A Amazónia está a arder. Mas há uma região no Brasil a ser destruída mais rapidamente

Encostada à Amazónia, uma outra região do Brasil, que alberga 5% das espécies de animais e de plantas de todo o mundo e um armazém de carbono, está a ser destruída a um ritmo ainda mais rápido.

Chama-se Cerrado, estende-se por 200 milhões de hectares e é o bioma mais diverso do mundo. Esta região tem a maior diversidade de fauna e flora no mundo, sendo composta por zonas de savana, campo e floresta, que se estendem por cerca de 200 milhões de hectares.

“É estimado que o bioma tenha 837 espécies de pássaros, 120 de répteis, 150 de anfíbios, mais de um milhão de peixes, noventa mil insetos e 199 tipos de mamíferos,” disse Mercedes Bustamante, uma bióloga da Universidade de Brasília, à CNN.

Mais de 4.800 espécies são endémicas, incluindo lontras gigantes, antas e jaguares, e metade das mais de onze mil espécies de plantas encontradas no Cerrado não podem ser encontradas em mais nenhum lugar no mundo, segundo a World Wildlife Foundation.

O Cerrado representa metade do tamanho da Amazónia e 50% está desflorestado, de acordo com Edegar de Oliveira Rosa, diretor de Conservação e Restauro dos Ecossistemas da WWF-Brazil. “Estamos a perder 700 mil hectares por ano”, afirmou.

Tal como na Amazónia, explica o Observador, os habitats no Cerrado estão a ser destruídos pela procura de carne. As áreas verdes são transformadas em terrenos para gado e, mais tarde, convertidas em campos para cultivo de soja que é usada para alimentar esse mesmo gado ou exportada para outras partes do mundo.

A desflorestação não é novidade e não acontece apenas no Brasil. Mas a procura por carne tem vindo a aumentar e a China serve-se da soja do Brasil numa altura em que trava uma guerra comercial com os Estados Unidos.

Perante este cenário de um boom agrícola no Brasil, especialistas mostram-se apreensivos, pois creem que os habitats do Cerrado são o preço a pagar por esta situação. “Já não sobra muito mais do Cerrado” disse Toby Gardner, diretor da TRASE, uma iniciativa que analisa a transparência das cadeias de fornecimento de bens, à CNN. “O Cerrado está muito mais ameaçado, com três vezes mais perdas que a Amazónia”, acrescentou.

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Cerrado_landscape.jpg

A região do Cerrado representa também uma ameaça no que se refere a alterações climáticas, por ser armazém de uma grande quantidade de carbono no subsolo. Num relatório recente, a Greenpeace sugere que a vegetação que ainda se mantém é um armazém de carbono equivalente a 13.7 gigatoneladas de dióxido de carbono. Mas a capacidade da vegetação em absorver o carbono pode estar em risco por causa da ação humana.

A desflorestação e a agricultura incentivam o aquecimento global através do enfraquecimento da capacidade da terra de absorção do dióxido de carbono da atmosfera, emitindo grandes quantidades de gases de efeito de estufa.

“O clima não tem fronteiras. Os efeitos na biodiversidade, a extinção de espécies, a emissão de carbono, o desmatamento e os incêndios, agravam a crise climática que nos afeta a todos”, afirma Daniela Montalto, uma representante da campanha sobre florestas da Greenpeace.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. E ainda há quem defenda de que não há culpa política e a falta de ação da população.
    Simplesmente o brasileiro vai deixar os políticos arruinarem a biodiversidade do país, impactando todo o mundo.

    • Sempre tem os que acham que é uma conspiração, um atentado, politicagem, etc. Todos os anos nos EUA existem queimadas de proporções épicas e nada falam. No Brasil não pode. Aqui é culpa do Governo, culpa da população… De repente, são alienígenas invisíveis que se alimentam de fumaça daí tacam fogo para não morrerem de fome, né? Só acho…

  2. vão dizer isso aos porcos promotores no youtube entre outros,vão logo dizer que é uma conspiração para a comunidade internacional lhes roubar os recursos…

  3. O clima não tem fronteiras, mas a verdadeira solução para o mal que se está a fazer ao planeta também não e esse começa sobretudo no excessivo número de população humana existente e com tendência a aumentar em grande escala quando deveria ser o inverso, ora quanto mais humanos existirem mais recursos serão necessários para os alimentar e por conseguinte mais espaço será necessário para cultivar alimentos, se rapidamente não entenderem que terá que haver um equilíbrio entre humanos e o resto do planeta depressa chegaremos ao estado de não retorno e então aí será o colapso total.

RESPONDER

Acusado de racismo e sexismo, conselheiro político de Boris demite-se

Andrew Sabisky, conselheiro direto do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, demitiu-se esta segunda-feira, depois de ser acusado de racismo e sexismo pelo próprio Partido Conservador por causa de declarações suas no passado. Em causa estão declarações feitas …

"Impressora de pele" promete ajudar na cicatrização de queimaduras

Uma nova impressora 3D portátil é capaz de depositar "folhas de pele", umas sobre as outras, e criar um curativo biológico para cobrir grandes queimaduras. A nova impressora 3D foi desenvolvida por uma equipa de investigadores …

"Made in Space". A primeira fábrica espacial vai começar a ganhar forma

Com o objetivo de construir coisas cada vez maiores no Espaço, uma empresa do Colorado, nos Estados Unidos, está a preparar-se para uma missão de demonstração de construção. A Blue Canyon Technologies vai fornecer a infraestrutura …

Asteróide que passou recentemente pela Terra não estava sozinho

Astrónomos descobriram que o asteróide 2020 BX12, que passou pela Terra na semana passada, era afinal um sistema binário de asteróides. Estamos a falar do asteróide 2020 BX12, que passou a 4,3 milhões de quilómetros de distância da …

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …

Tribunal suspende construção da Gigafactory na Alemanha

Um tribunal alemão ordenou à Tesla, este domingo, a suspensão das obras da sua fábrica "Gigafactory" por questões ambientais. Em novembro do ano passado, Elon Musk, presidente executivo da Tesla, anunciou que a Alemanha tinha sido …

Novos semáforos da Índia ficam vermelhos quando os condutores buzinam

A Polícia de Mumbai, na Índia, instalou detetores de ruído em vários semáforos de cruzamentos importantes da cidade, visando reduzir a poluição sonora. Agora, quanto mais os condutores buzinam, mais tempo a luz se mantém …

Polícia de Hong Kong procura autores de roubo de papel higiénico

Um camião que transportava papel higiénico foi, esta segunda-feira, alvo de um assalto à mão armada em Hong Kong, onde a escassez do produto motivou uma corrida ao comércio local. As autoridades informaram que um motorista …

Centeno considera gravações de Varoufakis "politicamente lamentáveis"

O presidente do Eurogrupo considerou, esta segunda-feira, a atitude do antigo ministro das Finanças grego, que gravou reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, "politicamente lamentável". "Honestamente, não tenho comentários a fazer sobre …