Algarve vai encher com ingleses a fugir do Zika e do terrorismo

cingularite / Wikimedia

Praia de Sagres, Algarve

O número de reservas para a época alta aumentou, já nesta altura do ano, 35% face ao ano passado, um fenómeno provocado sobretudo pelas preocupações dos turistas britânicos.

Procurar um destino de férias seguro – e com isto entenda-se sem propagação do vírus Zika e sem terroristas por perto – está a ser uma grande prioridade para os turistas este ano, sobretudo para os ingleses.

Quem o diz é o Diário de Notícias que, esta sexta-feira, dá conta de que as reservas para o verão, já nesta altura do ano, aumentaram 35% face ao ano passado.

Em declarações ao DN, o presidente do Turismo do Algarve, Desidério Silva, reconhece que há hotéis que estão já praticamente cheios. “Temos alguns hotéis já com dificuldade em fazer reservas para os meses quentes”, afirma.

Perante esta situação, espera-se que 2016 seja sinónimo de um ano extremamente positivo para a região, uma vez que vive muito do turismo.

Segundo Elidérico Viegas, presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, o aumento da procura está relacionado com um “desvio de fluxos turísticos”.

“Os turistas estrangeiros trocaram o Algarve por destinos como a Turquia, Tunísia ou o Egito, mas a instabilidade lá acabou por trazê-los de volta ao Algarve e ao Sul de Espanha”, considera.

Este “regresso ao passado” é visto pelo responsável da AHETA como uma fuga a esses países, que nos últimos tempos têm sido bastante afetados por atos terroristas, e também pela epidemia de Zika no continente sul-americano.

A segurança é, de facto, o fator mais importante para os turistas britânicos quando chega a hora de escolher um destino de férias, segundo um inquérito realizado recentemente pelo portal TravelZoo.

Juntamente a estes fatores, a própria Ryanair está a alertar os britânicos para que se apressem a marcar as suas férias, antecipando que alguns destinos estão já a “esgotar”.

Em resposta ao mesmo jornal, a companhia low-cost explicou que os clientes que normalmente marcavam férias para o norte de África e continente asiático estão agora a fugir para o Mediterrâneo por “medo do terrorismo”.

O responsável pelo turismo da região acredita que não são só estes problemas que relançam o Algarve mas também por causa de fatores como “a diferenciação de ofertas e a divulgação do destino”.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Entretanto já oiço falar no aproveitamento do aumento do preço das estadias o que de certo modo irá contrariar a escolha desta região, mas em Portugal é assim, tão depressa que descubram a galinha dos ovos de oiro logo a pensam matar.

RESPONDER

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …

Braço de ferro entre Costistas e Nunistas novamente adiado

O PS voltou a adiar, agora de 31 de Outubro para 7 de Novembro, a reunião da Comissão Nacional que decidirá a orientação do partido face às eleições presidenciais. Fica assim adiado o braço-de-ferro entre …

Cercas sanitárias e recolher obrigatório. Governo avalia novas medidas na próxima semana

O Ministério da Saúde, liderado por Marta Temido, vai voltar a reunir na próxima semana com o Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP), num encontro em que serão discutidas novas medidas para travar a propagação …

Presidenciais EUA. Biden promete vacina gratuita para todos, Trump apela ao voto latino

Joe Biden e Donald Trump continuam em campanha eleitoral para a corrida à Casa Branca, numas eleições que estão agendadas para 3 de novembro. O candidato presidencial democrata Joe Biden prometeu esta sexta-feira que a vacina …

Há 72 concelhos com risco "muito elevado" de contágio. Governo esconde mapas de perigo

O Governo insiste em não divulgar os mapas de perigo com o risco de contágio por coronavírus que foram feitos por peritos da Direcção Geral de Saíde (DGS). Isto numa altura em que o Expresso …

Nuno Melo estuda candidatura à liderança do CDS

O eurodeputado Nuno Melo não excluiu uma candidatura à liderança do CDS, avança este sábado o semanário Expresso. Confrontado pelo jornal, o eurodeputado não excluiu uma eventual candidatura à liderança dos centristas, dizendo apenas que "não …

Testes de diagnóstico já podem ser requisitados através do SNS24

O modelo de requisição de testes de diagnóstico à covid-19 através da linha de saúde 24 começou esta sexta-feira a funcionar, à semelhança dos meses mais complexos de março e abril, avançou a ministra da …

"Turbulência política", desvalorização do "vírus da China" e geopolítica. China, Irão e Rússia destroem Trump

As eleições presidenciais que se vão realizar no próximo dia 3 de novembro nos EUA têm despertado o interesse dos eleitores, mas não só. São vários os países do mundo que estão de olhos postos …

OE2021. Bloco prepara voto contra. PSD só salva proposta se Costa pedir desculpa

O Bloco de Esquerda prepara-se para votar contra o Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, avança este sábado o semanário Expresso. Governo e Bloco de Esquerda tem negociado nos últimos dias a proposta de …

Inscrição perdida contém a chave para o enigma dos esqueletos de Almaçã

Uma inscrição de pedra desaparecida esconde a chave para o mistério dos esqueletos de Almaçã, enterrados debaixo de uma muralha medieval. Em Almaçã, Espanha, onze corpos foram enterrados debaixo de uma enorme muralha de uma vila …