Há 6% de probabilidade de o Tesla de Elon Musk voltar (e colidir com a Terra)

Elon Musk / Instagram

Space X

Starman ao volante de um Tesla Red Roadster a caminho de Marte

Parece que esta não foi a última vez que vimos o Tesla de Elon Musk que foi lançado para o espaço na semana passada.

Num artigo publicado no jornal MNRAS na terça-feira, Hanno Rein, da Universidade de Toronto, no Canadá, afirmou que no próximo milénio há um risco de 6% que o Tesla venha a colidir com a Terra. Mas se considerarmos os próximos três milénios, a probabilidade aumenta para 11%.

“Como já estávamos com todos os softwares prontos e quando descobrimos que o lançamento foi bem-sucedido, resolvemos conferir o que vai acontecer com o Tesla nos próximos milhões de anos. Mesmo se o carro cair sobre a Terra, a população no geral e mesmo Elon Musk não se devem preocupar com isso“, informou o cientista.

Na passada quarta-feira, foi lançado o primeiro “automóvel espacial”, Tesla, que pertence a Elon Musk, fundador da SpaceX. O carro foi enviado para o espaço sideral em direção a Marte pelo foguete Falcon Heavy, que fez o primeiro lançamento bem-sucedido.

Inicialmente, Elon Musk chegou a acreditar que o Tesla tinha falhado o seu objetivo principal – Marte -, mas os cientistas ressaltaram que o carro do empreendedor está, de facto, a aproximar-se do Planeta Vermelho, contudo não se tornará num satélite.

Com a ajuda de um programa desenvolvido para simular o movimento de asteroides próximos da Terra, a equipa de astrónomos canadiana estudou a mudança da órbita do Tesla e a forma como o carro será afetado pela atração de Júpiter, Marte, Terra e outros grandes planetas ao aproximar-se deles.

 

Os cientistas, ao considerar todos os possíveis fatores negativos, calcularam que o Tesla tem 6% de probabilidades de voltar à Terra nos próximos mil anos. Além disso, há 2,25% de probabilidade do primeiro automóvel espacial não cair na Terra, mas em Vénus.

Segundo Hanno Rein e os seus colegas, o carro vai permanecer no espaço por cerca de 10 milhões de anos antes de colidir com algum objeto ou se queimar na atmosfera. Entretanto, isso não acontecerá no futuro próximo, apenas em 2091, quando o carro se aproximar da Terra a uma distância menor do que a que nos separa da Lua.

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Inteligência Artificial está a reviver jogos de tabuleiro ancestrais

A Inteligência Artificial consegue descobrir, com um grande grau de precisão, o conjunto de regras de vários jogos de tabuleiro ancestrais. Jogos de tabuleiro com centenas de anos são, por vezes, encontrados em escavações arqueológicas. Sem …

Panteras da Flórida estão a agir como se tivessem sido envenenadas (e os cientistas não sabem porquê)

Algumas panteras da Flórida, nos Estados Unidos, estão a ter um comportamento estranho ao andar, quase como se tivessem sido envenenadas. Os cientistas ainda não conseguiram perceber porquê. De acordo com o Washington Post, pelo menos …

SL Benfica 0-2 FC Porto | "Dragão" astuto arranca triunfo na Luz

O FC Porto foi ao Estádio da Luz vencer o “clássico” por 2-0 e recuperar a desvantagem de três pontos que tinha no campeonato. Com uma estratégia muito bem montada, baseada numa grande pressão sobre o …

Câmaras de Inteligência Artificial podem ser a solução para evitar tiroteios

Câmaras de videovigilância com Inteligência Artificial podem ser a solução para pôr um fim aos tiroteios. Esta tecnologia é capaz de detetar armas de fogo e avisar logo de seguida as autoridades. Com as dificuldades em …

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% do que os médicos fazem é "fantochada"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …