Investigadores portugueses produzem viseiras de proteção para a covid-19

IST

Foto da viseira montada.

Os investigadores do Instituto Superior Técnico já entregaram viseiras fabricadas no seu laboratório ao Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca, na Amadora.

Investigadores do Instituto Superior Técnico (IST) começaram a produzir viseiras que servem de protecção para profissionais de saúde no contexto da pandemia da covid-19. Esta iniciativa envolve toda a comunidade do IST e convida quem tiver impressoras 3D a colaborar.

A iniciativa é liderada por Marco Leite e Paulo Peças (ambos do Departamento de Engenharia Mecânica do IST), que criaram um projecto de uma viseira que pode ser descarregado da Internet e fabricado numa impressora 3D.

A equipa já entregou viseiras fabricadas no seu laboratório ao Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca, na Amadora, e espera a partir de quarta-feira começar a obter mais material para distribuir pelas unidades hospitalares e centros de saúde onde “há pessoas que não têm nada, estão desprotegidas” para lidar com pessoas potencialmente infectadas com o novo coronavírus.

“Começámos há uma semana a identificar componentes e peças que estavam a faltar e, com a colaboração da Faculdade de Medicina [da Universidade de Lisboa], concluímos que faltavam viseiras de protecção”, disse à agência Lusa Paulo Peças.

O projecto ficou concluído esta segunda-feira e, com a colaboração de uma enfermeira do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, chegaram à conclusão que era utilizável, mesmo que não se trate de um produto certificado.

“Estas peças acabaram no mercado. Os hospitais acham que é melhor ter isto do que um produto certificado que chega daqui a um mês”, referiu Paulo Peças. As viseiras são peças circulares, ajustáveis, que se fixam em torno da cabeça e nas quais pode ser montado um acetato transparente que serve como barreira de protecção no contexto da pandemia da covid-19.

No seu laboratório, Marco Leite e Paulo Peças conseguem produzir seis viseiras por hora, mas cerca de duas dezenas de unidades de investigação do IST também vão começar a produzi-las.

Para manter o distanciamento social necessário nesta altura, os investigadores definiram dois horários para entrega de viseiras nas instalações do IST em lotes de dez unidades. Já a esterilização do material ficará a cargo das unidades de saúde. O projecto pode ser descarregado aqui.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infectou mais de 386 mil pessoas em todo o mundo e morreram cerca de 17.000. Em Portugal, já causou 33 mortes e 2362 infecções, segundo o balanço feito esta terça-feira pela Direcção-Geral da Saúde. Dos infectados, 203 estão internados, 48 dos quais em unidades de cuidados intensivos e há 22 doentes que já recuperaram.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronavírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …

Exame de Matemática A criticado. Prova "infeliz" não permite "distinguir" alunos

A Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) criticou esta quinta-feira a elaboração do exame nacional de Matemática A, prova realizada por mais de 38.699 alunos que pretendem concorrer ao Ensino Superior. No entender da SPM, "o …

Ninguém quer o novo aeroporto do Montijo. Medina apela a "avanço" na decisão

Autarcas e ambientalistas foram ouvidos, esta quarta-feira, no Parlamento, onde se discutiu o projeto do novo Aeroporto do Montijo. A posição de ambos parece clara: ninguém quer avançar com a ideia. A construção do aeroporto …

Pandemia acelera nos Estados Unidos. Uso de máscara pode salvar 40 mil vidas

Os Estados Unidos ultrapassaram pela primeira vez a barreira dos 70 mil casos de covid-19, nas últimas 24 horas, elevando para mais de 3,49 milhões o total de contágios no país, indicou a Universidade Johns …

Presidente polaco falou ao telefone com Guterres sobre a comunidade LGBT e a 2.ª Guerra (mas não era Guterres)

O recém-eleito Presidente da Polónia, Andrzej Duda, julgava que estava a conversar por telefone com António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas. Falou-se da pandemia, da comunidade LGBT e da II Guerra Mundial. Porém, do outro …

Itália pediu ajuda, Europa ficou em silêncio e o vírus cavalgou por todo o continente

A lenta resposta a um inimigo invisível, a falta de stock de equipamentos de proteção, um Ocidente a festejar o Ano Novo e uma Europa com as atenções centradas no Brexit. Um cocktail desastroso que …