Impeachment na Dinamarca. Ex-ministra vai ser julgada por ter separado casais de refugiados menores

A ex-ministra da Imigração da Dinamarca Inger Stojberg, conhecida pela sua postura rígida nessa função, está a enfrentar um julgamento de impeachment por ordenar ilegalmente a separação de casais menores de idade que procuram asilo.

De acordo com a agência Reuters, a política de centro-direita, que foi ministra entre 2015 e 2019, disse que o objetivo de separar casais menores de idade que procuram asilo era erradicar os casamentos infantis.

No julgamento de impeachment, que seria apenas o sexto da Dinamarca em mais de 170 anos e o primeiro desde 1995, Inger Stojberg é acusada de violar intencionalmente a lei em 2016 ao ordenar a separação de casais refugiados menores de idade.

Uma maioria no parlamento na quinta-feira expressou apoio a um impeachment, incluindo o seu próprio Partido Liberal, mas a decisão aguarda a aprovação final.

Na última década, a Dinamarca ganhou notoriedade pelas suas políticas de imigração de linha dura, como permitir que as autoridades confiscassem jóias de requerentes de asilo e dissuadir refugiados do Médio Oriente através de anúncios em jornais de seus países.

Stojberg também estava por trás de um plano para manter criminosos estrangeiros que poderiam ser deportados para uma pequena ilha, embora o plano tenha sido posteriormente abandonado pelo atual Governo.

O caso começou quando, em 2016, um casal sírio se queixou ao ombudsman dinamarquês – cargo profissional com a função de receber críticas, sugestões e reclamações de usuários e consumidores -, depois de terem sido colocados em centros de asilo separados. Stojberg negou repetidamente ter dado qualquer ordem ilegal e disse que queria proteger as meninas menores de idade.

De acordo com a legislação dinamarquesa e de direitos humanos, cada casal deve ser avaliado individualmente, o que implica que a ordem da ministra para separar todos os casais menores de idade era ilegal. No total, 23 casais foram separados.

Uma investigação sobre o caso, também conhecido como “caso de noiva infantil”, concluiu em dezembro que a ordem de separar indiscriminadamente todos os casais menores era “claramente ilegal” e uma violação dos direitos humanos.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Devido ao sucesso da vacinação, Israel põe fim à obrigatoriedade de uso de máscara no exterior

As autoridades israelitas anunciaram hoje que a partir do próximo domingo acabará a obrigatoriedade de uso de máscara no exterior, medida no quadro do levantamento progressivo das restrições ligadas à pandemia de covid-19. Na primavera de …

A rainha Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal (mas novos documentos põem fim aos mitos)

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por lavar-se pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a viagem …

Instagram testa opção que permite ocultar ou mostrar o número de likes

O Instagram vai começar a testar uma nova opção que dá aos seus utilizadores a possibilidade de esconder os likes recebidos nas publicações. Em 2019, a empresa começou por forçar esta mudança, aplicando-a a alguns utilizadores …

Atlético de Madrid: o que aconteceu a João Félix e companhia?

Equipa de Diego Simeone tinha vantagem confortável sobre os dois maiores rivais e, em pouco tempo, só ganhou metade dos pontos que poderia ter ganhado. Ainda lidera mas tem três adversários muito perto. Em Portugal, no …

EUA impõe novas sanções e expulsam dez diplomatas russos. Moscovo promete resposta “inevitável”

O Governo dos EUA anunciou hoje novas sanções financeiras contra a Rússia e a expulsão de 10 diplomatas russos, em resposta a recentes ataques cibernéticos e à interferência na eleição presidencial de 2020 atribuída a …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e substituir baterias

Os investigadores descobriram uma maneira inovadora de explorar a capacidade das redes 5G, transformando-as numa “rede elétrica sem fios” de modo a alimentar dispositivos de Internet das Coisas (IoT) que precisam de baterias para funcionar. Os …

Itália vai enviar réplica de David de Michelangelo para o Dubai

No final de abril, Itália vai enviar uma réplica em tamanho real do famoso David de Michelangelo, feita com impressoras 3D, para a Exposição Universal do Dubai, que se irá realizar de 1 de outubro …

China pede a membro do Governo japonês que beba água de Fukushima

O Japão garante que a água de Fukushima que vai despejar no Pacífico não representa nenhum perigo para a saúde e pode até ser consumida. Para o provar a China pediu a um oficial japonês …

Emirados Árabes Unidos anunciaram a primeira mulher astronauta da história do país

Nora Al-Matrooshi é a primeira mulher astronauta dos Emirados. A contratação é vista como um marco histórico para os Emirados Árabes Unidos. Nora foi escolhida para o programa Sheik Mohammed. Os Emirados Árabes Unidos contrataram a …

Investigação sobre cultivo de células humanas em macacos é "mais um passo" para compreender doenças

Investigadores de instituições chinesas e norte-americanas conseguiram integrar células humanas em embriões de macacos, um avanço na pesquisa biomédica sobre determinadas doenças e transplante de órgãos, defende um estudo hoje divulgado. "Um objetivo importante da biologia …