Hong Kong: Líderes do Occupy vão entregar-se depois dos piores confrontos em meses

Os três fundadores do movimento “Occupy Central” pediram esta terça-feira aos manifestantes pró-democracia para se retirarem das áreas ocupadas e anunciaram que se vão entregar à polícia na quarta-feira.

“Para o bem e segurança dos manifestantes que ocupam as ruas, enquanto nos preparamos para nos entregar à polícia, exortamos os estudantes a retirarem-se, a recuperarem e a ganharem forças”, disse Benny Tai, cofundador do movimento de desobediência civil Occupy Central.

“Não sabemos o que vai acontecer depois de nos entregarmos, se vamos ser detidos ou colocados em liberdade, mas estamos preparados para as consequências”, disse Benny Tai, num anúncio conjunto com o reverendo Chu Yiu-ming e o sociólogo Chan Kin-man.

Os três mostraram-se dispostos a enfrentar as consequências legais por terem posto em marcha a campanha de desobediência civil há mais de dois meses.

Benny Tai explicou que o trio se vai entregar à polícia na quarta-feira num compromisso com o estado de Direito e com o “princípio da paz e amor”.

“Um governo que usa bastões da polícia para manter a sua autoridade é um governo que excedeu os limites do razoável”, afirmou o professor de Direito na Universidade de Hong Kong, visivelmente emocionado.

O anúncio surge depois de, na noite de domingo e manhã de segunda-feira, centenas de manifestantes pró-democracia terem entrado em confronto com a polícia no bairro de Admiralty, junto à sede do governo, ao tentarem forçar os cordões de segurança e invadir edifícios governamentais.

Os mais recentes confrontos em Admiralty são apontados como os mais graves registados desde o início dos protestos, a 28 de setembro.

Também na segunda-feira, três estudantes, incluindo o líder do movimento “Scholarism”, Joshua Wong iniciaram uma greve de fome.

“A rendição não é um ato de cobardia, é a coragem de agir. Render não é falhar, é a denúncia silenciosa de um governo sem coração”, disse Tai.

O académico enalteceu a coragem dos manifestantes que ocupam as ruas há mais de dois meses. Mas a polícia “está fora de controlo” e é chegada a hora de os manifestantes abandonarem “estes locais perigosos”, sublinhou.

Benny Tai, Chan Kin-man e Chu Yiu-ming fundaram o movimento de desobediência civil “Occupy Central” no início de 2013 para pressionar reformas políticas, mas nas últimas semanas assumiram uma posição mais discreta à medida que os estudantes têm radicalizado as suas ações.

Os manifestantes pró-democracia contestam uma decisão de Pequim que limita o sufrágio universal naquele território.

O Governo central chinês insiste que os candidatos a chefe do executivo em 2017 devem ser pré-selecionados por um comité, condição rejeitada pelos manifestantes.

O número de pessoas nas ruas diminuiu significativamente desde o final de setembro, mas os ativistas mantiveram dois locais de protesto: Admiralty, junto ao complexo governamental, e outro de menor dimensão no distrito comercial de Causeway Bay.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Furacão Sally fragmentou parte de uma ilha da Florida em três

A passagem do furacão Sally fragmentou parte de uma ilha na costa da Florida, no Estados Unidos, criando assim três pequenas porções de terra. Na prática, tal como explica o portal USA Today, o furação abriu …

Benfica 2-0 Moreirense | “Águia” vence e convence cónegos

Após ter perdido e empatado nas duas últimas recepções ao Moreirense, o Benfica voltou a vencer o emblema de Moreira de Cónegos na Luz. Este sábado, em duelo relativo à segunda jornada do campeonato, as “águias” …

"Surpreendente e fascinante". Descoberta pela primeira vez uma aurora sobre um cometa

A nave Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESA) detetou uma aurora boreal sobre o cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko (67P / C-G). Em comunicado, os cientistas envolvidos na deteção frisam que esta é a primeira vez quem …

Austrália não quer que turistas caminhem na famosa rocha sagrada Uluru (nem no Google Maps)

A Austrália pediu ao Google que remova do seu serviço Maps fotografias tiradas do topo de Uluru, o monólito aborígine sagrado que os visitantes estão proibidos de escalar desde o ano passado. De acordo com a …

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …

Os aeroportos mudam o nome das pistas (e a culpa é dos pólos magnéticos da Terra)

O pólo norte magnético pode mover-se até 64 quilómetros por ano. Isto pode ser um problema para os pilotos de aviões. A pista 17L/35R, no Aeroporto Internacional de Austin-Bergstrom, no estado norte-americano do Texas, não terá …

Rússia quer ultrapassar Tom Cruise e ser a primeira a gravar um filme no Espaço

O ator Tom Cruise quer rodar um filme no Espaço, mas a Rússia quer ser a primeira, de acordo com um comunicado da agência espacial Roscosmos. Os Estados Unidos e a Rússia são, novamente, os protagonistas …

Os animais perdem o medo dos predadores depois de contactarem com o Homem

Uma nova investigação concluiu que os animais selvagens perdem rapidamente o medo dos seus predadores depois de entrarem em contacto com o Homem. A maioria dos animais selvagens, como é o caso dos leões, exibe …

Há mais 884 casos confirmados e oito óbitos por covid-19 em Portugal

De acordo com o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista, este sábado, mais oito óbitos e 884 novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Assim, Portugal contabiliza, desde o início da …

Negros norte-americanos estão a comprar armas em valores recorde

O número de afro-americanos a comprar armas aumentou drasticamente. Em causa, estará uma resposta ao agravar das tensões sociais no país devido ao movimento Black Lives Matter. Nos Estados Unidos, os protestos do movimento Black Lives …