Histórica visita de Trump a Israel com polémicas e uma “palmada” de Melania a abrir

EPA / Atef Safadi / Lusa

Donald Trump e Melania Trump em visita oficial a Israel.

Donald Trump e Melania Trump em visita oficial a Israel.

A visita de Donald Trump a Israel está a fazer história e a causar polémica, nomeadamente por causa da deslocação ao Muro das Lamentações. Num âmbito menos político, Trump dá que falar por causa de uma “palmada” de Melania.

Ainda antes de entrar nos temas mais sensíveis da visita a Israel, logo à chegada ao aeroporto de Telavive, Donald Trump e Melania, a primeira dama dos EUA, protagonizaram um momento caricato, quando caminhavam ao lado do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e da sua mulher, Sara, que iam de mãos dadas.

O Presidente dos EUA esticou a mão na direcção de Melania, como se quisesse imitar Netanyahu e a sua esposa. Ora, Melania respondeu com uma “palmada” na mão do governante, como que afastando-a de perto de si – momento que ficou registado em vídeo e que tem feito as delícias das redes sociais.

Visita histórica e polémica ao Muro das Lamentações

Mas a visita de Trump a Israel está a dar que falar também por motivos políticos e históricos – antes de mais pelo facto de Trump ter chegado a Israel num voo que partiu da Arábia Saudita, onde esteve em visita oficial nos últimos dias.

Este foi “o primeiro voo directo da história entre a Arábia Saudita e Israel”, diz a imprensa israelita.

Outro ponto polémico da visita de Trump a Israel é a visita ao Muro das Lamentações, na cidade velha de Jerusalém, na parte oriental ocupada, onde esteve com Melania e sem a presença de representantes do Estado israelita, numa visita a título privado.

Trump foi o primeiro inquilino da Casa Branca a visitar o Muro das Lamentações, o lugar mais sagrado do judaísmo. Até agora, os Presidentes norte-americanos em exercício tinham evitado esta rota, em alinhamento com a restante comunidade internacional, que não legitima a soberania de Israel sobre esta parte da cidade.

“Ligações indestrutíveis” com Israel

À chegada a Telavive, o Presidente norte-americano saudou as relações dos EUA e de Israel como “ligações indestrutíveis”, depois de ter sido recebido na pista do aeroporto internacional da capital israelita pelo Presidente Reuven Rivlin e a sua mulher, Nechama, e pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e pela sua mulher, Sara.

Trump reiterou também a sua convicção de que existe “uma rara oportunidade” para o alcance da paz na região.

“Temos perante nós uma rara oportunidade para conseguir a segurança, a estabilidade e a paz nesta região”, declarou, citado pela agência France Press, nas suas primeiras declarações públicas.

Novo ataque ao Irão

Num tom mais de “guerrilha” política, Trump repetiu fortes críticas ao Irão, afirmando que Teerão nunca poderá vir a ter armas nucleares.

Os EUA e Israel podem afirmar em simultâneo que o Irão nunca deve possuir uma arma nuclear e que deve cessar o financiamento, treino e equipamento mortífero para terroristas e milícias, imediatamente”, declarou o Presidente norte-americano acusando Teerão de apoiar “terroristas”.

Reafirmando a “duradoura amizade entre os EUA e o Estado de Israel” e o facto de serem “grandes aliados e parceiros”, Trump notou ainda, que os dois países precisam de fortalecer a cooperação por enfrentarem “ameaças comuns”, citando o Daesh e também “o Irão que impulsiona o terrorismo e financia e fomenta uma violência terrível”.

Trump também agradeceu a Benjamin Netanyahu o que definiu como “compromisso em avançar com a paz entre palestinianos e israelitas” e disse estar “desejoso em debater o processo de paz com o presidente palestiniano Mahmud Abbas”, com quem também se reúne nesta visita de 28 horas pela região.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …

Pentágono confirma que filmagens de OVNI em forma de pirâmide são autênticas

Uma nova série de imagens e vídeos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) filmados pela Marinha dos Estados Unidos foi agora confirmada como autêntica pelo Pentágono. Enquanto muitas pessoas geralmente se referem a avistamentos misteriosos …

Irão vai aumentar produção de urânio enriquecido em resposta ao “terrorismo nuclear” de Israel

O Irão justificou esta quarta-feira a decisão de enriquecer urânio a 60% como resposta ao “terrorismo nuclear” e à “maldade” israelita, referindo-se ao alegado ataque contra a central de Natanz, no domingo. “A decisão de enriquecer …

Possibilidade de ser reinfetado baixa 84% para quem já teve covid-19

Um novo estudo indica que a infeção prévia por SARS-CoV-2 protege a maioria dos indivíduos contra a reinfecção durante uma média de sete meses As probabilidades de reinfeção não descem até zero, mas um novo estudo, …