa quase todas as noites, quando recebem denúncias de maus tratos a animais na página do facebook.

O trabalho da associação é simples: verificam a denúncia, tratam do resgate do animal, supervisionam os adotados nas novas casas e acompanham alguns casos sociais, como o da septuagenária da zona do Intendente que há anos acumula lixo e gatos em dois apartamentos arrendados, num problema flagrante de saúde pública.

Invadem propriedade privada e resgatam o animal, mas garantem que, pela causa, não se importam de transgredir. Asseguram também que não têm medo do que vão encontrar do outro lado de cada porta que derrubam.

“Medo? Aquele mamute tem 120 kg, o outro deve ter uns 100 kg, outros dois elementos que não estão cá hoje também são enormes”, justifica o fundador, de dedo apontado para o grupo de amigos.

“Tenho alguns conhecimentos que me permitem entrar em confrontos e sair deles quase ileso com alguma facilidade. Conto com o apoio de outras pessoas igualmente experientes na área dos desportos de combate… Claro que é sempre um risco, pode haver armas de fogo do outro lado, por exemplo, mas se formos a pensar nos riscos não saímos de casa. É uma coisa controlada, arriscamos, mas garantimos a nossa segurança, até agora nunca ninguém ficou ferido. É aí que traço a linha, no dia em que algum membro se ferir com gravidade, acabo com isto”.

O grupo recusa donativos: tudo o que querem é ração e areia para os animais que resgatam. O único financiamento que o grupo tem vem da venda de camisolas, t-shirts e autocolantes com o logo IRA.

“Vendemos umas 50 sweats por mês, cada uma a 25 euros. Já existem inúmeras associações em Portugal que precisam dos donativos para sobreviver. Acho que se não têm meios financeiros para a atividade que exercem, não deviam exercê-la. Depois, há pessoas que andam nisto pelo enriquecimento ilícito, simulam resgates, inventam animais e pedem donativos. Também queremos combater as pessoas que estão nisto pelo dinheiro e não pelos animais”, justifica.

A forma como o fazem? Exposição pública, com nome e dados pessoais, números de telefone incluídos, partilhados na internet. Como fazem, aliás, com as pessoas que apanham, efetivamente ou por interposta denúncia, a maltratar animais.

O próximo passo do grupo é alargar a zona de intervenção: transformar um autocarro em clínica ambulatória de esterilização, sair da zona de influência da IRA e percorrer o país todo a ajudar animais.

O que têm feito ao longo da última semana, que passaram a recolher alimentos, medicamentos, mantas e afins para os animais afetados pelos incêndios, é uma espécie de estágio. Já em junho, aquando do fogo de Pedrógão Grande, tinham feito a mesma coisa.

ZAP //

PARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

  1. Tudo bem que concordo com os resgate de animais e etc,mas arrombar casas para roubar animais?! Mas isto é o que?! Não passam de hooligans que usam o bem estar dos animais como desculpa para arronbarem atacar e roubar,a Policia anda a fazer o quê?
    Se faz favor quem achar alguém a abusar de um animal façam queixa ás autoridades competentes,não a este gangue de criminosos.

    • Roubarem? Onde é que leu isso? Antes de fazer comentários leia a entrevista ou ainda aconselho a seguir algumas páginas de associações ou outras ligadas à causa animal e verá muita gente a pedir às várias autoridades para irem resgatar um animal em perigo, a ser espancado, torturado, com fome, sede, frio, alguns acorrentados cuja corrente é tão curta que o animal nem se pode deitar, outros cuja corrente ao pescoço está tão apertada que se funde com a pele, em varandas ao sol sem resguardo, sem alimento dias e dias a definhar e a maioria das vezes a única solução é resgatar os bichos da forma que se pode e não da que se deve porque por esta última entretanto os animais morrem, fazem-nos desaparecer ou são mortos! As autoridades pouco ou nada fazem ou não querem fazer! Se não fosse a sociedade civil o que seria destes seres indefesos, sem voz e que não votam! Acho que o senhor desconhece completamente a realidade dos animais neste país mas informe-se e verá que criminoso é quem negligencia, abandona, atira animais pela janela do carro a alta velocidade numa auto-estrada, quem adopta cães e gatos bébés para treinar os cães de lutas, quem tortura e quem assassina animais e não quem salva, trata, resgata e cuida dos animais dos outros!

      • Leis são Leis e existem agente de autoridade para as fazer cumprir. Quem suporta este tipo de acto de entrar na casa de alguém e retirar um animal/bem material seja é crime. O tempo que a Sra demorou para escrever esse texto todo, saia à rua para protestar ou criar um abaixo assinado para criarem leis em que a policia possa intervir e não apoiar justiceiros.
        E segue umas definições do dicionário e leis para a senhora se informa:

        Roubar – Tirar o que está em casa alheia ou o que outrem leva consigo.

        DL nº 48/95
        CAPÍTULO VII
        Dos crimes contra a reserva da vida privada
        Artigo 190.º
        Violação de domicílio ou perturbação da vida privada
        1 – Quem, sem consentimento, se introduzir na habitação de outra pessoa ou nela permanecer depois de intimado a retirar-se é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 240 dias.
        2 – Na mesma pena incorre quem, com intenção de perturbar a vida privada, a paz e o sossego de outra pessoa, telefonar para a sua habitação ou para o seu telemóvel.
        3 – Se o crime previsto no n.º 1 for cometido de noite ou em lugar ermo, por meio de violência ou ameaça de violência, com uso de arma ou por meio de arrombamento, escalamento ou chave falsa, ou por três ou mais pessoas, o agente é punido com pena de prisão até três anos ou com pena de multa.

  2. Já eu acho muito bem. Além disso nunca ninguém saiu ferido. Se estivermos à espera das autoridades, marimbam de alto no assunto, a menos que seja um caso mediático. Actuassem as autoridades, que nunca tería surgido um gupo assim, alguns dos quais mebros das forças de autoridade, eles próprios.

    Eu enquanto intructor de artes marciais, se pudesse também lá estava. Não tenho é 120 kilos, tenho quase metade mas os homens também não se medem aos palmos e se não me aceitassem no grupo por não ser bisonte, provávelmente aceitavam-me como instructor, com décadas de treino que tenho. Pena andar pela estranja de momento.

  3. “Além disso nunca ninguém saiu ferido. ”
    Pois… aí está. Nunca ninguém saiu ferido por enquanto. O risco é enorme e tanto lhes pode aparecer um maluco com uma arma pela frente ou apenas alguém assustado que desate aos murros a tudo o que lhe aparece há frente… a partir desse momento tudo pode acontecer.
    É ilegal, é muito arriscado e podem sair pessoas feridas ou algo mais grave. Este tipo de actividade não só não deve ser encorajado como deve ser legalmente punido.

    • Eu não consigo entender este tipo de comentários!!! Será que quem salva animais não pode correr riscos? Parece que para salvar os humanos que maltratam os animais todos podem correr riscos de vida, como acontece com a polícia. Os riscos que este grupo corre é da sua responsabilidade, não da sua, certo? Não tem que opinar sobre a vida dos outros. O que diria se o grupo servisse para salvar criancinhas e velhinhos?

      • Deixe-me traduzir para que possa entender melhor.
        Eu nem daria grande importância aos riscos que estes senhores correm, são adultos e vacinados, mas sim aos riscos que as pessoas que vêem as suas propriedades invadidas sem qualquer justificação ou aviso prévio passam a estar expostos.
        Imagine que, inesperadamente, a meio da noite vê a sua casa invadida por alguns destes senhores, qual seria a sua reação? Imagina as consequências que podem daí advir? Pode imaginar o que quiser, mas tratar-se-ia de uma situação inesperada e de potencial conflito. A partir dai, tudo pode acontecer.
        Trata-se claramente de um grupo de vigilantes que age sem qualquer suporte legal e de forma claramente perigosa.
        E sim, o valor de salvar uma vida humana é incomparavelmente superior ao de salvar um animal, lamento rebentar-lhe a bolha. No entanto, deixe-me sublinhar que esses grupos dedicados a salvar vidas humanas estão tipicamente enquadrados legalmente e, dependendo dos locais onde executam as suas atividades, estão também normalmente bem preparados.
        Mas caso esteja a falar de grupos de vigilantes fora deste enquadramento, deixe-me dizer que a minha opinião continuaria a ser a mesma, devem ser imediatamente parados.

