“Forma de agradecer”. Holanda vai dar bónus de mil euros aos profissionais de saúde

Angelo Carconi / EPA

Os trabalhadores do setor da saúde holandês, como enfermeiros, auxiliares e pessoal da limpeza, vão receber um bónus de 1.000 euros líquidos pelo esforço adicional durante a pandemia de covid-19, anunciou o ministro da Saúde.

A quantia adicional é uma “forma de agradecer” ao setor de saúde “pelo esforço adicional” feito durante o estado de emergência da pandemia, já que o trabalho tinha de ser feito “dia e noite” e muitos profissionais tiveram de fazer “turnos duplos” durante os últimos meses.

Foi um momento sem precedentes“, afirmou o ministro Hugo De Jonge.

O bónus destina-se a enfermeiros, prestadores de cuidados, trabalhadores de ambulâncias e todos os profissionais de apoio de todos os setores dos cuidados médicos, que experimentaram, direta ou indiretamente, os efeitos da crise do coronavírus. Este grupo, ao contrário dos médicos, tem vindo a queixar-se de ter salários baixos.

No início da pandemia, em março passado, o parlamento holandês pediu ao Governo que desse um bónus aos trabalhadores do setor da saúde pelo trabalho que estavam a fazer e o executivo prometeu estudar o pedido quando a situação estivesse sob controlo.

O ministro da Saúde holandês especificou que o bónus será creditado na conta dos beneficiários durante o próximo outono e estimou que o valor extra deverá ser dado a cerca de 800.000 profissionais, o que implica o desembolso de 800 milhões de euros do orçamento daquele ministério.

Os partidos da oposição ainda defenderam recompensas estruturais, como aumentos salariais, para os trabalhadores da saúde, mas a proposta foi rejeitada pelo parlamento. “Todos os anos garantimos que os salários dos trabalhadores da saúde estão equiparados aos do resto do mercado”, explicou de Jonge.

Num estudo publicado na terça-feira pelo sindicato de enfermeiros e cuidadores UN’91, 39% dos profissionais de saúde questionados disseram estar a pensar deixar a profissão devido à “falta de apreciação” e pediram para “serem ouvidos”, “serem levados a sério” e passarem a “participar nas decisões sobre a sua profissão”.

“No início da crise do novo coronavírus, [estes profissionais] foram rotulados como heróis da saúde. Foram aplaudidos por multidões, incluindo pelos políticos, mas agora deixaram de sentir esse apreço”, disse a presidente do sindicato, Stella Salden.

O Instituto de Saúde Pública dos Países Baixos registou hoje três novas mortes causadas pelo coronavírus e 111 novas infeções, elevando o número total de casos para 6.100 mortes e 49.914 infeções confirmadas.

Um total de 11.863 pessoas foram internadas no país devido à covid-19.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo pondera decretar recolher obrigatório e restrições em mais municípios

O Governo está a avaliar avançar com o recolhimento obrigatório e alargar as restrições impostas em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada a mais municípios, recusando, no entanto, um novo confinamento geral, disse hoje o …

Gigante americana Walmart retira (temporariamente) armas e munições das prateleiras

A gigante de distribuição norte-americana Walmart decidiu retirar temporariamente armas e munições das prateleiras das suas lojas, anunciou na quinta-feira um porta-voz da cadeia. A medida preventiva foi tomada a cinco dias de uma eleição presidencial …

BE afasta para já estado de emergência e defende requisição civil na saúde

A coordenadora do BE afastou para já a necessidade de um novo estado de emergência e defendeu que o Governo utilize toda a capacidade instalada na saúde, se necessário recorrendo à requisição civil dos setores …

Sismo de magnitude 7 abala Turquia e Grécia e provoca mini-tsunami. Pelo menos 4 pessoas morreram

Quatro pessoas morreram no oeste da Turquia, depois de um forte terramoto de magnitude 7 atingir o Mar Egeu na tarde desta sexta-feira. O abalo derrubou edifícios em áreas costeiras e fez pelo menos 120 …

EDP desiste de processo contra o Estado, mas vai levar tarifa social a Bruxelas

A EDP desistiu da litigância judicial com o Estado sobre a contribuição extraordinária sobre o setor energético (CESE), mas vai pedir à Comissão Europeia uma análise sobre o mecanismo de financiamento da tarifa social a …

"Fora com os pretos". Universidades e escolas de Lisboa vandalizadas com mensagens racistas

Várias universidades e escolas secundárias da região de Lisboa foram vandalizadas com mensagens de teor racista e xenófobo. "Viva a Europa Branca" ou "Fora com os pretos" são algumas das frases escritas. Várias pessoas denunciaram esta …

Preços das casas não baixam porque há Fundos a comprar tudo

Apesar de estarmos em plena crise pandémica, os preços das casas não têm sofrido uma baixa significativa. Uma realidade que se pode explicar pelo interesse de alguns Fundos na aquisição de imóveis, com a perspectiva …

Infetados, mortes e internamentos. Portugal bate recordes diários de covid-19

Portugal bateu o recorde diário de infeções, mortes e internamentos de doentes com covid-19. Registam-se mais 4.656 casos positivos, 40 óbitos e 1.834 pacientes internados. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 4.656 casos positivos e …

CSD tem a "chave" da geringonça açoriana (mas ainda não sabe de que lado vai ficar)

Os Presidentes do PSD e do PS já se reuniram com o líder regional do CDS, Artur Lima. O dilema é entre suportar um executivo PS ou integrar uma coligação à direita. A decisão dos …

Professores "desenrolam" queixas em frente do parlamento (e pedem saída do ministro)

Dirigentes da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) colocaram esta quinta-feira grandes faixas com reivindicações junto da Assembleia da República e criticaram o ministro da Educação, que tem que “ir embora”. “Quem não sabe ter uma atitude …