Huawei rejeita acordo por violação de patente de inventor português e avança para tribunal

(dr) Rui Pedro Oliveira / Facebook

O empresário português, Rui Pedro Oliveira.

A fabricante chinesa de telemóveis rejeitou um acordo entre a empresa e o inventor português Rui Pedro Oliveira, após acusações de violação de patente. O caso segue agora para tribunal nos Estados Unidos.

Quando, em 2014, Rui Pedro Oliveira tentou vender o seu protótipo de uma lente acoplável e patenteada à Huawei não esperava que o caso viesse a dar tantas voltas. Na altura, as negociações não deram certo e a empresa chinesa acabou por não avançar com a compra.

Três anos depois, para surpresa do inventor português, a Huawei lançou um produto idêntico, que na opinião de Rui Pedro viola a patente registada. O empresário quis levar o caso para tribunal e até vendeu a sua casa para processar a marca asiática.

Agora, a Huawei não se mostrou flexível e rejeitou fazer um acordo com o inventor português, seguindo assim com o caso para julgamento na justiça norte-americana. A fabricante de telemóveis pediu à justiça dos Estados Unidos que declare que a empresa não violou a patente da câmara do português.

De roubado passo a traído e a acusado“, disse Rui Pedro Oliveira em declarações ao Público quando soube a decisão da Huawei. Inicialmente, a empresa até tinha mostrado indícios de querer resolver as diferenças com o português através de um acordo. Isto porque a Huawei, segundo escreve o matutino, tinha nomeado um interlocutor para as conversações com Rui Pedro.

O escolhido foi Steven Geiszler, um dos melhores especialistas em matérias de propriedade intelectual no estado do Texas. Geiszler esteve em negociações com o advogado do empresário português, George Neuner, até ao dia 26 de março.

A ideia seria chegar um acordo entre as duas partes, mas tal não se chegou a concretizar. “Uma vez que esta disputa legal não pode ser resolvida entre as partes por intermédio de uma negociação amigável, a Huawei recorreu a um tribunal dos Estados Unidos”, disse a empresa em comunicado citado pelo Público.

O empresário natural do Porto exigia uma indemnização monetária da Huawei. O montante não foi revelado, mas Rui Pedro acredita que era um valor justo para compensar os custos que teve, desde a criação da lente, à prospeção de mercado e aos custos legais de obtenção de patentes nos Estados Unidos.

A empresa “nega as alegações feitas por Rui Pedro Oliveira” e ameaçou processá-lo, defendendo que “é uma das empresas que em todo o mundo mais investe em Investigação e Desenvolvimento”. O caso será agora julgado no estado do Texas, pelo juiz Amos Mazzant. A Huawei diz que houve ameaças “expressas ou implícitas” de “lesar a reputação da Huawei USA na imprensa”, a não ser que esta pagasse ao empresário.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pra mim a HUAWEI ACABOU…
    Nem que seja a unica marca à face da terra!
    Selvagens, tanto querem que conseguiram denegrir a imagem da empresa junto da opinião publica.

  2. Infelizmente não é o único caso ! Esta marca esteve e está envolvida em muitas outras questões relacionadas com utilização indevida de patentes e dados que não lhe pertencem.
    Vitimas: PanOptis, Cisco, MPEG, SolarEdge, Motorola !
    Em Novembro do ano passado a autoridades Canadianas prenderam a CFO da Huawei em face de algumas acusações do Governo Americano.
    Reputação ? A própria marca já deu cabo dela nos EUA !
    Palavras para quê !

RESPONDER

Vulcão submerso no Alasca cria bolhas de gás explosivas maiores do que um campo de futebol

Uma equipa de cientistas do US Geological Survey (USGS) descobriu na Ilha de Bogoslof, no Alasca, Estados Unidos, um vulcão que expele gigantescas bolhas de gás explosivas, maiores do que um campo de futebol. Os especialistas …

Engenheiro da NASA apresenta conceito para nave capaz de voar quase à velocidade da luz

David Burns, engenheiro da NASA, defende que é possível criar uma sonda capaz de viajar até às estrelas mais remotas à velocidade da luz, desafiando e até violando algumas das regras que regem a Física. Burns …

A galáxia pode estar repleta de "micro-máquinas" alienígenas

A galáxia pode estar repleta de "micro-máquinas" de origem alienígena. Quem o diz é o astrofísico Zaza Osmanov, que parte do conceito de sonda replicante do matemático John von Neuman e o ajusta à nano-escala. …

Desenterradas duas múmias no cemitério egípcio onde o rei Tut foi sepultado

Uma equipa de arqueólogos desenterrou duas múmias no Vale dos Reis, o cemitério antigo onde está sepultado o rei Tutankhamon e outras realezas egípcias, anunciou o Ministério das Antiguidades do Egito. Em conferência de imprensa …

"Avião do Juízo Final" foi construído para sobreviver a um ataque nuclear (mas foi derrotado por um pássaro)

Uma aeronave do "dia do juízo final" da Marinha dos EUA, destinada a sobreviver a um ataque nuclear, foi recentemente derrotada por um pássaro. Um pássaro derrubou um dos quatro motores do avião e a Marinha …

Cova da Piedade 0-4 Benfica | Em frente na Taça com goleada

, O Benfica goleou hoje o Cova da Piedade por 4-0, garantindo o apuramento para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, com dois tentos de Pizzi e outros tantos de Carlos Vinícius. O internacional português abriu …

Vírus informático faz caixas de multibanco "cuspirem" notas (e está a espalhar-se pelo mundo)

Um vírus informático está a ser utilizado para entrar em caixas de multibanco e fazê-las ejetar todo o seu dinheiro. Os primeiros casos surgiram na Alemanha, mas têm-se alastrado um pouco por todo o mundo. Na …

Piloto Bernardo Sousa suspenso dois anos por controlo antidoping positivo a cocaína

O ex-campeão nacional de ralis Bernardo Sousa foi suspenso por dois anos devido a um controlo antidoping positivo a cocaína, anunciou na quinta-feira a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK). De acordo com o comunicado …

Porsche lança Taycan "low cost" para competir com a Tesla

https://vimeo.com/367293637 A Porsche lançou uma versão económica do Taycan de forma a competir com o Model S da Tesla. O veículo elétrico está disponível a partir de janeiro e custará cerca de 105 mil euros. A batalha …

Quartel da Graça vai ser um hotel de luxo

A concessão do Quartel da Graça, em Lisboa, vai ser entregue ao grupo Sana, no âmbito do programa Revive, estando previsto um investimento de 30 milhões de euros, para a instalação de um hotel, foi …