Há escolas a passar estudantes com 7 negativas

Em algumas escolas do Ensino Básico, os alunos podem passar mesmo tendo sete negativas, enquanto noutras chumbam com três negativas, algo que acontece devido ao carácter excepcional da retenção e da diferente interpretação que é feita do conceito.

No Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra, no Montijo, os alunos não são, por norma, retidos até chegarem ao 9º ano de escolaridade, com excepção das situações em que há excesso de faltas ou problemas comportamentais.

O presidente da Associação de Pais do agrupamento, Mário Novais, refere ao Público que “todas as escolas do Montijo fazem o mesmo, porque o critério não é do estabelecimento escolar, mas sim do despacho ministerial que atribui à retenção um carácter excepcional”.

A retenção é aplicada a título excepcional nos 2º, 3º, 5º, 7º e 8º anos, porque não são anos de fim de ciclo educativo.

Assim, “há alunos que acabam por transitar de ano com cinco ou sete negativas”, constata Mário Novais, lamentando ao jornal que isso “não motiva os alunos” para melhorarem.

O facto de este critério “excepcional” não estar claramente definido e depender da interpretação que cada escola faz dele causa discrepâncias entre estabelecimentos, havendo por um lado os que chumbam com três negativas e, por outro, os que passam os estudantes mesmo que tenham seis ou sete negativas.

“Só no final de cada ciclo é que existem critérios nacionais definidos por lei para a retenção dos alunos”, explica ao Público o presidente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima.

O mais recente despacho sobre a avaliação dos alunos, publicado a 5 de Abril deste ano, especifica apenas a retenção como norma nos casos de excesso de faltas.

A tendência das políticas educativas para a redução das retenções explica-se com a ideia de que são ineficazes em termos de aprendizagem, além de serem caras para os cofres públicos.

ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu conheço vários casos de alunos que praticamente não sabem ler/escrever e que fizeram o 9º ano num colégio privado (com contrato de associação) e que deveriam ter acesso a ensino especial, mas nunca o tiveram (o colégio não quis estar a gastar dinheiro!) e passaram sempre de ano para não estragar a média das notas do colégio!…

  2. Olha que novidade me dão….então também não existem alunos no ensino superior que nem o 4 ano têm?!?!? Essa dos maiores de 23 é mais uma alegada “vigarice”..Então as empresas portuguesas têm na administração gestores, administradores que de gestão nada sabem ou não querem saber?!!?’….tudo das cunhas e dos conhecimentos e do poder…isto não está para valorizar os estudos mas sim as cunhas e a vadiagem através de subsídios da segurança social….só não vê quem não quer ver…

  3. Os sindicatos e os políticos em vez de fazerem da escola um meio de quezília ideológica e política o melhor seria que se ocupassem da qualidade do ensino em vez de o degradarem cada vez mais, o ensino precisa de estabilidade e não andar a mudar constantemente consoante o prazer de um partido, ministro, sindicato ou professores alérgicos ao ensino, os alunos não são peças de partidos ou ideologias e o país precisa de gente bem formada com responsabilidade é para isso que servem os nossos impostos o que já não acontece há 44 anos. Neste ponto não vejo ninguém interessado a sentar-se a uma mesa para debater o assunto, é pena!

  4. Voltou tudo ao mesmo! Como professora nunca consegui engolir esta norma de os alunos passarem sem saberem! Ainda tive alguns casos que eu, professora de Português dei nota negativa e o conselho pedagógico fez o favor de passar o aluno e agora tenho uma jovem a quem ajudo que ficou retida no 8º com quatro níveis negativos e um colega dela que teve negativas em todos os períodos a seis disciplinas e passou para o 9º ano!
    Que tristeza de ensino! Voltamos ao mesmo em que os alunos do 12º nem sabem ler nem escrever correctamente! É isto que se quer para um país que se deseja evoluído? Fica a pergunta!

  5. Senhora Nema, deixe lá que também já tive esse problema…e adianta alguma coisa reclamar?!?’ Não vale a pena…neste país nada vale a pena..

  6. Passam sempre, ilusoriamente, como naquela música do meu tempo, “cantando e rindo, levados,levados sim” , até que um dia esbarram com a realidade, encalhando definitivamente quando prestam provas de acesso ao mercado de trabalho, porque ninguém os quer, nem de borla, simplesmente porque nada sabem.
    A propósito, recordo Emil CIoran, que dizia,
    “Há gente tão néscia que, se uma só ideia aflorasse à superfície dos seus cérebros, esta suicidar-se-ia aterrada com tanto vazio”.
    E talvez por isso que há muito tempo. a abreviatura DR, que muitos fazem questão de exibir antes do primeiro nome, não significa nada mais que DESEMPREGADO(A)-
    Assim se abrem as boas oportunidades de trabalho, aos estrangeiros possuidores de reais e altas valências académicas…

RESPONDER

Descoberta em Alenquer uma das maiores muralhas do país do Calcolítico

Arqueólogos portugueses e espanhóis descobriram em Alenquer uma muralha monumental, uma das maiores do país do período Calcolítico, com quatro a cinco mil anos, após terem realizado este mês as primeiras escavações. A uma altitude de …

Minas americanas continuam inseguras apesar de multas de mil milhões de dólares

O veredito é dado pela sistema federal que multa as empresas mineiras: nem os mais de mil milhões de dólares em multas se revelaram suficientes para desencorajar as práticas inseguras do setor. Esta foi a conclusão …

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …

Trump diz que Boris é "o homem certo" e promete "grande acordo comercial"

Os dois líderes estiveram reunidos à margem da cimeira do G7. Trump elogiou Boris e garantiu que o acordo comercial com o Reino Unido será rápido depois do Brexit. Johnson diz que será "fantástico". O Presidente …

Uma impressora 3D construiu uma casa em apenas 12 horas

A impressora 3D S-Squared (SQ3D) construiu um protótipo básico de uma casa em cerca de 12 horas. A estrutura tem 46 metros quadrados e foi construída através de uma mistura de cimento em camadas. O trabalho …