Hospitais com falta de verbas para adquirir equipamentos

ABr

-

Os hospitais portugueses têm falta de verbas para adquirir equipamentos, o que prejudica a realização interna de exames. O Ministro da Saúde já prometeu que será lançado, em 2017, um plano a três anos para reequipar os hospitais.

“Nos hospitais há dificuldades de aquisição e de renovação de camas, ressonâncias magnéticas, TAC, meios de diagnóstico em gastrenterologia ou até nas ecografias para grávidas”, denuncia ao Expresso Alexandre Lourenço, presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares.

“Os profissionais não conseguem utilizar os equipamentos”, garante o gestor, sublinhando que muitos doentes têm de esperar ou são reencaminhados para hospitais privados.

Segundo a presidente da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, Margarida da Silveira, a falta de verbas para repor aparelhos no Hospital de Beja, obrigou a cessar as mamografias e as ecografias mamárias e a enviar as doentes para o privado.

“Os equipamentos têm-se degradado e não é possível assegurar a realização interna de todos os exames. É o caso da mamografia, tendo as utentes de ser referenciadas para os sectores convencionado ou privado em Beja”, destaca.

De acordo com o Expresso, o diretor da Radiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Caseiro Alves, demitiu-se devido às consequências da falta de equipamentos e meios necessários para o funcionamento das instalações.

“Os equipamentos estão velhos, são insuficientes, não garantem uma boa prestação clínica e a lista de espera aumenta, a capacidade está esgotada e é um problema gravíssimo”, explica Caseiro Alves, sublinhando que um doente internado chega a esperar sete dias para fazer um exame e isso “não pode acontecer”.

“A solução requer dinheiro, mas também mais médicos e melhor organização”, destaca.

Hospitais com mais autonomia e novos equipamentos em 2017

Os hospitais vão recuperar a sua autonomia financeira no próximo ano e começarão a ser reequipados, afirmou esta segunda-feira o ministro da Saúde, a propósito do orçamento que este setor terá para o próximo ano.

Até ao final deste ano, estas instituições têm de solicitar autorização à tutela para a realização de investimento ou quaisquer outros gastos avultados, o que terminará em 2017.

Além desta autonomia, os hospitais Entidades Públicas Empresariais (EPE) irão ainda beneficiar de incentivos, os quais estão relacionados com a forma como cumprirão os contratos-programa, bem como outros indicadores.

Adalberto Campos Fernandes anunciou ainda que será lançado, em 2017, um plano a três anos, para reequipar os hospitais.

“Estão previstos novos investimentos em equipamentos e infraestruturas, substituindo os equipamentos obsoletos e dando continuidade à reabilitação de unidades de saúde”, refere a nota explicativa do Ministério da Saúde sobre o Orçamento do Estado para 2017.

O Orçamento para 2017 prevê um investimento de 53 milhões de euros, dos quais 20 milhões são para renovação de instalações e equipamentos, e oito milhões são para a construção e remodelação de centros de saúde.

No mesmo documento lê-se ainda que, “em articulação com o Ministério das Finanças”, o Ministério da Saúde vai “proceder ao lançamento dos projetos do hospital de Lisboa Oriental, do hospital de Évora e do hospital do Seixal” – com um investimento de 25 milhões de euros.

BZR, ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Um texto destes no tempo de Passos Coelho, dava para pedir a demissão do Ministro da Saúde, ou até a queda do governo!
    Agora, com a geringonça, está tudo bem. Se os doentes morrem por falta de cuidados médicos, o problema é dos doentes – não tivessem adoecido!
    Quem falou em destruir o SNS ? A extrema esquerda está a destruir, mas para depois reconstruir… ou para depois “guterrar”.

RESPONDER

Campus universitários nos Estados Unidos podem tornar-se super-propagadores da covid-19

Os campus universitários podem tornar-se super-propagadores do novo coronavírus, que causa a covid-19, para toda a sua área de abrangência, concluiu uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos. Analisando os 30 campus universitários …

A "máscara mais inteligente do mundo" é recarregável, tem microfone e dá luz

A Razer afirma ter criado a máscara mais inteligente do mundo. O Projeto Hazel é um design com um revestimento externo feito de plástico reciclado à prova de água e é transparente para permitir a …

Novo tratamento permite que pessoas com lesões na espinal medula voltem a mexer mãos e braços

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington conseguiu ajudar seis participantes com lesões traumáticas da espinal medual a recuperar alguma mobilidade de mãos e braços. Muitas das pessoas que sofrem lesões traumáticas da espinal medula …

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …

Um megatsunami devastou uma vila na Gronelândia. Três anos depois, há quem não possa voltar a casa

Em junho de 2017, Nuugaatsiaq, na Gronelândia, foi devastada por um megatsunami, cujas ondas foram desencadeadas por um enorme deslizamento de quase 30 quilómetros através do fiorde. Embora as ondas se tivessem dissipado quando chegaram a …

Taxas de suicídio no Japão aumentaram 16% na segunda vaga da pandemia

As taxas de suicídio no Japão aumentaram na segunda vaga da pandemia de covid-19, particularmente entre mulheres e crianças. Uma equipa de investigadores da Universidade de Hong Kong, na China, e do Instituto Metropolitano de Gerontologia …