Hungria quer contratar estrangeiros (desde que respeitem os valores do país)

Európa Pont / Flickr

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban

A Hungria perdeu mais de 350 mil jovens nos últimos anos, que fugiram dos baixos salários, e agora quer recrutar trabalhadores estrangeiros – desde que respeitem os valores do país.

De acordo com o jornal El País, o governo húngaro quer contratar trabalhadores para fazer frente à grande vaga de emigração registada após a entrada do país na União Europeia, mas têm de ser cristãos e respeitar os valores da sociedade.

Recentemente, o ministro da economia húngaro Mihály Varga reconheceu que o país tinha falta de trabalhadores, mas alegou que a oferta de emprego apenas deveria ser permitida aos estrangeiros com semelhanças “culturais e históricas” às da Hungria.

O governo salienta que a “identidade” e os “valores cristãos” na Hungria devem ser preservados.

Várias empresas do país estão a recrutar funcionários estrangeiros, depois de milhares de jovens terem abandonado a Hungria à procura de melhores condições laborais, como um salário acima dos 580 euros que correspondem ao atual salário mínimo.

O governo criou uma campanha para “recuperar” os jovens que emigraram, mas apenas 105 regressaram e a iniciativa fracassou, depois de ter custado aos cofres do estado mais de 400 mil euros.

No último domingo, o país realizou um referendo sobre o plano de relocalização dos migrantes entre os Estados-membros da União Europeia.

Os húngaros foram chamados a responder à seguinte pergunta: “Querem que a União Europeia tenha o poder de decretar a relocalização obrigatória de cidadãos não-húngaros na Hungria sem a aprovação do Parlamento húngaro?”, e venceu o “não”.

No entanto, como menos de 50% dos cidadãos participaram na votação, o referendo foi inválido.

Para o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, o referendo foi uma vitória, uma vez que não interessava a taxa de participação mas a vitória do “não”.

BZR, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Liderada por um primeiro ministro neo – fascista, a Hungria volta lentamente aos “velhos tempos” em que foi, com orgulho e empenho, um aliado convicto e obediente dos nazis e o partido da Cruz Flechada praticou atrocidades e crimes que em nada ficaram atrás da gestapo alemã, numa tentativa de ter um país “branco e cristão”. Mais um abcesso cheio de pus e de ódio a crescer no seio da Europa, com o beneplácito de uma comunidade europeia que politicamente se encontra estagnada com uma liderança fraca e sem rumo.

  2. Pensar que um país de Leste tem um salário minimo superior ao de um país ocidental, com uma filosofia capitalista, como o nosso, é surreal mas, afinal, é mesmo verdade.
    Não concordo com o “têm de ser cristãos” mas concordo com o “têm de respeitar os valores da sociedade” em que se inserem.
    Os refugiados, de um modo geral, trouxeram à UE um problema grave de integração ( porque nào sabem interpretar correctamente a palavra “tolerância” ), visto que nos seus países de origem, pura e simplesmente, o valor da “TOLERANCIA” é coisa que não existe nem nunca lhes foi ensinado. Esta ” abertura” de alguns países europeus, como a alemanha e a holanda (esses sim assentes, ainda hoje, numa filosofia fascista) não serve para os integrar, serve apenas para os explorar, na mão de obra mais barata, que é “contagiosa” aos nativos.
    Concordo com o governo hungaro, ser tolerante é permitir e dar tempo a que outros povos se possam adaptar às nossas culturas e principios, sem contudo abdicarem das suas crenças, da sua Fé, dos seus valores. Ser tolerante NÃO SIGNIFICA, abdicarmos, na “nossa casa”, da nossa cultura, dos nossos valores, crenças ou Fé.

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …