Serviços nos hospitais decorrem “normalmente” e há contratações em curso

Estela Silva / Lusa

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes

O Ministro da Saúde disse, esta terça-feira, que a “esmagadora maioria das situações nos hospitais”, com a entrada em vigor da lei das 35 horas, está a “correr normalmente”, adiantando ainda que a contratações de mais funcionários de saúde já se encontra em curso.

Cerca de 1.600 profissionais de saúde foram contratados até maio para responder à passagem às 35 horas semanais de trabalho e a maioria das 2.000 contratações adicionais já foi autorizada, disse em declarações aos jornalistas o ministro Adalberto Campos Fernandes após uma conferência em Lisboa.

“Existem mais 50 hospitais e Unidade Locais de Saúde em Portugal e até agora terão sido identificadas uma ou duas situações com problemas, mas o sistema está preparado para que, nas instituições onde possa ter havido uma menor aferição do planeamento, essas situações serão corrigidas”. Afirmando que “a esmagadora maioria das situações está a correr normalmente”.

De acordo com o ministro, até maio foram contratados 1.600 profissionais já a pensar na passagem às 35 horas de trabalho semanais e que haverá agora uma nova fase de recrutamento de cerca de 2.000 profissionais. Até terça-feira, segundo Campos Fernandes, estavam autorizadas 1.300 dessas 2.000 profissionais e “hoje durante o dia serão autorizadas as restantes”.

O Ministro da Saúde disse ainda que “todos os hospitais têm bolsas de recrutamento” que podem ativar, prometendo que “até ao final da semana todas as contratações estarão nas decisões dos hospitais”.

Questionado se o planeamento da contratação de profissionais não deveria ter sido feito mais cedo, o ministro negou qualquer atraso.

“Não há necessidade de criar um clima de alarmismo artificial”, respondeu, adiantando que o processo foi preparado “nos mesmos termos” do que ocorreu em 2016, com a primeira passagem das 40 para as 35 horas de trabalho semanais.

Adalberto Campos Fernandes repetiu o que tem afirmado nas últimas semanas, frisando que o Governo está a fazer “um trabalho de rigor”, em conjunto com os hospitais, para perceber as necessidades de profissionais.

O ministro da Saúde indicou que a escolha do dia 1 de julho para iniciar o regime das 35 horas de trabalho semanais resultou do facto de os hospitais reduzirem habitualmente a sua atividade programada nos meses de férias de verão.

Horas extraordinárias terão de ser pagas

Todos os profissionais de saúde que estejam a fazer 40 horas de trabalho semanais depois do início do mês terão de receber por trabalho suplementar horas extraordinárias, avisou o ministro da Saúde.

De acordo com o ministro, os enfermeiros, técnicos e assistentes que ainda estejam a cumprir horários de 40 horas semanais deverão ser pagos pelos hospitais como trabalho suplementar, visto que a lei das 35 horas entrou em vigor no domingo.

A Ordem dos Enfermeiros denunciava na terça-feira que vários hospitais por todo o país ignoravam a lei em vigor, continuando a realizar escalas de 40 horas.

Apesar da entrada do regime de 35 horas semanais para todos os enfermeiros, há hospitais que ignoram a lei que entrou em vigor no passado domingo. Segundo a Ordem, hospitais por todo o país continuam a fazer escalas de 40 horas.

Os enfermeiros estão em greve às horas extraordinárias, tendo a paralisação arrancado no dia em que entraram em vigor as 35 horas de trabalho semanal.

Com a entrada em vigor da lei no passado domingo, milhares de enfermeiros, assistentes operacionais e outros profissionais de saúde teriam que passar do regime das 40 horas para as 35 horas semanais. Segundo os sindicatos, seria necessário contratar mais de cinco mil novos enfermeiros auxiliares para colmatar o impacto da redução de horário.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os olhos são (mesmo) o espelho da alma. Estudo revela que experiências traumáticas afetam as pupilas

Uma nova investigação acaba de revelar que as pupilas podem revelar se uma pessoa sofreu uma experiência traumática no passado. Recentemente, uma equipa de investigadores da Universidade de Swansea, no Reino Unido, descobriu que as pupilas …

No Japão, é possível contratar um agente privado para sabotar a sua própria relação

Na Terra do Sol Nascente, é possível contratar um agente privado para sabotar a sua própria relação (sem ter de arcar com as culpas). De acordo com a BBC, estes agentes privados chamam-se "wakaresaseya" e têm …

Arqueologia estelar revela restos de antigo enxame globular. É o "último do seu género"

Uma equipa de astrónomos, incluindo Ting Li e Alexander Ji do Instituto Carnegie, descobriu uma corrente estelar composta pelos restos de um antigo enxame globular que foi dilacerado pela gravidade da Via Láctea, há 2 …

Petição para Reino Unido incluir Portugal no corredor aéreo com quase 30 mil assinaturas

O jornal em língua inglesa com maior circulação em Portugal lançou uma petição pela Internet a pedir ao Governo britânico para reconsiderar e incluir Portugal no corredor aéreo com o Reino Unido, já assinada por …

eBussy é o novo elétrico modular que se transforma em 10 carros diferentes

10 em 1. O eBussy, um veículo elétrico projetado pela alemã ElectricBrands, permite variar a carroçaria numa dezena de configurações diferentes. A fabricante alemã ElectricBrands revelou o seu mais recente carro-conceito: o eBussy, um elétrico modular capaz …

República Dominicana nega que Juan Carlos tenha entrado no país

A imprensa espanhola noticiou, esta terça-feira, que o rei emérito de Espanha estaria na República Dominicana, depois de ter anunciado que ia viver para fora. Mas as autoridades deste país negam essa informação. De acordo com …

Fome causada pelo coronavírus mata 10 mil crianças todos os meses

A cada mês que passa, 10 mil crianças morrem devido à fome causada pela pandemia do novo coronavírus. Há ainda 500 mil crianças malnutridas todos os meses. A pandemia do novo coronavírus está a intensificar problemas …

Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem clandestina que o FBI

A operação Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem utilizados por John Edgar Hoover, o temível líder do FBI durante quase 50 anos. Durante quase 50 anos, John Edgar Hoover liderou o FBI, ficando conhecido …

Por três dólares, já é possível comer refeições de avião em casa

A empresa Tamam Kitchen, líder na produção de alimentos para várias companhias aéreas de Israel, decidiu vender ao público e a baixo custo as refeições que habitualmente vende a empresas de aviação e que depois …

Ministério Público está a investigar acidente com Alfa Pendular em Soure

O Ministério Público está a investigar o descarrilamento do comboio Alfa Pendular, em Soure, que, na última sexta-feira, provocou dois mortos, oito feridos graves e 36 feridos ligeiros. Questionada na sexta-feira pela agência Lusa, a Procuradoria-Geral …