Investigadores acusam juiz Ivo Rosa de bloquear caso Mexia

José Sena Goulão / Lusa

António Mexia, presidente executivo da EDP

Dois magistrados recorreram para o Tribunal da Relação depois de terem sido impedidos pelo juiz Ivo Rosa de pesquisar emails entre António Mexia e Manuel Pinho, no âmbito da investigação ao BES.

Carlos Casimiro Nunes e Hugo Neto, magistrados do Ministério Público, voltaram a a recorrer ao Tribunal da Relação de Lisboa para tentar ultrapassar a recusa de diligência do juiz Ivo Rosa, do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), no âmbito das suspeitas de corrupção no “caso EDP”.

De acordo com o Público, em novembro os procuradores terão pedido que se realizasse uma “pesquisa informática no sistema NUIX atinente aos arguidos/suspeitos” Manuel Pinho, João Manso Neto e António Mexia. “E ainda uma pesquisa por Universidade de Columbia”, neste caso devido às suspeitas em torno do patrocínio de 1,2 milhões de euros da EDP à universidade e que permitiu que Pinho lá tivesse começado a dar aulas em 2010.

A defesa de Mexia argumentou que, ao fazê-lo, os procuradores poriam em causa “o direito fundamental à reserva da intimidade da vida privada e familiar e o direito fundamental à inviolabilidade da correspondência”.

O juiz Ivo Rosa deu razão aos arguidos e invalidou o pedido de pesquisa.

Esta não é a primeira vez que os procuradores Carlos Casimiro Nunes e Hugo Neto “batem de frente” com Ivo Rosa, tendo inclusive, chegado a pedir o afastamento do juiz.

Além do “bloqueio informático”, Ivo Rosa já recusou a realização de buscas na casa do ex-ministro Manuel Pinho – este, tal como Mexia, é um ex-quadro do antigo BES, e tinha a tutela da energia quando entraram em vigor os CMEC.

O juiz Ivo Rosa também impediu o levantamento do sigilo bancário e fiscal de Mexia e Manso Neto e o acesso do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) a centenas de emails apreendidos a estes gestores.

No recurso, os magistrados consideraram que o “afã” dos arguidos em “convocar a intervenção do juiz de instrução criminal” só levanta mais suspeitas.

Se não se incluíram emails no pedido de pesquisa informática ao processo BES, o que é que será que leva os arguidos “a acautelarem” esse cenário? Será por receio do que se “possa encontrar em seu desfavor? Se não é, parece“, comentam os magistrados.

Se António Mexia “já tinha deixado de ser funcionário do BES à data das diligências realizadas no processo onde se investiga o universo BES seria improvável que se tivesse correspondido com, por exemplo, o ali arguido Ricardo Salgado. Pelos vistos não…”, lê-se ainda no recurso.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Aqui a Procuradora Geral da República não pode intervir?
    Este Juiz não pode ser acusado de obstrução á Justiça?
    É dificil perceber quem está de facto interessado em conhecer as artimanhas destes “artistas” da corrupção.
    Parece que temos aqui outros Nascimentos e Monteiros!

RESPONDER

Pandemia ameaça agricultura portuguesa. Cereais e setor do vinho em risco

Não é surpresa que alguns setores vão ser fortemente prejudicados pela pandemia de covid-19. A agricultura é um deles. Um grupo de trabalho criado pelo Governo - o Grupo de Acompanhamento e Avaliação das Condições de …

Governo dos Açores impõe cercas sanitárias em todos os concelhos de São Miguel

O Governo dos Açores decidiu fixar cercas sanitárias nos seis concelhos da ilha de São Miguel, para fazer face à pandemia de covid-19 na região, anunciou esta quinta-feira o líder do executivo. Ficam interditadas, segundo Vasco …

Espanha vai rastear mais de 40 milhões de telemóveis para enfrentar pandemia

Mais de 40 milhões de telemóveis vão ser rastreados em Espanha num estudo de mobilidade anónima que permitirá conhecer os movimentos da população entre territórios e contribuir para tomar decisões para enfrentar a pandemia causada …

Assistência a filho paga a 100% deixa de fora funcionários públicos inscritos na CGA

O pagamento a 100% do subsídio de assistência a filho que entrou em vigor este mês não abrange os funcionários públicos inscritos na Caixa Geral de Aposentações (CGA), revelou fonte oficial do Ministério da Administração …

Câmara do Porto quer isentar rendas de 257 estabelecimentos até junho

A Câmara do Porto vai propor a isenção total das rendas de 257 estabelecimentos situados em prédios municipais, no período de 18 de março a 30 de junho, no valor global de cerca de 112 …

Deslocações na Páscoa limitadas ao concelho de residência

O Governo vai limitar as deslocações dos portugueses durante o período de Páscoa aos concelhos de residência de permanência. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança a notícia esta quinta-feira, entre a sexta-feira Santa …

"Dos mais novos no mundo a morrer." Bebé de seis semanas morre de covid-19 nos EUA

Morreu, nos Estados Unidos, um bebé de seis semanas, que estava hospitalizado desde o fim de semana, na sequência de uma infeção provocada pela covid-19. Um bebé de seis semanas, que estava hospitalizado desde o fim …

Reyes seguia a 187 km/h quando sofreu acidente mortal

O futebolista José Antonio Reyes conduzia a 187 km/h quando rebentou um pneu do carro, provocando o acidente que causou a morte ao antigo jogador do Benfica, indica o relatório pericial da Guarda Civil. A investigação …

OMS está "muito preocupada com o rápido aumento da infeção"

A OMS mostra-se preocupada com a evolução do número de infetados pelo novo coronavírus e pede o perdão da dívida para os países mais vulneráveis. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) diz estar muito …

Cerco sanitário prolongado em Ovar. "Situação ainda não está controlada"

A Direção-Geral de Saúde decidiu prolongar a cerca sanitária no concelho de Ovar por mais 15 dias, avança o Jornal de Notícias esta quinta-feira. De acordo com o matutino, as autoridades de saúde vão permitir …