Infraestruturas de Portugal diz que 6,6% da ferrovia necessita de investimento imediato

A ferrovia tem 30,1% da rede em estado considerado ‘Bom’, enquanto 6,6% se encontra num estado ‘insatisfatório’, necessitando, por isso, de ser alvo de investimento imediato, mostram dados da Infraestruturas de Portugal (IP).

A Infraestruturas de Portugal (IP) divulgou, esta sexta-feira, publicamente os indicadores de desempenho do estado da infraestrutura de 2018 nas redes rodoviária e ferroviária que foram apurados com base na atividade regular de inspeção e diagnóstico que a empresa faz às infraestruturas que estão sob a sua gestão.

No caso da rodovia, os indicadores revelam que 21,2% dos ativos analisados (pavimentos e obras de arte) se encontram num estado ‘Bom’, enquanto 60,4% estão em estado ‘Satisfatório’, 15,6% ‘requerem atenção’ e 2,8% se encontram num estado ‘Insatisfatório’.

Esta escala indica a margem de tempo disponível para que determinado ativo seja alvo de intervenção, sendo que o ‘Bom’ sinaliza que o estado é adequado para o longo prazo, ou seja, a necessitar de investimento no horizonte de 10 anos.

Já no caso do estado ‘Satisfatório’ a margem temporal para se ter de avançar com uma intervenção está balizada entre os cinco e os 10 anos, sendo esta até cinco anos quando o estado ‘Requer atenção’ e imediata quando o ativo cai na parte mais baixa da escala (‘Insatisfatório’).

Não sendo possível esta intervenção imediata há soluções temporárias que podem ser usadas, como restrições de peso, limitações de velocidade ou redução de vias, por exemplo.

Na ferrovia, em que são avaliados ativos como a via férrea, as pontes e túneis (obras de arte) sistemas de sinalização ou as catenárias e energia de tração, os resultados indicam que 37,2% da rede é ‘Satisfatória’ e que 26,1% requer atenção, ou seja, a necessitar de investimento nos próximos cinco anos.

Num encontro com jornalistas, em que foram apresentados estes indicadores (que, daqui em diante, passam a ser publicados anualmente), foi sublinhado que estes dados não visam aferir a segurança da rede, servindo antes para indicar a necessidade e priorizar os trabalhos de intervenção.

Ou seja, tal como referiu o presidente da IP, António Laranjo, o facto de um ativo se encontrar em estado ‘Insatisfatório’ não significa que esteja em causa a sua condição de segurança.

Assim, através desta avaliação, a empresa fica dotada de uma ferramenta considerada fundamental para definir as necessidades, estratégia e prioridades que baseiam a construção do plano de investimentos de curto e médio prazo, além de lhe permitir uma maior otimização na gestão dos recursos disponíveis e capacidade de resposta na manutenção.

Os resultados apurados para 2018 para ambas as redes mostram que numa escala de 0 a 8, o indicador de desempenho médio para o conjunto de ativos da ferrovia foi de 4,78 (contra 4,76 em 2017) e que na rodovia foi de 4,87 (4,84 em 2017).

Na ferrovia, o ativo que registou uma percentagem mais elevada de nível ‘Insatisfatório’ foi a Via (15,1%) ainda que tenha melhorado face ao ano anterior e que se espere nova melhoria para 2019, tendo em conta o volume de investimentos que está a ser feito no âmbito do programa Ferrovia 2020.

Sublinhando que estes resultados refletem também o “período difícil” que o país atravessou e as consequências que isso teve no investimento, António Laranjo afirmou, porém, que os indicadores de desempenho registados na ferrovia “não envergonham” por comparação com os observados a nível europeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Plataformas de streaming passam a ter de pagar 1% do seu lucro ao Estado

As plataformas de streaming passam a pagar uma taxa, após a proposta de lei ser aprovada esta sexta-feira, na Assembleia da República. Serviços como a Netflix, a HBO Portugal ou a Disney +, passam a …

Porto 1-0 Gil Vicente | Dupla Shoya-Evanilson embala “dragão”

Difícil, mas justo. O FC Porto recebeu o Gil Vicente numa noite chuvosa no Dragão, dominou claramente até aos 75 minutos – altura em que Zaidu foi expulso – e venceu por 1-0. Um resultado …

O novo recurso da Google encontra qualquer música. Basta cantarolar, assobiar ou cantar

Na semana passada, a gigante tecnológica da Google lançou uma versão atualizada da aplicação que ajuda a encontrar qualquer música que esteja presa na sua cabeça - mas que não saiba o nome. Com a nova …

Pintura de Jacob Lawrence desaparecida há 60 anos foi encontrada em Nova Iorque

Uma visitante do Met, nos Estados Unidos, descobriu o paredeiro do quadro desaparecido de Jacob Lawrence. A mulher associou o quadro a um pendurado na sala de estar dos seus vizinhos, suspeitando que poderia fazer …

Fezes ancestrais ajudam a descobrir como o microbioma afeta a nossa saúde

Um novo estudo, realizado em Israel e na Letónia, analisou fezes ancestrais e comparou-as com o nosso microbioma para tentar descobrir pistas sobre as doenças modernas. A equipa de investigadores, que trabalhou enterrada até aos joelhos …

Santa Clara 1-2 Sporting | “Leão” mostra POTEncial nas ilhas

Ao final da tarde deste sábado, o Sporting venceu o Santa Clara por 2-1, num duelo a contar para a 5ª jornada da Liga NOS que decorreu no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada. …

Robô ultrarrealista pode vir a substituir os golfinhos em cativeiro em parques temáticos

A empresa de engenharia Edge Innovations, com sede em São Francisco, Estados Unidos, projetou e construiu um golfinho-robô que se parece e age quase exatamente como um. Nadando ao redor da piscina enquanto um grupo de …

PCP avisa: Abstenção é “apenas e só” para discutir o OE2021

O secretário-geral do PCP avisou este sábado que a abstenção anunciada pelo partido visa "apenas e só" fazer passar o Orçamento do Estado de 2021 a "outra fase de discussão" e recusou estar garantido um …

Convento medieval encontrado sob parque de estacionamento em Inglaterra

Uma equipa de arqueólogos britânicos encontrou um convento medieval, há muito perdido, debaixo de um parque de estacionamento em Inglaterra. Há muito que os arqueólogos britânicos especulavam sobre a potencial localização de um antigo convento medieval, …

Virgin Galactic leva cientista planetário ao Espaço pela primeira vez

O norte-americano Alan Stern será o primeiro a realizar experiências científicas financiadas pela NASA, a bordo de uma aeronave comercial da empresa espacial privada Virgin Galactic. A NASA revelou a semana passada que o cientista planetário …