IMT não fiscalizou estrada que ruiu em Borba. Responsabilidade passou para a Câmara em 2005

Stringer / EPA

O aluimento em Borba fez, pelo menos, duas vítimas mortais e três desaparecidos

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), entidade responsável pela fiscalização das estradas nacionais, não fiscalizou a estrada que esta segunda-feira ruiu em Borba, distrito de Évora, fazendo, pelo menos, dois mortos. 

Segundo apurou o jornal Público, a entidade reguladora não procedeu à fiscalização uma vez que o troço em causa da Estrada Nacional 255 foi desclassificado da rede rodoviária nacional, sendo agora uma estrada municipal. Por esse motivo, justificou o IMT ao diário, o troço está “fora da sua esfera de atribuições“.

“As atribuições do IMT em matéria de infra-estruturas rodoviárias restringem-se à esfera de atuação da administração central do Estado, abrangendo portanto a Rede Rodoviária Nacional (RRN) e outras estradas sob jurisdição da Infra-estruturas de Portugal (…) e não abrangem a rede rodoviária municipal”, explicou o instituto em declarações ao matutino.

Neste sentido, e a partir do momento em que a EN255 é desclassificada, a estrada passa para a alçada da Câmara Municipal de Borba, que ficou – desde 2005 – responsável pela sua gestão, fiscalização e conservação.

Por estar fora do seu campo de atuação, explica ainda o IMT também “não recebeu qualquer denúncia ou manifestação de preocupação acerca do perigo em que se encontraria tal troço”.

A IP, que várias vezes é chamada pelos municípios para fazer ações de inspeção em algumas rodovias, sobretudo para verificar o estado de alguma obras, incluindo pontes e viadutos, nunca foi chamada para Borba, nota o Público.

O troço da EN255 foi desclassificado da rede rodoviária nacional em 2005, altura em que o próprio IMT não existia com a atual configuração. A partir desse ano, passou a ser a variante que então foi construída na zona a passar para a responsabilidade da IP, enquanto o município ficou com e estrada antiga, conhecida como “a estrada das pedreiras”.

O aluimento de terras neste troço de Borba fez, pelo menos, duas vítimas mortais e três desaparecidos, podendo, por isso, o número de mortos aumentar.

As operações de resgate continuam e podem levar dias até estarem finalizadas. Às 12h15 desta quinta-feira-feira, e de acordo com a Proteção Civil, o teatro de operações contava com 91 operacionais e 40 veículos das autoridades.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Os mortos e os seus familiares querem lá saber quem é o responsável, para os portugueses são os politicos que são os responsáveis. É só asneiras, inercia, irresponsabilidade umas atrás das outras e NINGUEM É RESPONSABILIZADO, quando digo ninguém não é o Estado Portugues mas sim os politicos de meia tijela que estão á frente do país e das instituições. Querem descentralizar quando nos pontos que estão descentralizados é aquilo que se vê. Enquanto os politicos/governantes não forem CONDENADOS por estes CRIMES NADA vai MUDAR.

  2. É triste o que acontecem Borba, foi a uma segunda feira, se fosse no Domingo dia anterior, seriam dezena de mortes, foi oque aconteceu em entre os Rios.Não esquecer que todos os dias passavam autocarros co crianças.Toda a Camara de Borba, devia de ser demitida, não esquecer de que a Camara de Vila Viçosa, também tem culpas no cartório, porque muitos moradores, utilizavam a Estrada para Elvas e Estremoz.Incompetentes, desleixados e corruptos, são os nomes a atribuir a estes Autarcas da Treta.Tenham vergonha demitam-se e deviam ser julgados em tribunal.

  3. podiam ter convidado o meu neto para ajudar nas investigações, este viu na televisão e descobriu logo que a estrada tinha caído porque ninguém é responsável por nada neste país? se fosse para aplicar coimas para o pessoal pagar seria bonito, todas as autoridades estariam a fiscalizar aquela e outras estradas ?
    a população que passava todos os dias por ali, nunca recebeu qualquer informação do perigo que corriam, agora todo o mundo ficou a saber que afinal havia muitos técnicos a opinar sobre o estado da estrada, claro isto é Portugal, onde até viver é perigoso e no caso de morrer também podemos dizer que este era o nosso destino?

  4. Nesta e outras Estradas/Caminhos com sinalização deficiente, buracos até dizer chega, como é normal neste País. devia faltar o Certificado Energético. ???
    Os automóveis tem vistoria anualmente.
    Os alvarás são renovados periodicamente.
    As vistorias são feitas por novas tecnologias via satélite ou Drones, e raramente feitas fisicamente, a não ser estar a espera de algum suborno.

  5. Aqueles que entraram na Academia de Alcochete para dar uns socos nos jogadores estão actualmente e bem atrás das grades, aqueles que por total desinteresse público e irresponsabilidade total ignoram o perigo de uma estrada durante anos sobre uma armadilha aos olhos de todos e que provocou a morte a pelo menos cinco pessoas que poderiam ser muito mais, estão em liberdade, afinal o que é necessário para se considerar crime? De facto a vida de uma pessoa vale muito pouco!.

RESPONDER

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …

"Árvores dinossauro". Bombeiros australianos conseguiram salvar floresta pré-histórica

Os bombeiros australianos conseguiram salvar dos incêndios uma floresta com árvores pré-históricas localizada no sudeste do país, anunciou o Governo. Em causa estão árvores da espécie Wollemia nobilis, vulgarmente conhecidas como Pinheiro de Wollemi, que se …

Príncipe Harry e Meghan renunciam aos títulos da realeza

O Palácio de Buckingham anunciou, este sábado, um acordo em que o príncipe Harry e a sua mulher renunciaram aos respetivos títulos, abandonando os deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido e …

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …