Hospitais com falta de verbas para adquirir equipamentos

ABr

-

Os hospitais portugueses têm falta de verbas para adquirir equipamentos, o que prejudica a realização interna de exames. O Ministro da Saúde já prometeu que será lançado, em 2017, um plano a três anos para reequipar os hospitais.

“Nos hospitais há dificuldades de aquisição e de renovação de camas, ressonâncias magnéticas, TAC, meios de diagnóstico em gastrenterologia ou até nas ecografias para grávidas”, denuncia ao Expresso Alexandre Lourenço, presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares.

“Os profissionais não conseguem utilizar os equipamentos”, garante o gestor, sublinhando que muitos doentes têm de esperar ou são reencaminhados para hospitais privados.

Segundo a presidente da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, Margarida da Silveira, a falta de verbas para repor aparelhos no Hospital de Beja, obrigou a cessar as mamografias e as ecografias mamárias e a enviar as doentes para o privado.

“Os equipamentos têm-se degradado e não é possível assegurar a realização interna de todos os exames. É o caso da mamografia, tendo as utentes de ser referenciadas para os sectores convencionado ou privado em Beja”, destaca.

De acordo com o Expresso, o diretor da Radiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Caseiro Alves, demitiu-se devido às consequências da falta de equipamentos e meios necessários para o funcionamento das instalações.

“Os equipamentos estão velhos, são insuficientes, não garantem uma boa prestação clínica e a lista de espera aumenta, a capacidade está esgotada e é um problema gravíssimo”, explica Caseiro Alves, sublinhando que um doente internado chega a esperar sete dias para fazer um exame e isso “não pode acontecer”.

“A solução requer dinheiro, mas também mais médicos e melhor organização”, destaca.

Hospitais com mais autonomia e novos equipamentos em 2017

Os hospitais vão recuperar a sua autonomia financeira no próximo ano e começarão a ser reequipados, afirmou esta segunda-feira o ministro da Saúde, a propósito do orçamento que este setor terá para o próximo ano.

Até ao final deste ano, estas instituições têm de solicitar autorização à tutela para a realização de investimento ou quaisquer outros gastos avultados, o que terminará em 2017.

Além desta autonomia, os hospitais Entidades Públicas Empresariais (EPE) irão ainda beneficiar de incentivos, os quais estão relacionados com a forma como cumprirão os contratos-programa, bem como outros indicadores.

Adalberto Campos Fernandes anunciou ainda que será lançado, em 2017, um plano a três anos, para reequipar os hospitais.

“Estão previstos novos investimentos em equipamentos e infraestruturas, substituindo os equipamentos obsoletos e dando continuidade à reabilitação de unidades de saúde”, refere a nota explicativa do Ministério da Saúde sobre o Orçamento do Estado para 2017.

O Orçamento para 2017 prevê um investimento de 53 milhões de euros, dos quais 20 milhões são para renovação de instalações e equipamentos, e oito milhões são para a construção e remodelação de centros de saúde.

No mesmo documento lê-se ainda que, “em articulação com o Ministério das Finanças”, o Ministério da Saúde vai “proceder ao lançamento dos projetos do hospital de Lisboa Oriental, do hospital de Évora e do hospital do Seixal” – com um investimento de 25 milhões de euros.

BZR, ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Um texto destes no tempo de Passos Coelho, dava para pedir a demissão do Ministro da Saúde, ou até a queda do governo!
    Agora, com a geringonça, está tudo bem. Se os doentes morrem por falta de cuidados médicos, o problema é dos doentes – não tivessem adoecido!
    Quem falou em destruir o SNS ? A extrema esquerda está a destruir, mas para depois reconstruir… ou para depois “guterrar”.

RESPONDER

Comissão Europeia admite que Portugal fica "em desvantagem" nas ajudas estatais

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Comissão Europeia, admite que países como Portugal, com menor capacidade orçamental do que Estados-membros como Alemanha ou França, fiquem “em desvantagem” nas ajudas estatais em altura de crise gerada pela …

Comissão aprova levantamento da imunidade parlamentar a José Silvano

Fontes parlamentares dizem que o também secretário-geral do PSD é arguido no processo das falsas presenças no Parlamento. Silvano afirmou ter sido informado da decisão de levantamento da imunidade e que “nada tinha a opor”. A …

FC Porto está de olho em Santos Borré para o ataque

Rafael Santos Borré tem brilhado ao serviço do River Plate esta temporada. O FC Porto quer o avançado internacional colombiano para a próxima época. O FC Porto está interessado na contratação de Rafael Santos Borré para …

A bóia de salvação da Suíça é a economia forte e diversificada

A economia suíça, forte e diversificada, deverá resistir à crise que se avizinha. Com a fronteira com o norte de Itália, o país agiu cedo e prepara-se agora para revitalizar a economia. A tempestade ainda não …

CDS tem duas prioridades para o plano de estabilização (mas sai de São Bento sem garantias)

O presidente do CDS-PP indicou hoje que não tem garantia por parte do Governo de que as propostas que apresentou serão acolhidas no orçamento suplementar e salientou que “não foi celebrado nenhum tipo de compromisso”. Francisco …

Casamento entre pessoas do mesmo sexo passa a ser reconhecido na Costa Rica

A Costa Rica passou esta terça-feira a reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após uma batalha que terminou com uma decisão do Supremo Tribunal Constitucional, que entrou em vigor às 00:01 locais (07:01 …

Diabéticos infetados devem monitorizar covid-19. Risco de multiplicação do vírus é "acrescido"

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) alertaram esta segunda-feira para a necessidade de os diabéticos com covid-19 “controlarem correctamente” a doença, defendendo que, se tal não acontecer, o “risco” de multiplicação …

Montenegro diz ser o primeiro país "livre do coronavírus" após 20 dias sem contágios

O Montenegro declarou-se na segunda-feira um "país livre de coronavírus" ao considerar que venceu a pandemia de covid-19 no seu território, que não regista agora oficialmente nenhum caso de infeção após 20 dias consecutivos de …

Rui Moreira acusa TAP de impor "confinamento ao Porto e Norte"

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, acusou hoje a TAP de “impor um confinamento ao Porto e Norte” e de “abandonar o país” neste momento de pandemia em que Portugal “mais precisa” da …

Governo está a estudar a reabertura das fronteiras

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, revelou esta terça-feira que o Governo está a estudar, juntamente com outros países, a reabertura das fronteiras. Portugal regista hoje 1.342 mortes relacionadas com a covid-19, mais …