Índia vai construir 3.000 quilómetros de muros ao longo das ferrovias para evitar mortes

O Governo indiano quer construir mais de três mil quilómetros de muros – barreiras de cimento com cerca de 2,7 metros de altura – ao longo das vias férreas que atravessam zonas residenciais.

A Índia planeia construir mais de três mil quilómetros de muros ao longo das ferrovias numa tentativa de reduzir as dezenas de milhares de mortes provocadas por atropelamentos por comboios.

O Governo indiano informou que irá construir uma barreira de cimento com 2,7 metros de altura ao longo das vias férreas que atravessam zonas residenciais, adianta o jornal britânico The Guardian.

Segundo o The Indian Express, a decisão foi tomada pelo Ministério das Ferrovias após a recente tragédia no Punjab, em que 61 pessoas morreram atropeladas por um comboio, durante a celebração do festival hindu de Dusshera.

De acordo com os dados oficiais do Governo, nos últimos três anos morreram mais de 49 mil pessoas em acidentes deste tipo. As autoridades indianas especulam ainda que muitas das vítimas mortais poderiam estar distraídas com os seus telemóveis na hora do acidente.

Na Índia, os comboios são um meio de transporte vital. Diariamente, circulam 12 mil composições, transportando mais do dobro da população portuguesa: 23 milhões de passageiros.

No entanto, apesar de crucial, é uma rede muito problemática. Só no ano de 2015, morreram 33.700 pessoas vítimas de acidentes ferroviários. Segundo o diário, muitas delas morrera por quedas de composições a abarrotar ou sendo atingidas por outros comboios enquanto viajavam no exterior das carruagens.

Aliás, só na rede que serve a cidade de Mumbai morreram nos últimos cinco anos mais de 18 mil pessoas.

Em 2012, um relatório do Governo indiano classificou este problema de “massacre“. Ainda assim, o Governo relativizou o problema, adiantando que o número de mortes é proporcional à dimensão da rede e do número de utilizadores.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Suécia pondera alterar estratégia e aplicar medidas mais drásticas em Estocolmo

Depois de um grande aumento de casos na capital do país durante a última semana, as autoridades suecas ponderam alterar toda a sua estratégia de combate à pandemia e adotar novas medidas. A Europa foi considerada …

"O PS não se pode calar." Líder parlamentar promete combate à extrema-direita

Para a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, os tempos atuais "não estão para brincadeiras ou para aventureirismos". A líder parlamentar do PS prometeu, esta terça-feira, o combate político aos "populismos" oriundos de correntes de …

"Nem fria, nem quente." China não quer nenhuma guerra

O Presidente chinês, Xi Jinping, assegurou que o país não quer nenhuma guerra e acredita que "a Humanidade vencerá a batalha" da covid-19. Xi Jinping assegurou, esta terça-feira, que a China não quer nenhuma guerra “nem …

Pegadas com 120 mil anos mostram como é que os humanos saíram de África

Uma equipa de investigadores encontrou centenas de pegadas na Arábia Saudita que podem retratar como é que os antigos humanos saíram de África para a Eurásia. Há cerca de 120 mil anos, naquilo que hoje é …

Nélson Semedo oficializado no Wolves de Nuno Espírito Santo

O Wolverhampton oficializou esta quarta-feira nas redes sociais a contratação do português Nélson Semedo, que terminou o vínculo com o Barcelona. Depois de três épocas ao serviço da equipa catalã, o jogador de 26 anos …

Líder da JSD propõe aliança entre PSD, CDS e IL nas autárquicas de 2021

O líder da JSD, Alexandre Poço, apelou aos presidentes do PSD, CDS-PP e Iniciativa Liberal para um acordo de centro-direita nas eleições autárquicas de 2021, sublinhando que o debate político está cada vez mais …

Jota não entra nas contas de Jesus. Florentino cada vez mais perto do Mónaco

Diogo Jota e Florentino Luís devem deixar a Luz nesta temporada por empréstimo, segundo escreve a imprensa desportiva esta quarta-feira. Jota deverá em breve deixar o Benfica e rumar a Inglaterra por empréstimo, avança o …

Se o próximo Orçamento for "mais do mesmo", PCP vota contra

Se o próximo Orçamento do Estado for mais do mesmo, Jerónimo de Sousa garante que o PCP vai votar contra. Esta manhã, em entrevista à Antena 1, Jerónimo de Sousa admitiu que o PCP poderá votar …

Cientistas desenvolvem adesivo para verificar (sem dor) níveis de glicose

Cientistas desenvolveram um sensor que dizem poder penetrar a pele, sem dor associada, para conduzir testes de diagnóstico para condições de saúde como pré-diabetes. De acordo com o site Science Alert, a equipa de cientistas investigou …

Governo está "preparado" para estender moratórias (e não só)

Esta terça-feira, em entrevista à TVI, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital disse que o Governo está "preparado para estender as moratórias bancárias" e lançar novas linhas de crédito. Pedro Siza Vieira, …