Hospital pede que parteiras não digam “amamentação” e “leite materno” (para serem mais inclusivas)

Um hospital do Reino Unido emitiu novas diretrizes para encorajas as parteiras a não usarem termos como “amamentação” e “leite materno” num esforço para incluir mais pessoas transgénero e não binárias.

De acordo com a Newsweek, o Brighton and Sussex University Hospitals NHS Trust (BSUH), um hospital universitário regional que trabalha em dois locais, está a pedir à sua equipa para usar frases como “pais que dão à luz” e “leite humano” em vez de uma linguagem que se dirige apenas às mulheres.

“Na BSUH, reconhecemos os desafios adicionais que a identidade de género pode ter na gravidez, parto e alimentação infantil. Reconhecemos a importância de fornecer cuidados perinatais inclusivos e respeitosos a todas as grávidas e suas famílias”, disse o BSUH, em comunicado. “Estamos orgulhosos de cuidar de pessoas transgénero e não binárias (incluindo agender, bigender e genderqueer) como pais e co-pais que deram à luz e para celebrar e afirmar a sua jornada para a paternidade”.



De acordo com as novas diretrizes do hospital, a “assistência à maternidade” passou a ser chamada de “serviços perinatais”.

A nova linguagem também visa abranger famílias não tradicionais, expandindo os termos usados ​​para se referir a elas.

A palavra “mulher” foi expandida para incluir “mulheres ou pessoa”, e “mãe” para incluir “progenitor que deu à luz”. Em vez do termo “pai”, serão agora usados os termos “pai”, “co-pai” ou “segundo pai biológico”, de acordo com BSUH.

O departamento perinatal do hospital partilhou as diretrizes atualizadas no Twitter esta terça-feira, dizendo que a linguagem se destina a estimular a inclusão sem diminuir o papel da mulher no parto. “A nossa abordagem foi considerada cuidadosamente para incluir pessoas transgénero e não binárias que deram à luz, sem excluir a linguagem das mulheres ou da maternidade”.

Elizabeth Brandeis, vice-presidente da Associação Canadiana de Parteiras, disse, em declarações à agência de notícias canadiana CTV News, que é importante para as parteiras e funcionários de hospitais entenderem que “nem todas as grávidas se identificam como mulheres e nem sempre o género em si é binário para as pessoas”.

Brandeis acrescentou que não reconhecer as diferentes identidades das pessoas grávidas pode fazer com que quem dá à luz se sinta desligado de si mesmo e dos seus filhos.

“A inclusão promove equidade e segurança para todos, não apenas para as pessoas marginalizadas, mas fazendo com que todos se sintam refletidos nas recomendações [de uma parteira] e de uma forma que valorize os direitos humanos de todos”, disse Brandeis.

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. De facto o mundo está a ficar de patas para o ar e nas mãos de uma minoria que de humanos cada vez têm menos, como é possível chegarmos a um ponto destes e a sociedade que ainda acredito que a maioria seja normal, vai aceitando passivamente dia após dia cada vez mais golpes nos valores humanos?

  2. Mas está tudo estupido? Mama é o termo médico.

    Engenharia social no seu melhor.

    Isto nao é uma questao de igualdade de genero. Por muito que queiram, e mesmo que um homem/mulher queira ser fisicamente uma mulher/homem, nunca poderá mudar o corpo com que nasceu. Será sempre o que era originalmente. Se quiser mudar a fatiota, como fazem a malta dos piercings e etc, tudo bem… Mas mudar de casaco nao muda o corpo.

    Ha alguns artigos e palavras que poderiam ter termos neutros. Mas isto é um ABSURDO!

  3. …Absurdo ainda me parece pouco.
    Será que não entendem que estas parvoíces têm o efeito oposto?
    Se sempre fui a favor do maior equilíbrio entre géneros, porque de facto é justo, este tipo de acções fazem-me ter vergonha de querer tal coisa.

