Ilha italiana torna-se “covid-free” e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de Capri, em Itália, que se considera segura para viajantes por já ter grande parte da população vacinada.

Em Itália, onde o turismo representa cerca de 13% do PIB, de acordo com dados do governo, uma ilha mostra estar muito à frente no que diz respeito ao combate à covid-19, tornando-se assim perto de ser “covid-free”.

Capri, que se localiza no Golfo de Nápoles, é conhecida por ser visitada por turistas com grande poder económico, por isso passar férias neste pequeno paraíso pode não ser para qualquer bolso.

Contudo, este ano o objetivo é chamar o maior número de visitantes possível e, para isso, as autoridades políticas têm feito um esforço para vacinar a maior parte da população.

No fim de semana passado, o governador da região da Campânia, Vincenzo De Luca, anunciou que o programa de vacinação estava quase concluído, o que poderá tornar a ilha “covid-free”.

“Estamos a preparar-nos para receber milhões de turistas e impedir que estes vão para Espanha ou para a Grécia”, referiu De Luca num discurso.

Por sua vez, o governador de Capri, Marino Lembo, disse à CNN que dos 15 mil habitantes, 80% já receberam a primeira dose da vacina.

Outro dos objetivos de vacinação é que, até ao final desta semana, todos os trabalhadores do setor de turismo que vivem fora da ilha, mas que viajam regularmente para lá, também sejam vacinados.

“É uma mensagem muito forte que enviamos para todo o mundo – todos podem vir aqui com total segurança”, assegurou Lembo.

Em 2020, o setor turístico de Capri teve uma queda de 70% na faturação graças à pandemia, escreve a CNN. Este é um número avassalador para um destino que depende sobretudo do turismo para sobreviver.

Contudo, este ano as autoridades acreditam que a ilha tem muito a oferecer, sem nunca esquecer o distanciamento social.

“Além dos lugares mais conhecidos e da famosa piazzetta onde todos se encontram, Capri oferece trilhas naturais fantásticas adequadas à pandemia”, revela Ludovica Di Meglio, chefe do departamento de turismo daquela ilha.

Mas Capri não é a única ilha a intensificar a sua campanha de vacinação antes do verão. A sua vizinha no Golfo de Nápoles, Procida – que será a Capital Italiana da Cultura em 2022 – já completou todas as vacinações vários dias antes de Capri.

Itália tem aproximadamente 30 pequenas ilhas que passam de relativamente desabitadas a pontos turísticos todos os verões.

A maioria tem cuidados de saúde limitados e o governo italiano autorizou planos de vacinação em massa, situação que causou alguma indignação a outros destinos turísticos, como é o caso de Veneza, Florença e Cinque Terre que não têm prioridade na vacinação.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …

Advogados repudiam declarações de Cabrita sobre agendamentos do SEF

Um grupo de advogados repudiou as declarações do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que atribuem a um escritório de advogados a responsabilidade pelo mau funcionamento do sistema de agendamentos para atribuição de vistos de …

Fundo Azul só aplicou um quarto do orçamento desde 2016

O Fundo Azul tem tido um orçamento anual de 13 milhões de euros nos últimos cinco anos, mas não tem gasto três quartos desde 2016. Em cinco anos, o Fundo Azul entregou apenas 17 milhões de …

Polónia 1-2 Eslováquia | Paulo Sousa surpreendido no arranque

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, entrou hoje da pior forma no Euro2020, ao perder por 2-1 com a Eslováquia, em encontro do Grupo E, disputado em São Petersburgo, na Rússia. O guarda-redes Wojciech …