Hong Kong: Dez feridos e 28 detidos em nova noite de confrontos

ansel.ma / Flickr

-

Os confrontos entre manifestantes pró-democracia e a polícia em Hong Kong resultaram, esta madrugada, em dez feridos e 28 detidos, após quatro noites de tensão no bairro de Mong Kok, informa hoje a imprensa local.

Uma operação policial, iniciada na terça-feira, que durou 48 horas, acabou com um dos acampamentos do movimento que ocupa ruas da cidade há dois meses.

Os protestos voltaram a registar-se, esta madrugada, nas ruas do densamente povoado bairro de Mong Kok, quando centenas de manifestantes tentaram tomar as ruas do distrito, acabando por envolver-se em novos confrontos com a polícia.

Os agentes fizeram novamente uso de gás pimenta, recorrendo ainda aos bastões e escudos para tentar travar a investida dos manifestantes. Por volta da meia-noite (17h de sexta-feira em Lisboa), centenas de cidadãos começaram a reunir-se no cruzamento entre as ruas Arglye e Nathan, onde desde 28 de setembro e até à passada quarta-feira, estavam montados acampamentos.

Gritando “queremos sufrágio universal genuíno“, os manifestantes tentar parar o trânsito, utilizando caixotes do lixo, enquanto lançavam ovos e garrafas de água contra a polícia, segundo os ‘media’ locais.

A situação tornou-se caótica, segundo testemunhas, e a polícia voltou a carregar sobre os estudantes. Como resultado, foram efetuadas 28 detenções e uma dezena de pessoas ficaram feridas, de acordo com a Rádio e Televisão Pública de Hong Kong (RTHK).

Este incidente ocorre dois dias depois de a polícia e funcionários judiciais terem eliminado as barricadas do acampamento em Mong Kok, numa operação que contou com seis mil efetivos. Desde quarta-feira, dia em que as ruas desse distrito voltaram à normalidade após dois meses de paralisação, centenas de pessoas têm regressado às ruas do bairro todas as noites para as tentar voltar a ocupar.

Cerca de 200 pessoas foram detidas, incluindo dois líderes estudantis, e mais de meia centena ficaram feridas desde o arranque da operação de despejo de Mong Kok.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Gana é o primeiro país a receber vacinas financiadas pelo Covax

O programa Covax já começou a fornecer as primeiras remessas de vacinas contra a covid-19. O Gana foi o primeiro país a receber doses. Gana deve receber o primeiro lote de vacinas contra o SARS CoV-2, …

"Como produtos de exportação". Filipinas querem trocar os seus enfermeiros por vacinas da Europa

As Filipinas estão a pedir ao Reino Unido e à Alemanha que forneçam centenas de milhares de vacinas contra a covid-19 em troca do envio de enfermeiros filipinos para ajudar na linha de frente da …

Despacho da ACT limita capacidade de intervenção dos inspetores do trabalho

Um despacho assinado pela inspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) está a limitar a capacidade de intervenção dos inspetores. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Jornal de Negócios, que escreve que o …

Só muda o preâmbulo. Decreto do novo estado de emergência já seguiu para o Parlamento

O novo decreto do estado de emergência já seguiu para o Parlamento. Marcelo Rebelo de Sousa só mudou o preâmbulo do documento. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, publicou esta quarta-feira o decreto do …

Governo já está a desenhar um plano de desconfinamento. Rio quer desconfinar por regiões ou concelhos

Depois de uma primeira ronda de audiências, onde anunciou que o decreto do novo estado de emergência será igual ao da última quinzena, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta quarta-feira, o Bloco de Esquerda, o …

Serviços de inteligência desvalorizaram ameaça de invasão ao Capitólio

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos subestimaram o perigo de invasão ao Capitólio, admitiram vários responsáveis durante uma audiência no Senado, realizada esta terça-feira. Depois da absolvição do antigo Presidente dos Estados Unidos, que estava …

Polícias que prestam serviço no 112 não recebem subsídio desde setembro

Os agentes e militares que fazem a triagem das chamadas do 112 não auferem a gratificação mensal pelo serviço prestado ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) desde setembro do ano passado. Segundo o Jornal de Notícias, …

Contrariando ordem judicial, Malásia deportou mais de mil pessoas para Myanmar

A Malásia entregou 1086 cidadãos que tinham fugido de Myanmar aos militares que organizaram o golpe de Estado de 01 de fevereiro, estando entre esses requerentes de asilo já registados oficialmente junto da Organização das …

Assassino da jornalista Daphne Caruana Galizia condenado a 15 anos de prisão

Vincent Muscat, um dos três homens acusados do assassínio, em outubro de 2017, da jornalista anticorrupção de Malta Daphne Caruana Galizia, foi condenado a uma pena de 15 anos de prisão pelo tribunal da La …

Venezuela avisa embaixadora da UE : tem 72 horas para abandonar o país

Isabel Brilhante Pedrosa, embaixadora da União Europeia, foi declarada persona non grata pelo Governo venezuelano e deverá abandonar o país. O Governo venezuelano notificou, esta quarta-feira, a embaixadora da União Europeia (UE), a portuguesa Isabel Brilhante …