Hospitais com falta de verbas para adquirir equipamentos

ABr

-

Os hospitais portugueses têm falta de verbas para adquirir equipamentos, o que prejudica a realização interna de exames. O Ministro da Saúde já prometeu que será lançado, em 2017, um plano a três anos para reequipar os hospitais.

“Nos hospitais há dificuldades de aquisição e de renovação de camas, ressonâncias magnéticas, TAC, meios de diagnóstico em gastrenterologia ou até nas ecografias para grávidas”, denuncia ao Expresso Alexandre Lourenço, presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares.

“Os profissionais não conseguem utilizar os equipamentos”, garante o gestor, sublinhando que muitos doentes têm de esperar ou são reencaminhados para hospitais privados.

Segundo a presidente da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, Margarida da Silveira, a falta de verbas para repor aparelhos no Hospital de Beja, obrigou a cessar as mamografias e as ecografias mamárias e a enviar as doentes para o privado.

“Os equipamentos têm-se degradado e não é possível assegurar a realização interna de todos os exames. É o caso da mamografia, tendo as utentes de ser referenciadas para os sectores convencionado ou privado em Beja”, destaca.

De acordo com o Expresso, o diretor da Radiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Caseiro Alves, demitiu-se devido às consequências da falta de equipamentos e meios necessários para o funcionamento das instalações.

“Os equipamentos estão velhos, são insuficientes, não garantem uma boa prestação clínica e a lista de espera aumenta, a capacidade está esgotada e é um problema gravíssimo”, explica Caseiro Alves, sublinhando que um doente internado chega a esperar sete dias para fazer um exame e isso “não pode acontecer”.

“A solução requer dinheiro, mas também mais médicos e melhor organização”, destaca.

Hospitais com mais autonomia e novos equipamentos em 2017

Os hospitais vão recuperar a sua autonomia financeira no próximo ano e começarão a ser reequipados, afirmou esta segunda-feira o ministro da Saúde, a propósito do orçamento que este setor terá para o próximo ano.

Até ao final deste ano, estas instituições têm de solicitar autorização à tutela para a realização de investimento ou quaisquer outros gastos avultados, o que terminará em 2017.

Além desta autonomia, os hospitais Entidades Públicas Empresariais (EPE) irão ainda beneficiar de incentivos, os quais estão relacionados com a forma como cumprirão os contratos-programa, bem como outros indicadores.

Adalberto Campos Fernandes anunciou ainda que será lançado, em 2017, um plano a três anos, para reequipar os hospitais.

“Estão previstos novos investimentos em equipamentos e infraestruturas, substituindo os equipamentos obsoletos e dando continuidade à reabilitação de unidades de saúde”, refere a nota explicativa do Ministério da Saúde sobre o Orçamento do Estado para 2017.

O Orçamento para 2017 prevê um investimento de 53 milhões de euros, dos quais 20 milhões são para renovação de instalações e equipamentos, e oito milhões são para a construção e remodelação de centros de saúde.

No mesmo documento lê-se ainda que, “em articulação com o Ministério das Finanças”, o Ministério da Saúde vai “proceder ao lançamento dos projetos do hospital de Lisboa Oriental, do hospital de Évora e do hospital do Seixal” – com um investimento de 25 milhões de euros.

BZR, ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Um texto destes no tempo de Passos Coelho, dava para pedir a demissão do Ministro da Saúde, ou até a queda do governo!
    Agora, com a geringonça, está tudo bem. Se os doentes morrem por falta de cuidados médicos, o problema é dos doentes – não tivessem adoecido!
    Quem falou em destruir o SNS ? A extrema esquerda está a destruir, mas para depois reconstruir… ou para depois “guterrar”.

RESPONDER

Críticas de Merkel sobre entradas em Portugal são "difíceis de entender", diz Santos Silva

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, considera "difíceis de entender" as críticas da chanceler alemã Angela Merkel sobre a entrada de ingleses em Portugal. Na terça-feira, Merkel criticou a falta de regras na União …

Governo britânico descarta referendo à independência da Escócia antes de 2024

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, não vai autorizar um novo referendo à independência da Escócia antes das próximas eleições gerais, previstas para 2024, afirmou esta quarta-feira o ministro de Estado britânico, Michael Gove. Em entrevista ao …

PSD quer revogar regime de libertação de reclusos após fim da vacinação nas prisões

O PSD entregou esta quarta-feira um projeto-lei que pretende revogar, a partir de 1 de julho, o regime excecional de libertação de presos, associado a uma resolução para que todos os reclusos sejam vacinados até …

Reforma eleitoral promovida por Joe Biden travada no Senado dos EUA

A reforma eleitoral promovida pelo presidente norte-americano Joe Biden, considerada a maior das últimas décadas, foi travada no Senado dos Estados Unidos pela oposição do partido republicano. Em votação na câmara alta do Congresso na tarde …

PJ detém cinco pessoas acusadas de raptarem criança de 13 anos para a obrigar a casar

A Polícia Judiciária deteve, na terça-feira de madrugada, três homens e duas mulheres suspeitos de terem raptado uma criança de 13 anos para a obrigar a casar com um rapaz da mesma idade. Os cinco detidos …

Portugal vs França Em Direto. Onze provável da seleção com Renato e Moutinho de início

A seleção de Portugal joga esta quarta-feira o tudo por tudo contra a França, num encontro que pode significar o apuramento para os Oitavos de Final do Euro 2020 ou o regresso a casa mais …

Ana Paula Vitorino já tem luz verde para liderar AMT

A Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CReSAP) aprovou a escolha da ex-ministra do Mar e atual deputada Ana Paula Vitorino para a presidência da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), …

"Pensão na Hora". Dez mil portugueses pediram reforma aprovada em 24 horas

A Segurança Social já recebeu dez mil pedidos de reforma através do "Pensão na Hora", mas só 14% foram deferidos automaticamente 24 horas depois. A ferramenta digital "Pensão na Hora" está disponível há cerca de quatro …

Depois da nega de Costa, associações da Cultura foram recebidas por Marcelo

O Presidente da República reuniu-se, esta terça-feira, com representantes das associações e promotores de espetáculos, que expressaram as dificuldades que o setor atravessa, como a obrigatoriedade de testagem para a realização de eventos. "Estivemos em Belém …

Portugal regista três mortes e o maior número de casos desde fevereiro

Portugal registou nas últimas 24 horas três mortes associadas à covid-19, 1.497 novos casos de infeções confirmadas - o maior número desde 24 de fevereiro - e uma diminuição nos internamentos em enfermaria e cuidados …