O guia prático de Macedo para recuperar as grandes dívidas da CGD

Manuel de Almeida / Lusa

Paulo Macedo, presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos

O presidente da Caixa Geral de Depósitos, Paulo Macedo, recusou-se a comentar sobre o caso Berardo, mas deixou um guia prático daquilo que o banco está a fazer para recuperar dívidas de grandes devedores.

O arresto da coleção de arte de Joe Berardo foi tema de destaque esta terça-feira, mas o presidente da Caixa, Paulo Macedo, recusou-se a comentar casos individuais. Por outro lado, preferiu generalizar e explicar aquilo que o banco pode, e está a fazer, para recuperar dívidas de grandes devedores e responsabilizar antigos gestores.

Quando um grande devedor deixa de pagar um empréstimo, há três execuções possíveis, segundo Paulo Macedo: execução dos devedores, execução dos colaterais (garantias) reais e execução de avalistas.

Além disso, Macedo refere dois tipos de pesquisa que podem ser feitos: a pesquisa dos bens de devedores e a pesquisa de bens de entidades controladas.

Adicionalmente, há ainda a possibilidade de análise e desagregação da personalidade jurídica das entidades e seus acionistas; queixa crime em caso de indícios de crime, nomeadamente, por burla; cooperação com outros bancos e autoridades; e, por fim, negociar com os devedores.

Paulo Macedo também referiu a ação da Caixa no que toca a antigos gestores que decidiram créditos ruinosos para o banco. Nestes casos, é necessário avaliar em que casos é que podem existir indícios de má gestão passível de responsabilidade civil ou crime, e apurar responsabilidades.

É necessária ainda: uma análise jurídica dos casos; uma análise financeira das operações; análise às informações do relatório da comissão parlamentar de inquérito à CGD e do inquérito do Ministério Público. Segundo o Observador, o administrador da Caixa propõe ainda ouvir os envolvidos e apresentar propostas aos acionistas.

O presidente da CGD garantiu que estão a ser tomadas várias medidas deste “guia” e que ele próprio já fez algumas participações criminais sobre créditos do banco. Macedo referiu ainda que apesar do relatório da comissão parlamentar de inquérito ter trazido novas informações, acabou por ter um impacto negativo na reputação do banco e levou à perda de foco dos gestores da área comercial.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Espanha vai proibir viagens durante a Páscoa. França, Hungria e Brasil com novas restrições

Espanha prepara-se para aprovar um plano de desconfinamento para as próximas semanas, particularmente para a Páscoa, que prevê a proibição de viajar entre as suas comunidades autónomas e um recolher obrigatório entre as 22h00 e …

FBI detém funcionário de Donald Trump pela invasão ao Capitólio

O Departamento Federal de Investigação (FBI) deteve na quinta-feira um funcionário do ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump pela invasão ao Capitólio a 6 de janeiro, noticiaram os media norte-americanos. Trata-se de Federico Klein, um homem …

Bebidas, fatos e centro "fantasma". Presidência portuguesa da UE debaixo de fogo após gastos "incomuns"

A presidência portuguesa do Conselho Europeu está no olho do furacão depois de uma reportagem que evidencia as "despesas incomuns" com bebidas, fatos e um centro de imprensa "fantasma", em contratos que custaram "centenas de …

Padres, provedores e autarcas. MP investiga casos de vacinação indevida

A investigação do Ministério Público (MP) e da Polícia Judiciária (PJ) conta já com 33 casos suspeitos de vacinação indevida, estendendo-se a padres, provedores de misericórdias, administradores hospitalares e autarcas. Desde o início da campanha da …

Atrasos na vacina da Pfizer condicionam vacinação de doentes de risco entre os 65 e os 79

A vacinação de doentes de risco entre 65 e os 79 anos está condicionada pela chegada de mais vacinas da Pfizer. Na união Europeia, Portugal é o quinto país com a percentagem mais elevada de doses …

Há uma geringonça (sem Bloco) a discutir quinzenalmente a execução orçamental

No ano passado, a abstenção do PCP de um empurrão na aprovação do Orçamento do Estado. O partido de Jerónimo de Sousa não desiste de exercer influência e de se consolidar como parceiro do Governo, …