        • Imagine ainda que um destes seres resolve entrar numa casa de um senhor caçador a meio da noite. Este pode muito bem pensar que o irão roubar ou fazer-lhe mal e enfiar-lhe alguns tiros de caçadeira. Sim, há pessoas que têm armas em casa e nunca sabemos como é que as pessoas reagem. Devemos defender os animais, mas isto não passa de estupidez e falta de senso. E que eu saiba: justiça pelas próprias mãos em Portugal é crime!

  4. São uma cambadas de faggots mariconsos que viram a cara quando vem um semelhante a viver na rua. interessa é os animaiszinhos, não importa se estamos a esgotar os recursos do planeta ou com espécies como o atum quase extintas e a preço do ouro porque temos de dar o melhor aos bichos. Mas que cambada de mariconsos estes patetas são, se são assim tão corajosos ao ponto de invadir, então mostrem a cara sem medo de lutar por aquilo que acreditam, assim sendo não passam de cobardes que pisam a lei e por isso são criminosos iguais aos criminosos, que muitos desses senhores aparentemente policiais colocam atras das grades.

      • Lamento quebrar-lhe a bolha em que vive. Mas andamos a desprezar o ser humano já, a maltrata-lo aproposito de extremismos. E a septuagenária dos gatos? Coitada.. a senhora também me parece que precisava de ajuda, mas disso ninguém se lembrou. Pois é, todos os mamiferos têm dois olhos excepto alguns seres humanos que só vêem com um olho o mundo em que vivem.

    • Perplexa estou eu com este comentário… então você acha que estamos a gastar os recursos à conta dos animaizinhos??? Só se for de animaizinhos como a sua pessoa. Não se anda a pescar atum para dar ao gato, sabe? A comida do gato e do cão é feita com as sobras da comida para os humanos.

    • Cobarde é quem maltrata, abandona, tortura e assassina animais, porque esta gentalha comete estes crimes contra seres indefesos porque sabe que nada lhes acontece e só o não faz às pessoas porque tem consequências e é cobarde quem nada faz para ajudar quem precisa seja humano ou animal. “Mariconsos” são todos aqueles que ficam indiferentes e não têm coragem de saltar um muro e salvar um ser vivo, que é disto que se trata! Ninguém rouba um animal, salvam-se animais porque a maior parte deles têm que ser tratados em veterinários, estão esqueléticos, com rastas, carraças, membros partidos e o IRA ainda gasto do bolso deles os tratamentos arranjam fat e encaminham para adopção e ainda seguem a adopção para verificarem se o adoptante cumpre! Não sejam ignorantes!

  5. o perplexo esquece-se que é um animal, e que como ele todos os outros animais tem direito a viver a sua vida em liberdade e bem estar.
    Também pela linguagem utilizada se vê que tipo de animal é………já que os que ele alcunha de maricons tem exactamente o mesmo direito à vida…..
    Que ser especial se julga este perplexo para decretar quem deve viver ou não?
    Fico perplexo com esta aberração

  6. O problema desta sociedade é que todos criticam… mas fazer? Muito poucos!
    Quantas pessoas não sabem de maus tratos de pessoas e animais e nada fazem? Há muitas maneiras de ajudar. Se todos fizessemos o nosso “pouco”, já seria muito.
    Deixem-se de tretas! Estes fazem o que apetece a muita gente fazer perante a inércia das autoridades e do resto da sociedade.

  7. Enquanto houver na nossa sociedade pessoinhas que prejudicam os animais esta gente do IRA é muito bem vinda. Já salvaram muitos animais de casos extremos, se tivessem à espera que as autoridades actuassem o animal não sobrevivia…o problema de Portugal é que tem burocracia a mais!

  8. Tudo gente boa e de coração nobre estas pessoas do pan/irá.
    Apenas usam máscaras para que ninguém note a sua expressão de bondade.
    Hâ uma forma de receber e atender essa bondade, se fosse em minha casa eu mostrava -lhes

  9. Ummm..temos aqui um grupelho de matulões armados em vigilantes; está mais que provado que estas coisas nunca dão bom resultado. Agora realizam estas “ações punitivas” em nome dos animais. A pegar na moda e se as autoridades competentes nada fizerem em breve estarão (eles ou outros) a invadir casas de pessoas por serem doutra etnia, doutra religião, por usarem pantufas cor-de-rosa, enfim, as possibilidades são infinitas.
    Cuidado portanto com estas parvoíces, que podem até parecer inocentes e algo cavalheirescas, mas que mais cedo ou mais tarde dão sempre péssimos resultados.

RESPONDER

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …