Guaidó diz que está próxima uma “solução real” para crise na Venezuela

Miguel Gutierrez / EPA

O líder opositor e presidente do Parlamento da Venezuela, Juan Guaidó, insistiu esta terça-feira que está próxima uma “solução real” para a crise político-económica e social que afeta a Venezuela.

“Estamos a aproximar-nos a uma solução real que todos sabemos por onde passa, será o Reino da Noruega, quem avance ou informe oportunamente”, disse.

Juan Guaidó falava aos jornalistas na Assembleia Nacional, onde recordou que em janeiro último, quando jurou assumir as competências executivas estabelecidas na Constituição, foram definidos três objetivos: Fim da usurpação da Presidência da República, um governo de transição e eleições livres.

“Conseguimos ter uma fonte poderosa no âmbito Internacional, estamos a trabalhar em todos os tabuleiros, estamos numa ditadura e temos que gerar a pressão necessária para pôr fim ao sofrimento dos venezuelanos para sair desta tragédia”, disse.

Segundo Juan Guaidó, são sinais dessa aproximação, ver “o Papa, o ministro do Negócios Estrangeiros da Rússia, a União Europeia e o Governo dos Estados Unidos, fazerem declarações”. “Não é preciso saber ler entre linhas para entender a opinião da comunidade internacional contra a situação da Venezuela, inclusive de aliados do regime, como a China e a Rússia. Isso é o que temos conseguido, aliados no mundo”, disse.

Por outro lado, manifestou apoio à União Europeia por estar a ponderar impor mais sanções contra funcionários do Governo do Presidente Nicolás Maduro, alegadamente envolvidos em graves violações dos direitos humanos.

“Não podemos confiar numa ditadura que torturou um capitão de fragata até à morte, confiamos na mobilização do povo, na capacidade de reconstrução”, disse, fazendo alusão à recente morte do capitão Rafael Acosta Arévalo, na sequência de torturas realizadas por funcionários da Direção de Contrainteligência Militar (serviços secretos militares).

Guaidó referiu-se ainda à recente detenção de dois elementos da sua equipa de segurança, que o Governo venezuelano diz estarem envolvidos no roubo de armamento à Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar).

“Os advogados não têm tido acesso ao expediente. Isto é um novo ‘show’, o regime continua a perseguir”, disse, advertindo que em breve “podem ocorrer mais detenções de dirigentes, estudantes e sindicalistas”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Trump cancela visita à Dinamarca por Gronelândia não estar à venda

Donald Trump cancelou a visita que tinha agendada à Dinamarca depois de a primeira-ministra dinamarquesa se ter recusado a vender a Gronelândia aos Estados Unidos. Apesar de ter admitido anteriormente que a sua visita à Dinamarca …

Supremo Tribunal recusa recurso de George Pell. Cardeal continua a cumprir pena de prisão por abuso de menores

O Supremo Tribunal do estado australiano de Victoria decidiu recusar o recurso que foi interposto pelos advogados do cardeal australiano George Pell contra a sua condenação a seis anos de prisão por pedofilia. De acordo com …

Já sabemos como era o rosto de Hilda, uma das druidas mais antigas da Escócia

Uma estudante da Universidade de Dundee, na Escócia, revelou o rosto de um dos druidas mais antigos do país através de uma reconstrução 3D super detalhada. Hilda foi uma mulher druida que viveu durante a Idade …

Refugiados vindos da Turquia já chegaram a Portugal

Um grupo de 16 refugiados chegou na tarde desta terça-feira a Portugal proveniente de Istambul, na Turquia, ao abrigo do Programa Voluntário de Reinstalação do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), anunciou …

Militares na reserva e reforma fazem queixa-crime contra Gomes Cravinho

O ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, foi alvo de uma queixa-crime junto da Procuradoria-Geral da República (PGR) pela alegada prática do crime de ofensa a organismo serviço ou pessoa coletiva. A notícia é avançada pelo …

SEF recorre ao Ministério Público por suspeita de venda de vagas de atendimento

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) apresentou uma participação ao Ministério Público, por indícios de crime de auxílio à imigração ilegal, devido à alegada venda de vagas de atendimento em portais de anúncios classificados. A …

Cientistas desmascaram teoria comum sobre canhotos

Desde sempre houve muitas alegações sobre o que significa ser canhoto e se muda o tipo de pessoa que alguém é — mas a verdade é quase um enigma. Mitos sobre a lateralidade aparecem ano após …

Arranca a greve na Ryanair. Empresa não descarta atrasos ou mudanças de voos

Os tripulantes da Ryanair começam esta quarta-feira uma greve de cinco dias, até domingo, convocada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) e que conta com serviços mínimos decretados pelo Governo. Nesta …

O navio Open Arms já atracou em Lampedusa

O navio Open Arms chegou ao porto da ilha de Lampedusa por volta da meia-noite, hora italiana, depois do procurador de Agrigento, Luigi Patronaggio, ter ordenado a apreensão do navio e o desembarque imediato dos …

Fernando Haddad condenado a quatro anos e meio de prisão

O ex-prefeito de São Paulo e antigo candidato às Presidenciais brasileiras foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, por recursos financeiros não declarados durante a eleição municipal de 2012. Fernando …