Guru indiano condenado a prisão perpétua por violar jovem

Asaram Bapu violou uma jovem de 16 anos em 2013, enquanto os pais, que eram seus seguidores, esperavam e cantavam as orações do guru do lado de fora.

Um tribunal indiano na cidade de Jodhpur, no norte da Índia, condenou, esta quarta-feira, o popular guru Asaram Bapu a prisão perpétua por ter abusado sexualmente de uma menor.

Um dos advogados da família da vítima, Manish Vyas, indicou à agência EFE que Asaram foi condenado por ter abusado sexualmente em 2013 de uma jovem de 16 anos no seu ashram, o termo usado para designar uma comunidade formada com o intuito de promover a evolução espiritual dos membros, orientada por um líder.

Além disso, outros dois acusados foram condenados a 20 anos de prisão enquanto outros dois foram desculpados, disse Vyas, antes de esclarecer que ainda não recebeu a sentença completa. Uma porta-voz de Asaram, Neelam Dubey, afirmou em entrevista coletiva que a defesa do guru recorrerá do veredito numa instância judicial superior.

A sentença foi ditada na prisão de Jodhpur, onde o guru, de 77 anos, permanece preso desde 2013, depois de dois dos seus seguidores o acusarem de agressão sexual da filha. Segundo o Expresso, o guru chamou a filha do casal para o seu quarto com o pretexto de a “curar”, violando-a, enquanto os pais esperavam do lado de fora.

A sentença não foi ditada no tribunal da cidade a pedido da polícia, que temia que os seguidores de Asaram provocassem distúrbios similares aos de 2017, quando quase 40 pessoas morreram após uma condenação por abuso sexual ao guru Gurmeet Ram Rahim Singh.

O polícia da cidade, Ashok Rathore, afirmou à EFE que a situação em Jodhpur é “absolutamente pacífica” e precisou que as autoridades locais limitaram o direito de reunião.

A polícia estava em alerta perante a possível chegada a Jodhpur de milhares de seguidores para defender o guru, uma situação que segundo Rathore não chegou a acontecer. O estado do Rajastão e os estados vizinhos Gujarat e Haryana também desdobraram fortes medidas de segurança.

A agressão à adolescente aconteceu no dia 15 de agosto de 2013 num ashram nos arredores de Jodhpur, propriedade de Asaram. A jovem morreu 13 dias depois da agressão e o crime gerou um debate sem precedentes no país sobre a discriminação das mulheres, que levou as autoridades a endurecer as penas contra os violadores.

O guru deu, pouco tempo depois, declarações que suscitaram muita polémica, ao considerar que, embora menor que os agressores, a vítima também teve culpa, já que ao invés de resistir, “devia ter rezado a Deus e pedido aos agressores que a deixassem em paz”.

ZAP // EFE / Ciberia

PARTILHAR

RESPONDER

Coreia do Sul retira oficialmente o Japão da lista preferencial de comércio

A Coreia do Sul retirou esta quarta-feira oficialmente o Japão da sua lista de parceiros comerciais preferenciais, após a mesma medida ter sido aplicada por Tóquio, num agravamento de tensões diplomáticas entre os dois países. A …

Vaticano pede julgamento de dois padres por alegados abusos sexuais

A Santa Sé anunciou na terça-feira que enviou para a justiça os casos de dois padres italianos suspeitos de abuso sexual, que alegadamente ocorreram num seminário no Vaticano. "O procurador de justiça do Vaticano [equivalente ao …

Donald Trump nomeia Robert C. O’Brien como novo conselheiro de Segurança Nacional

Donald Trump nomeou esta quarta-feira Robert C. O’Brien, que servia até agora como negociador de reféns para o governo, como novo conselheiro de Segurança Nacional dos EUA. Assim, O’Brien vai substituir John Bolton, que foi despedido …

Galamba avisa: não vai haver cabo submarino se centrais a carvão de Marrocos não forem penalizadas

O estudo sobre a interligação entre Portugal e Marrocos está atrasado, não havendo nenhuma data prevista para a sua conclusão, de acordo com o Governo. O cabo submarino tem um custo estimado de 700 milhões de …

Presidente do maior sindicato da PSP acusado de ter agredido adepto do Boavista

O presidente da direção da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP), Paulo Rodrigues, está entre os 11 polícias que vão a julgamento esta quarta-feira acusados de agressão a um adepto do Boavista. O julgamento terá …

PAN propôs medidas ambientais que já estão em vigor

No capítulo do programa eleitoral do PAN dedicado ao Ambiente, o partido faz propostas que já estão implementadas, como os sistemas de certificação do pescado e restrição do tráfego aéreo em período noturno. Na área "Crise …

Madeira. Sondagem da RTP indica que PSD perde maioria absoluta

De acordo com uma nova sondagem da Universidade Católica para a RTP, o PSD pode perder a maioria absoluta na Madeira, enquanto que o PS pode aumentar o número de assentos no parlamento regional. Uma nova …

Secretário de Estado da Proteção Civil constituído arguido e demite-se

Artur Neves, secretário de Estado da Proteção Civil, apresentou o pedido de demissão ao Ministro de Administração Interna esta quarta-feira. "Na sequência do pedido de exoneração, por motivos pessoais, do Secretário de Estado da Proteção Civil, …

Câmara de Lisboa volta a dar isenção de taxas ao Rock in Rio

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou, esta terça-feira, que a organização do Rock in Rio fica novamente isenta do pagamento de taxas, no valor de três milhões de euros, pela realização das edições de 2020 …

Pelo menos 23 crianças morreram em incêndio em escola na Libéria

Um incêndio deflagrou nesta quarta-feira num colégio interno nos subúrbios da capital da Libéria, Monróvia. Dezenas de crianças morreram - 23 segundo a BBC, 27 de acordo com a Reuters. “As crianças estavam a aprender o …