/

“Inflação de Putin no Ocidente é uma estupidez”, diz o próprio Putin

5

Anatoly Maltsev/EPA

Vladimir Putin no Fórum Económico Internacional

Presidente da Rússia falou durante mais de uma hora no Fórum Económico Internacional. O mundo “unipolar” terminou, avisou o líder.

Vladimir Putin falou no Fórum Económico Internacional, em São Petersburgo, nesta sexta-feira.

Um discurso que começou mais de uma hora depois do previsto por causa de ciberataques em “grande escala” nos sistemas de computadores da conferência.

O presidente da Rússia avisou que chegou ao fim o “mundo unipolar”, que seria dominado pelos Estados Unidos da América.

“Essa era chegou ao fim. Segue-se uma mudança, um processo natural da História. Os Estados Unidos parecem não perceber que, nas últimas décadas, novos e poderosos centros se formaram e estão cada vez mais a ganhar voz, cada um deles desenvolvendo os seus sistemas políticos e instituições públicas”, alertou.

“Se eles (norte-americanos) são excepcionais, isso significa que todos os outros são de segunda classe”, criticou, acrescentando que, nas relações internacionais, estão a decorrer “alterações tectónicas impossíveis de contornar”.

Por outro lado, quem está a subir é a Rússia, que “se aproxima como um país poderoso e soberano”.

Putin voltou a criticar países do Ocidente e reforçou que o mundo que conhecíamos terminou: “Não podemos apenas sentar-nos e acreditar que tudo será como antes. Isso não vai acontecer”.

“Parece que estas elites governamentais de alguns países ocidentais continuam a optar por ignorar esta questão e voltam novamente a acreditar nos fantasmas do passado. Os nossos homólogos recusam ver a realidade e pensam com base em padrões do passado. Pensam que o resto do mundo é uma zona periférica, que faz parte do seu quintal”, analisou.

As sanções aplicadas nos últimos meses à Rússia, devido à guerra na Ucrânia, foram “absolutamente inconcebíveis” e avisou que quem vai perder mais será a União Europeia: perdas de mais 400 mil milhões de euros no próximo ano.

Ainda sobre números, Vladimir Putin disse que a crise económica global não está relacionada com a guerra, mas sim com gastos excessivos dos Governos ocidentais.

”Todos nós ouvimos falar sobre a chamada inflação de Putin no Ocidente. Quando ouço isso, penso sempre: para quem é esta estupidez? Para quem não sabe ler nem escrever”, respondeu.

Apesar da inflação elevada, que está a causar problemas em muitos países, o presidente da Rússia assegurou que o seu país está disponível para conversar com a Organização das Nações Unidas para tentarem “equilibrar o mercado alimentar” e evitar o “risco de pessoas morrerem de fome”.

Putin falou durante mais de uma hora mas poucas palavras foram sobre a guerra na Ucrânia. Disse apenas que o exército russo vai cumprir “sem falhas” os seus objectivos, elogiou a “coragem e o heroísmo” dos soldados russos e repetiu que foi “obrigado” a iniciar esta operação “justa” por causa da segurança da Rússia e do Donbas.

  ZAP //

5 Comments

    • Razão psicótica ou psicopata? Se estamos ruim com comando norte-americano, pior fica com comando russo. Ambos são beligerantes, estúpidos, cínicos. Os métodos é que são distintos. Prefiro o estilo chinês, por motivos óbvios, comerciais.

    • Pois tem; agora o mundo não é unipolar e dívide-se entre democracias e ditaduras/estados terroristas – como a Rússia!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.