Há 80 mil portugueses com salários em atraso em Angola

USACE HQ / Flickr

Cerca de 80 mil trabalhadores portugueses do setor da construção estão com ordenados em atraso em Angola.

O presidente do Sindicato da Construção Civil, Albano Ribeiro, garante ao Jornal de Notícias que há cerca de 80 mil trabalhadores portugueses com salários em atraso em Angola e que pelo menos mil dos operários que vêm passar o Natal a Portugal já não devem regressar ao país africano.

“Há, de certeza, mais de mil trabalhadores da construção que já não tencionam regressar. E sei-o pelos contactos que estou a receber das famílias”, descreve o sindicalista, que reconhece que a tendência “não é para as coisas melhorarem”.

Albano Ribeiro refere que dos cerca de 200 mil trabalhadores portugueses que trabalham na construção, “40% têm entre dois e seis meses de salários em atraso“, e adianta que o sindicato já tem recebido pedidos de ajuda de famílias com dificuldades financeiras e que “há muitos trabalhadores que querem regressara Portugal e nem dinheiro para o avião têm”.

A Soares da Costa é uma das empresas afetadas. “Estão com dois ou três meses em atraso e têm 400 trabalhadores em Portugal que estão em casa. Uma situação que nos preocupa muito, porque é insustentável”, refere o dirigente sindical, que assegura que “há muitas empresas com obras paradas” e que não faltam casos de abandono.

O sindicalista reconhece que a maioria dos vencimentos em dívida é de “angariadores de mão de obra que, quando a crise se agudizou, desapareceram de cena”, altura em que as grandes empresas “apostaram em novos mercados, seja em África, seja na Europa, e estão a deslocalizar para lá os trabalhadores que tinham em Angola”.

A origem do problema estará na crise do petróleo, mas Albano Ribeiro considera que a questão vai muito além disso, dando o exemplo do Gana e do Senegal, países onde os trabalhadores do setor estão também a enfrentar dificuldades.

Manuel Reis Campos, presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI), não confirma estes números, mas admite que a situação em Angola é, de facto, muito complicada. “O mais grave é o arrastar desta crise no tempo, com o desgaste que isso causa às empresas e aos seus trabalhadores”, sublinha.

Segundo dados da CPCI, Portugal é o segundo país com maior presença no setor da construção africano. Dos 5,3 mil milhões de euros de faturação das construtoras nacionais no mercado internacional, dois mil milhões – mais de um terço – vêm de Angola.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pois é o petróleo e os diamantes não podem dar para todos! A história vai-nos revelando pouco a pouco a verdadeira realidade e de que lado está a razão.

RESPONDER

Aeronave autónoma é uma alternativa acessível aos satélites (e já fez o seu primeiro voo)

A empresa Swift Engineering, em parceria com o Ames Research Center, da NASA, desenvolveu uma alternativa acessível aos satélites: uma aeronave autónoma de alta altitude e longa resistência. Já nasceu a alternativa acessível aos satélites: chama-se …

Reservas naturais chinesas salvaram os pandas da extinção (mas "esqueceram-se" dos leopardos)

Uma nova investigação revela que os esforços da China para salvar os pandas gigantes foram bem sucedidos, mas os mesmos falharam na proteção de outros animais que partilham o mesmo habitat, como é o caso …

Comunidade científica critica Trump por dizer que NASA estava "morta"

Na quarta-feira, o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou no Twitter que "a NASA estava fechada e morta" até que o próprio fez com que voltasse a funcionar, afirmação que gerou consternação na …

É "bastante provável" que chegue à Europa uma Cybertruck de menores dimensões

É "bastante provável" que uma Cybertruck de menores dimensões venha a ser produzida e chegue depois ao mercado europeu, revelou Elon Musk, CEO da Tesla, empresa que produz estas pickups elétricas. Questionado na rede social …

Mais seis mortos e 131 novos casos em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje mais seis mortos e 131 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sábado, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. O número de pessoas internadas é de 366, mais nove …

"Erro" do Instagram favoreceu conteúdo de Trump face ao de Biden

Um "erro" da rede social Instagram favoreceu durante dois meses o conteúdo gerado pela campanha de reeleição do atual Presidente norte-americano, Donald Trump, quando comparado com as publicações de Joe Biden, candidato democrata que está …

Fotografia partilhada nas redes sociais levou à suspensão de alunos nos Estados Unidos

Pelo menos dois alunos da North Paulding High School, no estado da Georgia, dizem ter sido suspensos depois de terem partilhado nas redes sociais uma fotografia na qual é possível ver um corredor da escola repleto …

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …

Ventura anuncia recandidatura ao Chega e só sai do parlamento quando “metade daquela esquerda" sair

André Ventura anunciou esta noite a recandidatura à liderança do Chega, numa cerimónia em Leiria em que disse que só vai sair do parlamento “quando metade daquela esquerda sair”. “Estamos a fazer uma revolução democrática e …