Ir viver para o interior pode garantir apoios até 4800 euros

Manuel de Almeida / Lusa

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho

O programa “Trabalhar no Interior” vai ser apresentado, esta segunda-feira, pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Em declarações à rádio TSF, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, explicou que um dos objetivos do programa “Trabalhar no Interior” é dar apoio financeiro a trabalhadores ou estudantes que estão a entrar no mercado de trabalho que se mudem para o interior.

Para os interessados neste apoio, que vai começar durante o 1.º trimestre de 2020, é necessário que celebrem um contrato de trabalho no interior.

A governante declarou que o valor base do apoio, dado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), se situa nos 2600 euros, mas que este pode chegar aos 4800 euros, em função das despesas de instalação e transporte, bem como por cada membro do agregado.

Segundo a ministra, também será dado um apoio financeiro às empresas — como a majoração de 25% no apoio à criação de empresa para a contratação de desempregados —, majorações em estágios no interior e no Programa Regressar.

Ana Mendes Godinho adiantou à TSF que vão ser criados 13 novos centros Qualifica e que vão “flexibilizar as regras quanto aos cursos de formação que acontecem no interior”, prometendo ainda o reforço de novos cursos, sobretudo nas áreas digitais e tecnológicas.

A ministra considera que este programa vem colmatar uma lacuna, tratando-se de “criar medidas de discriminação positiva para atrair e fixar pessoas e trabalhadores nos territórios do interior, apoiando as pessoas e as empresas”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Ah, ah, ah, ah!
    Uma anedota e uma mão cheia de nada, apenas isso!
    Mais centros qualifica? Ok, já se está a ver para onde vai o dinheiro. Para um teatro em que se finge que se aprende e se ensina, mas que na prática pouco mais serve do que para aperfeiçoar e cristalizar maus vícios.
    E que tal tirar as portagens das auto-estardas do interior? Isso sim era útil (sempre ajudava a compensar a medida de transportes públicos altamente subsidiados no porto e em Lisboa).
    E que tal voltar a pôr a taxa de IRC das empresas do interior ao nível do que estava há uns anos?

    • Concordo 110%. Este programa vai beneficiar quem NÃO mora no interior e quer vir passear uns anos até cá. Seria preferível discriminar positivamente quem já cá está.
      “Majoração para criação de empresas”!!! Ou seja: quem cá está, não interessa. Já estamos a pagar impostos, por isso não há apoios. Há, sim, apoios para quem vier do “litoral” para cá, criar uma empresa, que vai funcionar uns anos, ajudando a afundar quem já cá estava, e depois vai-se embora deixando um buraco maior.
      Não há dúvida que os nossos governantes se fartam de pensar. Pena não serem inteligentes…

RESPONDER

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …

Jogos Olímpicos em 2021 vão mostrar que "humanidade derrotou o vírus"

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse esta segunda-feira que o país está "determinado" em organizar os Jogos Olímpicos no verão de 2021 e declarou que o evento servirá "como prova de que a humanidade derrotou …

Herdeiro da Samsung assume as rédeas da empresa depois da morte do pai

Lee Jae-Yong, filho do presidente da Samsung, assumiu a liderança da empresa depois do seu pai ter falecido este domingo. O herdeiro assume as rédeas numa altura em que a gigante da tecnologia procura evoluir. Sob …

Vídeos de suicídios, abortos ou abusos sexuais. Ex-moderadora do YouTube descreve pesadelo (e processa plataforma)

Uma ex-moderadora do YouTube apresentou uma queixa contra a plataforma na segunda-feira, acusando-a de não proteger os funcionários que são sujeitos a uma análise e remoção de vídeos violentos publicados na página. O processo contra o …

Resultados nos Açores levam PS a pensar em eleições antecipadas

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo 39,13% dos votos, o que não garante a maioria absoluta. Os resultados levam o partido a pensar já em eleições antecipadas. "[O governo regional] está …

"Ainda não sei bem o que fiz". João Almeida e Rúben Guerreiro de volta a Portugal

João Almeida e Rúben Guerreiro foram duas das maiores figuras desta edição do Giro, a volta a Itália em bicicleta. Os dois ciclistas aterraram esta segunda-feira, em Lisboa, e parece que ainda não perceberam a …

Autarca de Pedrógão Grande critica "péssima investigação" sobre reconstrução de casas

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusou o Ministério Público e a Polícia Judiciária de terem feito uma "péssima investigação" no processo sobre a reconstrução das casas, cujo julgamento se iniciou esta segunda-feira. "[As acusações] …

Novo Banco e TAP são "riscos não negligenciáveis" para o défice

A TAP e o Novo Banco podem ter um efeito orçamental maior que o estimado pelo Governo em 2021, constituindo "riscos não negligenciáveis" para o défice, segundo uma avaliação do Conselho das Finanças Públicas (CFP) …