Henrique Granadeiro terá pago apartamento com 571 mil euros em notas e uma obra de arte

João Relvas / Lusa

Zeinal Bava e Henrique Granadeiro, antigos administradores da Portugal Telecom

Ministério Público suspeita que Henrique Granadeiro tenha comprado apartamento com luvas de Salgado. O apartamento custava 1,7 milhões de euros, mas o empresário só declarou 850 mil euros e o resto pagou em dinheiro vivo e com uma obra de arte.

O Observador avança que a investigação à compra de um apartamento na zona das Amoreiras por Henrique Granadeiro está a ser investigada à parte da Operação Marquês, apesar de ter partido desta.

O apartamento terá custado 1,7 milhões de euros, mas Granadeiro só terá declarado 850 mil, uma vez que o restante pagou em dinheiro vivo e com uma obra de arte.

A obra de arte foi comprada numa galeria de arte em Londres e está avaliada em 280 mil euros, tendo servido de sinal para a compra. Os restante 570 mil euros, pagos em dinheiro vivo, terão sido pagos numa sala de um banco na Suíça. Segundo o gestor do património de Granadeiro, Francisco Fino, foi o vendedor a exigir este método de pagamento.

O Observador cita a SIC para dizer que a transação aconteceu a 27 de novembro, numa sala do banco Pictet, na Suíça.

No local, no momento da transação, estaria Francisco Fino com um representante do Pictet, um representante do dono do imóvel e um representante do BPI Suisse. O dinheiro foi colocado num saco que foi entregue ao representante do BPI Suisse, banco onde o vendedor pediu que fosse depositado o dinheiro.

Os restantes 850 mil euros, que faltavam para perfazer os 1,7 milhões de euros que valia o apartamento, foram registados como o valor da casa no fisco e no notário e foram pagos, através de transferência, para a a compra do empresário do Porto, João Marques Pinto. O apartamento situa-se na Avenida D. João V, em Lisboa, próxima de outra casa da qual Granadeiro é proprietário.

Este caso será a 16ª investigação a sair do processo Operação Marquês. Na Operação Marquês, os investigadores concluíram que Ricardo Salgado transferiu cerca 24 milhões de euros para as contas de Henrique Granadeiro, com o empresário a devolver 4 milhões.

O Ministério Público acredita que uma parte desses 20 milhões foi branqueada com a compra do apartamento.

A confirmar-se que metade do valor foi pago por fora, Henrique Granadeiro incorre na alegada prática de crimes de branqueamento de capitais e de fraude fiscal qualificada.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Que lindos exemplos que este gajos dão ao povo. Quem mais ganha são os que mais fogem aos impostos. Andam em cima dos pequeninos e deixam que os matulões fujam por todos os meios. Anda toda a gente a GAMAR… menos os pequenos…

  2. que este mfa era o que foi ja a gente sabia, agora que fosse aliado do ali baba do rato é que me espanta. sera que o costa e o resto da trupe nao o conhece? e o bava? e o salgado? o e vara? e o godinho? e o pedro soares? e o querido amigo? e a sofia?..enfim… ja sao nomes suficientes para dignificar e recomentar o ps ao ze povinho…. qualquer dia o descaramento e a pouca vergonha sera tanta, que estes e outros feitos ja vao servir de propaganda para conquistar votos e pior que isso, sustentar um governo de radicais marxistas e comunistas … lavados,engravatados e barbeados para enganar ainda mais os analfabetos que insistem em manter e ampliar, com a ajuda do sindicato dos queridos prefessores.

Responder a MNBV Cancelar resposta

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …

Greve geral volta a parar França. Filas de trânsito chegam aos 620 quilómetros

Os acessos a Paris estão, esta manhã, muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das pensões e que afeta sobretudo a rede de transportes na capital francesa. De acordo com as autoridades, …

"Mário Centeno está a perder influência no Governo". Os (maus) sinais para o Orçamento de Estado 2020

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 [OE 2020] vai ser apresentada daqui a uma semana e alguns economistas antecipam os riscos do documento, falando de uma "situação potencialmente perigosa para as contas públicas" …