  4. Escreverei de acordo com as normas censórias previstas pela Zap.

    Resta-me apenas dizer que “lá vamos, cantando e rindo” em direcção à irracionalidade (animal) das minorias que querem impor à maioria, as suas tristes e torpes “diarreias mentais”! As femininistas devem estar radiantes, assim como o partido dos animais e natureza (poderão acrescentar o seu número), o partido do “bloco quer!”, a “prisioneira” do PS (está numerada no braço…), os pxuxas e outros estultos (e estultas… esquecia-me deste pormenor!) que têm promovido tantos “avanços civilizacionais” (vale a pena referir quem sai vivo destes?). Quando poremos fim a este desastre mental, social,…?

  5. Inacreditável…Onde vamos chegar??? Os homens dão à luz? Têm mamas que produzem leite???? Mesmo que mudem de sexo???? ABSURDO.
    Que estupidez tão grande e despropositada…

  6. Diz o Ditado: ‘Quem não chora, não mama’
    Assim sendo, só o consumidor final verdadeiramente pode ter uma opinião.
    Os bebés, os peritos já foram consultados?

RESPONDER

Monumento Pillar of Shame, na Universidade de Hong Kong

Pillar of Shame foi, em tempos, um testemunho da liberdade de Hong Kong. Agora, dizem-lhe adeus

Em tempos, a escultura Pillar of Shame, plantada na Universidade de Hong Kong, foi um testemunho das liberdades da cidade. Agora, está a ser removida. Exposta há mais de 20 anos na Universidade de Hong Kong, …

Arquitetura em nome do amor. Homem constrói casa giratória para que a esposa possa escolher a vista

Na Bósnia, um autodidata de 72 anos construiu uma casa invulgar: a habitação gira 360 graus para mudar de vista. Algumas das mais bonitas obras arquitetónicas do mundo nasceram em nome do amor. É o …

Novo SEF deverá chamar-se Agência para as Migrações e Asilo

Afinal, já não vai haver um Serviço de Estrangeiros e Asilo (SEA) para substituir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), mas sim uma Agência Portuguesa para as Migrações e Asilo (APMA). De acordo com o …

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, com o guarda-redes Diogo Costa

Diogo Costa renova com o FC Porto até 2026

O guarda-redes Diogo Costa renovou contrato com o FC Porto até 2026, anunciaram os dragões, na tarde deste sábado. Diogo Costa, de 22 anos, aproveitou a lesão de Marchesín no início da temporada e assumiu a …

O algoritmo das plataformas de streaming afeta o que vemos (e quem somos)

As plataformas de streaming usam um algoritmo que afeta aquilo que vemos e o que queremos ver, moldando a nossa personalidade. Squid Game, o drama coreano distópico da Netflix, tornou-se a série mais vista lançada pela …

BPN e Banif custam mais do que alívio de IRS e subida de pensões

A despesa prevista no OE2022 para os veículos financeiros dos antigos Banif e BPN supera o valor previsto para medidas como o alívio no IRS e o aumento extra das pensões. Tal como destaca o Dinheiro …

A praia de Katoku, no Japão.

Praia intocada no Japão é uma das últimas do país. A sua pureza está a ser violada

A praia em Katoku, no Japão, é parte do Património Mundial da UNESCO. A construção de um paredão está a dividir a população local. Nesta praia cercada por montanhas em Katoku, no Japão, quase não há …

"Amazónia está próxima do ponto de não retorno", alerta ex-ministra brasileira

Ex-ministra brasileira do Meio Ambiente alertou, este sábado, para a aproximação da Amazónia de uma catástrofe ambiental de proporções planetárias, durante um evento da Universidade Estadual da Califórnia, Santa Bárbara (UCSB). "A Amazónia já está próxima …

Estátuas usadas num jardim eram, afinal, relíquias egípcias com milhares de anos

Duas estátuas de pedra, usadas durante muito tempo como simples decoração de jardim, foram vendidas por cerca de 230 mil euros, depois de se ter chegado à conclusão que eram, afinal, relíquias egípcias com milhares …

Pandora Papers são "embaraço também para Portugal". Caso vai ser analisado pelo Fisco

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais garantiu que, tal como já aconteceu noutros casos deste género, os Pandora Papers vão ser analisados pela Autoridade Tributária. No início de outubro, uma nova investigação do Consórcio Internacional …