Insectos também gostam do luxo e preferem as casas dos ricos

King-of-Herrings / Flickr

-

As casas de bairros luxuosos e de nível sócio-económico mais elevado têm tendência a apresentar maior diversidade de insectos. Foi o que concluiu um estudo feito nos EUA que constatou que espécies como moscas, mosquitos e aranhas preferem viver em casas bem cuidadas e com muito espaço.

A investigação centrou-se nos artrópodes, nomeadamente os insectos e as aranhas, e no chamado “efeito luxo”.

Estudos anteriores tinham já concluído que os ambientes sócio-economicamente privilegiados tendem a apresentar maior diversidade de plantas, aves, morcegos e lagartos nas zonas exteriores.

A pesquisa levada a cabo por uma equipa internacional de investigadores avaliou o “efeito luxo” no interior das casas, analisando os recantos de 50 habitações urbanas em Raleigh, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

Assim, concluíram que “o entorno ecológico e sócio-económico das casas são os factores mais determinantes para a diversidade de insectos” no seu interior, refere a agência científica espanhola SINC que divulgou o estudo.

Os cientistas concluem que os insectos preferem viver em casas bem cuidadas e com muito espaço. O seu reduzido tamanho permite-lhes esconderem-se entre o luxo das grandes mansões, quase sem serem notados.

As casas dos bairros ricos apresentam “uma maior diversidade de vegetação que permite uma maior biodiversidade de artrópodes, tanto no exterior como no interior”, frisa a SINC, citando o artigo científico publicado na revista Biology Letters.

As grandes zonas de “vegetação exuberante” levam também essa maior presença de insectos às casas vizinhas, mesmo que estas não tenham áreas tão verdes, notaram também os investigadores.

Numa casa com rendimentos médios anuais de cerca de 33 mil dólares, quase 30 mil euros, há até 74 famílias de artrópodes, enquanto que nas casas com rendimentos superiores a 176 mil dólares, mais de 158 mil euros, encontraram mais de 105 famílias de insectos“, cita a SINC.

Mas estes números não são caso para alarme porque estas espécies não acarretam quaisquer problemas de saúde para os humanos.

De acordo com os investigadores, os insectos que moram nas casas de bairros ricos são menos nocivos para a saúde, pois não costumam ser pragas e não transmitem doenças contagiosas.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Telmo Correia critica abstenção do CDS na votação do estado de emergência

O líder parlamentar do CDS-PP criticou a direção do partido por ter optado, na última sexta-feira, pela abstenção na votação do quinto estado de emergência. Mais um sinal de divergência entre a direção e o grupo …

Governo brasileiro deixou de aplicar grande parte das verbas públicas para combater covid-19

O Governo brasileiro deixou de executar grande parte das verbas públicas disponibilizadas para programas destinados a conter os efeitos da pandemia da covid-19, estando em causa vários milhões de reais. Segundo revelou o Folha de São …

Meghan Markle revela que passou por aborto espontâneo. "Perder um filho é uma dor quase insuportável"

Meghan Markle revelou que teve um aborto espontâneo em julho, contando a sua experiência traumática na esperança de ajudar outras pessoas. A Duquesa de Sussex descreveu o aborto num artigo de opinião publicado hoje no jornal …

FC Porto e Sporting com duelos de "primeira" na Taça, Benfica à espera

O sorteio realizado, esta quarta-feira, deu a conhecer os adversários do FC Porto e do Sporting na quarta eliminatória da Taça de Portugal. Benfica ainda aguarda o resultado da partida entre Vilafranquense e Sanjoanense. O FC …

Von der Leyen lembra Hungria e Polónia que milhões de europeus estão à espera

A presidente da Comissão Europeia deplorou, esta quarta-feira, o impasse na aprovação do Orçamento Plurianual e do Fundo de Recuperação, apontando que os líderes devem uma resposta urgente a milhões de cidadãos europeus angustiados, incluindo …

Lista da Bloomberg ordena os 50 países que respondem melhor à pandemia. Portugal fora dos 30 primeiros

O Ranking da Bloomberg avalia dez critérios que dizem respeito à forma como os países dominaram a pandemia. Portugal aparece sensivelmente a meio, melhor no acesso à saúde, pior no fator económico. A Bloomberg, grupo de …

Altice Portugal corta relações institucionais com a Anacom

A Altice Portugal anunciou, esta quarta-feira, que decidiu suspender "qualquer relacionamento institucional" com a Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom). "No atual contexto, em que toda a economia nacional e seus agentes se sentem já esclarecidos e …

Ana Gomes espera que Marcelo pare de alimentar "tabu" sobre uma recandidatura

A candidata presidencial Ana Gomes disse nesta quarta-feira esperar que o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não continue a alimentar o "tabu" sobre uma recandidatura, "até para não se valer do cargo" …

Bloco de Esquerda vai votar contra o Orçamento do Estado

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), que vai ser votada, na Assembleia da República, esta quinta-feira. De acordo com o jornal Público, a decisão ainda vai …

Agência europeia de aviação prepara-se para autorizar regresso do Boeing 737 MAX

A Agência Europeia para Segurança da Aviação (EASA) manifestou hoje intenção de aprovar o regresso da aeronave Boeing 737 MAX aos céus da União Europeia (UE), mas apenas se forem cumpridos requisitos técnicos e de …