Impeachment jogou-se fora do Congresso. Trump acusado de intimidar testemunha no Twitter

Andrew Harrer / EPA

Donald Trump foi acusado de intimidar Marie Yovanovitch, a testemunha principal daquele que foi o segundo dia de audiências do processo de Impeachment ao presidente norte-americano.

Esta sexta-feira marcou o segundo dia do Impeachment do presidente norte-americano Donald Trump. A audição no congresso, que contou com a testemunha Marie Yovanovitch, ex-embaixadora na Ucrânia afastada por Trump, acabou por não ser o centro das atenções. Fora de “campo”, Trump ia reagindo no Twitter e foi acusado de intimidação da testemunha.

Onde quer que a Marie Yovanovitch vá as coisas correm mal. Ela começou na Somália e como é que isso ficou? Depois avancem para a Ucrânia, onde o novo Presidente ucraniano me disse mal dela no segundo telefonema que tivemos”, começou por escrever Trump no Twitter.

O presidente do Comité, o democrata Adam Schiff, tomou atenção aos tweets que iam sendo publicados e confrontou Yovanovitch com eles. Em resposta, a antiga embaixadora disse que não tinha o poder necessário para fazer com que as coisas corressem mal noutros países.

Schiff realçou ainda que estes tweets de Trump poderão ser considerados como uma forma de intimidação da testemunha. “Quero que saiba, embaixadora, que alguns de nós aqui consideram a intimidação de testemunhas um assunto muito sério“, disse, citado pelo DN. Por sua vez, Yovanovitch disse que o ataque do presidente norte-americano nas redes sociais é “muito intimidador”.

“Pessoas inocentes não fazem isto”, disse Eric Swalwell, democrata e membro da Comissão de Serviços Secretos. Swalwell realçou que o ataque de Trump pode até integrar a acusação no processo de destituição do presidente.

Em defesa de Trump, o deputado republicano Jim Jordan explica que o tweet não teve influência nas declarações de Yovanovitch, já que a ex-embaixadora só teve conhecimento durante a audição no Congresso, quando Schiff lhe disse.

Yovanovitch garante estar a ser alvo de uma campanha para a descredibilizar e disse que Trump contou com a ajuda dos ucranianos, contratados pelo seu advogado Rudolph Giuliani, na campanha difamatória que referiu.

Durante a audição, o republicano Devin Nunes leu um memorando divulgado pela Casa Branca, que resume a primeira conversa telefónica entre Trump e o presidente ucraniano. Na sua perspetiva, o memorando mostra que Donald Trump não fez nada de errado e nunca quis pressionar Zelensky para investigar a família Biden.

Devin Nunes deixou ainda duras críticas a Marie Yovanovitch, pela sua “performance”.  “Esteve lá em baixo nas salas dos depoimentos secretos, foi aprovada. E quero felicitá-la pela sua performance hoje também”, atirou.

Além disso, garante que a antiga embaixadora não foi uma testemunha direta dos alegados crimes de Trump. “Não tenho a certeza do que faz a embaixadora aqui hoje”, disse Nunes, citado pelo Observador.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Reino Unido. Variante indiana é “preocupante“ e já infetou idosos vacinados

No Reino Unido, já foram encontradas 48 cadeias de transmissão da variante indiana e sabe-se que há transmissão comunitária. A Public Health England classifica esta variante como “preocupante”. A direção geral de saúde de Inglaterra (PHE …

Petição para cancelar Jogos Olímpicos conta já com 200 mil assinaturas

Uma petição 'online' a pedir o cancelamento dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 devido à pandemia da covid-19 ultrapassou esta sexta-feira as 200 mil assinaturas, avançou a agência Lusa. A campanha, lançada na quarta-feira pelo advogado e ativista …

“Não queremos estragar a nossa joia da coroa“. Governo pode limitar acesso da Peneda-Gerês

O Secretário de Estado da Conservação da Natureza concorda com os autarcas, sobre o impacto positivo do turismo para as populações, mas nota que o sucesso do PNPG não pode pôr em causa os valores …

Fome e seca levam milhares de angolanos a fugirem para a Namíbia

A fome provocada pela seca extrema na província de Cunene, no sul de Angola, está a levar milhares de pessoas a fugir para a Namíbia. "A estiagem provocou a rutura de 'stocks' alimentares das comunidades e …

Governo britânico confirma Portugal na “lista verde” de viagens. Preço das viagens disparou

Portugal vai estar na “lista verde” de países considerados seguros para viajar e isentos de quarentena na chegada a Inglaterra a partir de 17 de maio, anunciou hoje o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps. Portugal …

Nova Zelândia vai proteger fiorde emblemático de turismo de massas

O Governo da Nova Zelândia anunciou que vai proteger do turismo de massas a paisagem natural do icónico fiorde Milford Sound-Piopiotahi, património mundial na ilha do Sul. O turismo em Milford Sound-Piopiotahi, considerado um dos principais …

Autárquicas são ensaio para o CDS. Nas legislativas, partido pode ser o "PEV do PSD"

Com o CDS a afundar nas sondagens, as legislativas já estão no campo de visão. As autárquicas que se avizinham vão ser um ensaio para os centristas: e se uns dizem que não, os críticos …

“O cenário é caótico“. Greve do SEF provoca ajuntamentos no Aeroporto de Lisboa e Porto

A greve convocada pelo sindicato do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) a decorrer esta sexta-feira está a provocar grandes ajuntamentos nos principais aeroportos do país. A greve de inspetores e funcionários do Serviço de Estrangeiros …

TAP no fim da lista de credores em caso de insolvência da Groundforce

A tensão entre a companhia aérea e a empresa de handling voltou a colocar o cenário de insolvência em cima da mesa. Mas isso pode vir a revelar-se um "calvário" para a TAP. De acordo com …

Governo propõe juízes diferentes nas fases de inquérito e instrução

O Governo enviou uma proposta de lei enviada ao Parlamento que prevê que o magistrado que acompanha uma investigação não possa continuar a intervir no processo após a acusação. O objetivo do Governo, de acordo com …