Inspetores de educação escrevem ao ministro a criticar ordens recebidas durante greve

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues

O sindicato dos inspetores de educação criticou as ordens recebidas durante a greve às avaliações. Os inspetores acusam o Governo de os usar como “polícia do Ministério da Educação” e pedem para passarem a ter tutela do Estado.

O sindicato dos inspetores de educação criticou, nesta segunda-feira, as ordens recebidas durante a greve às avaliações, acusando o Governo de usar os inspetores “como polícia do Ministério da Educação” e pedindo para passarem a ter tutela do Estado.

“Senhor Ministro, os inspetores da educação não aceitam ser instrumentalizados e usados como polícias do Ministério da Educação“, lê-se uma carta aberta ao ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, divulgada pelo do Sindicato dos Inspetores da Educação e do Ensino (SIEE).

“E não aceitam desempenhar este papel, porquanto o mesmo não se coaduna com a missão e competências da IGEC (Inspeção-Geral de Educação e Ciência) legalmente consagradas”, acrescentam.

Em causa estão as ordens recebidas pelos inspetores de educação, emanadas do Ministério da Educação, durante a greve dos professores às avaliações, que, de acordo com o documento, merecem da parte do sindicato “a mais profunda indignação face à atividade que alguns inspetores tiveram de realizar nos últimos dias”.

O ME explicou à Lusa, aquando do envio dos inspetores às escolas, que equipas da IGEC foram instruídas para “nos termos legais e regulamentares, ajudar os diretores e órgãos de gestão das escolas na resolução dos casos pendentes através da aplicação de instruções anteriormente enviadas às escolas”.

As instruções a que se referia a tutela foram contestadas pelas escolas e sindicatos, que as consideraram ilegais e que em alguns casos se recusaram a aplicá-las, com base em pareceres jurídicos.

O ministério orientou as escolas para que à terceira tentativa de realização de reunião de conselho de turma, esta se poderia realizar bastando estar presentes a maioria dos professores (50% + um), apesar de a legislação em vigor exigir a presença de todos os docentes.

“Quando é pedido ao inspetor que verifique se as escolas estão a cumprir as instruções enviadas às escolas pelo ME e, em caso de incumprimento, identificar os motivos, isto é apoio?”, questionam os inspetores na missiva.

“Não são de agora as afirmações produzidas por elementos que integram o Ministério que V. Ex.ª tutela que se referem aos inspetores como aqueles que vão às escolas ‘de espada em riste’, e que quartam tudo o que de bom e inovador as escolas querem realizar! Efetivamente, elementos do Ministério de V. Ex.ª tudo têm feito para denegrir a imagem da Inspeção e dos inspetores!” lê-se ainda.

Recusando ser “usados como polícias” do ministério da Educação, os inspetores pedem um reforço da autonomia da IGEC, para que deixe de ser uma “Inspeção do Governo” e passe a ser “Inspeção do Estado”.

“É por tudo isto, que o SIEE há anos defende que a IGEC deve depender de uma dupla tutela – do Governo e da Assembleia da República – de forma a reforçar a sua autonomia, a credibilidade e a transparência, minorando os riscos de instrumentalização e governamentalização!”, explicam.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Jiménez falhou o primeiro penálti de toda a sua carreira e o Wolves caiu da Liga Europa

O avançado mexicano Raúl Jiménez falhou o primeiro penálti de toda a sua carreira, num jogo a contar para a Liga Europa que acabou por ditar a saída do Wolverhampton. Na mesma jornada, Shakhtar Donetsk …

Mais duas mil detenções na Bielorrússia. Reunião de Riga pede envolvimento urgente da União Europeia

Mais de duas mil pessoas foram detidas na segunda noite de manifestações de protesto na Bielorrússia contra os resultados das eleições presidenciais. A Letónia, Estónia, Finlândia e Polónia concordaram com a marcação de uma reunião …

Humanos podem ter "reciclado" região do cérebro quando aprenderam a ler

Um novo estudo mostra que os seres humanos podem ter "reciclado" uma região-chave do cérebro para os ajudar a dar sentido à palavra escrita. De acordo com o site Science Alert, em testes com macacos-rhesus, os …

Cientistas usam a Lua como espelho gigante para procurar extraterrestres

Os astrónomos ainda não desistiram de procurar vida para lá da Terra e acabam de criar um novo método para encontrar exoplanetas habitáveis, que envolve o uso da Lua como uma espécie de espelho gigante. Especialistas …

Astrónomos descobriram um buraco negro "incapaz" de fazer o seu trabalho

Astrónomos descobriram o que pode acontecer quando um buraco negro gigante não interfere na vida de um enxame de galáxias. Usando o Observatório de raios-X Chandra da NASA e outros telescópios, mostraram que o comportamento passivo …

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …