Índia pode atingir os 600 milhões de casos de covid-19 em fevereiro, dizem especialistas

Mais de 600 milhões de indianos, mais da metade da população do país, provavelmente serão infetados com o novo coronavírus até fevereiro de 2021, segundo um painel de especialistas que aconselha o Governo do país.

Segundo anunciou na terça-feira o Independent, esta estimativa, divulgada na terça-feira, surge no mesmo dia em que o primeiro-ministro, Narendra Modi, discursou à nação, apontando a baixa taxa de mortalidade do país como a evidência de que “a Índia está a sair-se melhor do que muitos outros países desenvolvidos” no combate à pandemia.

A Índia já registou mais de 7,5 milhões de casos de covid-19 e cerca de 115 mil mortes, ficando apenas atrás dos Estados Unidos (EUA), país com 8,06 milhões de casos e mais de 218 mil mortes.

De acordo com o último modelo matemático desenvolvido pelos especialistas, cerca de 30% dos 1,3 mil milhões de habitantes do país têm anticorpos, o que significa que foram infetados e já recuperaram. Esta projeção é baseada em dados oficiais, validados por funcionários de saúde do país.

“Em fevereiro de 2021”, o número de pessoas infetadas “poderá chegar a 50%”, disse ao Independent a professora Manindra Agrawal, membro do painel de especialistas.

Os especialistas receiam que a atual temporada de festivais possa levar a um aumento nos casos. Nas próximas semanas, decorrem no país algumas maiores celebrações religiosas na Índia, incluindo as comemorações hindus de Diwali e Navratri.

Sem criticar diretamente as reuniões religiosas, Narendra Modi advertiu: “Estamos a passar por um momento difícil. Um pouco de descuido pode dificultar a nossa luta contra o coronavírus”. “Percorremos um longo caminho na nossa luta contra a covid-19. Mas a luta não acabou. Este não é o momento para ser descuidado”, frisou.

Manindra Agrawal citou os países europeus, nos quais a negligência em seguir as recomendações resultou num aumento de casos.

“A parte preocupante é que, se voltarmos ao que vivemos em janeiro de 2020, o número de casos da covid-19 aumentará para 25 milhões num mês”, sublinhou. Um aumento tão rápido levaria o sistema de saúde a “desmoronar”, alertou.

A previsão dos especialistas não tem em consideração uma potencial vacina, que o ministro da Saúde, Harsh Vardhan, disse que poderia estar disponível no início de 2021. Contudo, para Manindra Agrawal, “até que esses detalhes sejam claros, não faz sentido olharmos para esses fatores”.

O ministério da Saúde indiano indicou que, dos 7,59 milhões de casos, cerca de 6,7 milhões já recuperaram, tendo o número de novas infeções diárias caído nas últimas semanas, após um pico de cerca de 90 mil em setembro. Na terça-feira, os novos casos caíram para menos de 50 mil pela primeira vez em três meses.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jornalistas insultados e ameaçados em jantar-comício de Ventura (sem distanciamento)

Jornalistas foram vaiados, insultados e até ameaçados num jantar-comício do Chega, este domingo. O evento não cumpriu o distanciamento social, reunindo 170 pessoas num sala com 450 metros quadrados. No domingo, no Campo de São Mamede, …

Athletic Bilbao vence Barcelona e conquista Supertaça. Messi expulso após agressão

O Athletic Bilbao ergueu a sua terceira Supertaça de futebol de Espanha, ao vencer 3-2 no prolongamento o FC Barcelona, após 2-2 no final do tempo regulamentar, na final disputada no Estádio Olímpico de Sevilha. Depois …

Regionalização, um "poema de um calceteiro" e (mais) críticas a Marcelo. O último debate presidencial

Os candidatos presidenciais juntaram-se em mais um debate conjunto antes das eleições. Falou-se da ausência de Ventura, regionalização, justiça e até jardinagem. O primeiro tema a marcar o debate das rádios foram as medidas de confinamento …

Em plena pandemia, houve cinco setores que conseguiram faturar mais do que em 2019

Apesar de a pandemia ter levado muitos setores da economia para os piores resultados de sempre, nem todos perderam faturação durante os meses de março a novembro da crise sanitária, algum conseguiram mesmo aumentar. Neste sentido, …

Pesadelo de Özil no Arsenal chega ao fim com transferência para o Fenerbahçe

O futebolista alemão Mesut Özil, dos ingleses do Arsenal, confirmou que vai assinar pelos turcos do Fenerbahçe, depois de vários meses sem jogar pelos 'gunners'. "Estou muito feliz e muito animado, por Deus me ter dado …

Palácio mais antigo da China é descoberto perto de antiga capital. Tem mais de 5000 anos

Um Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas da China, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem atualmente cerca de 5.300 …

"Há exceções a mais". Marques Mendes defende que Governo deve reavaliar medidas de confinamento

No seu habitual espaço de comentário na SIC, no domingo à noite, Luís Marques Mendes falou sobre as novas medidas de confinanento e das eleições presidenciais. Depois de uma semana a bater recordes em números de …

O cenário "é de guerra" e o medo é de a perder. Temido admite que "estamos muito próximos do limite"

Após uma visita ao Hospital Garcia de Orta, que alertava no sábado para um "cenário de pré-catástrofe", Marta Temido admitiu que o Serviço Nacional de Saúde, os operadores sociais e privados estão em "extremo sobreesforço". Marta …

Discutir sobre temas controversos requer mais atividade cerebral do que concordar

Uma nova investigação da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, confirmou aquilo que o senso comum já vaticinava: discutir sobre temas controversos requer muito mais atividade cerebral do que simplesmente concordar. De acordo com a nova …

Estado de emergência vai manter-se até março. Marcelo admite confinar mais o país

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve este domingo no Hospital Santa Maria, em Lisboa, onde admitiu confinar mais o país devido à pressão nos hospitais. Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa, …