Grupo “ecoterrorista” revela planos para matar Jair Bolsonaro

Tânia Rêgo / Agência Brasil

Uma reportagem da revista brasileira Veja, publicada esta sexta-feira, revela os planos de um grupo “ecoterrorista” para matar o Presidente brasileiro. 

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, confirmou, esta sexta-feira, que o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência já tinha conhecimento da investigação sobre um grupo de ecoterroristas que planeiam matá-lo, na sequência da reportagem da Veja.

“Eu li a reportagem e encaminhei. O GSI já tinha conhecimento. O risco de atentado contra mim ou contra qualquer líder mundial vai sempre existir”, afirmou o chefe de Estado aos jornalistas esta manhã.

De acordo com a revista, há seis meses que a Polícia Federal procura, ainda sem sucesso, os integrantes do grupo Sociedade Secreta Silvestre (SSS), que se apelida de “ecoterrorista” e que já levou a cabo pelo menos três atentados à bomba em Brasília.

Nas duas últimas semanas, a revista brasileira entrevistou um dos líderes deste grupo, que se apresenta como o “braço brasileiro” dos Individualistas que Tendem ao Selvagem (ITS), uma organização internacional que é investigada por promover ataques a políticos e empresários de vários países.

O líder do grupo, que se identifica como ‘Anhangá’, garantiu à publicação que o plano para matar Bolsonaro é real e que começou a ser planeado desde o momento em que o Presidente foi eleito.

“Anhangá” contou ainda que o plano para assassinar Bolsonaro era para ter acontecido no dia da cerimónia de posse, mas o forte esquema de segurança montado pela polícia e pelo exército acabou por fazer com que o grupo adiasse essa ideia.

Dias antes dessa cerimónia, o SSS colocou uma bomba em frente a uma igreja católica a cerca de 50 quilómetros de distância do Palácio do Planalto. O artefacto não explodiu devido a uma falha no detonador mas, no mesmo dia, o grupo reivindicou o ataque na Internet e anunciou que o próximo alvo seria o Presidente eleito, o que levou as autoridades a sugerir o cancelamento do desfile em carro aberto.

Em abril, dois carros do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foram incendiados em Brasília. No local, estavam pintadas na parede ameaças de morte ao ministro do Ambiente Ricardo Salles. O grupo assumiu novamente a responsabilidade deste incidente.

Segundo ‘Anhangá’, Bolsonaro é um “estúpido populista” e a sua administração “tem declarado guerra ao meio ambiente”. O terrorista diz ainda que o chefe de Estado não tem “uma proteção adequada”, o que facilita um eventual atentado.

O ITS foi fundado, em 2011, no México e, para além do Brasil, afirma ter representantes na Argentina, no Chile, em Espanha e na Grécia. Os extremistas afirmam ser contra tudo o que leva à destruição do meio ambiente e defendem o uso de medidas extremas e atos violentos contra os inimigos da Natureza.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Como brasileiro, posso garantir que esse grupo terrorista não existe. O presidente louco quer atribuir o atentado de um doente mental (diagnosticado pelos médicos) ao PT. Não conseguirá seu intento.

RESPONDER

Gelo a cair num buraco faz barulhos estranhos (e parece uma batalha de lasers)

Alguma vez pensou o que se ouve quando deixamos cair gelo num buraco gelado profundo? Já não precisamos de pensar mais - e já podemos ouvir. O vídeo do pedaço de gelo a cair num buraco …

Tribunal recusa exumar corpo. Rosa Grilo conhece sentença a 3 de março

A leitura do acórdão no processo do homicídio do triatleta ficou agendada, esta terça-feira, para o dia 3 de março. De acordo com o Diário de Notícias, a defesa de Rosa Grilo pediu a exumação do …

Revelados documentos que provam a investigação de OVNIs por parte do Pentágono

Documentos recentemente divulgados mostram que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos (EUA) financiou estudos sobre Objetos Voadores Não Identificados (OVNI's), contradizendo declarações recentes do Pentágono. Em 2017, o New York Times revelou a existência de …

"Nem sei onde é Alcochete". Pinto da Costa ouvido como testemunha de Bruno de Carvalho

O presidente do FC Porto foi ouvido, esta terça-feira, como uma das testemunhas do ex-dirigente leonino no julgamento da invasão à academia do Sporting, em Alcochete, que está a decorrer no tribunal de Monsanto, em …

A nova obra de Bansky só durou dois dias

A nova obra do artista britânico Banksy, que apareceu na véspera do Dia dos Namorados em Bristol, foi coberta por um grafite cor-de-rosa dois dias depois. A imagem de uma menina a atirar flores vermelhas com uma …

Mais de cem médicos assinam carta a exigir fim da "tortura" de Assange

Mais de cem médicos assinaram uma carta, divulgada esta terça-feira, na qual pedem que o fundador do Wikileaks receba tratamento médico adequado.  Através de uma carta publicada, esta terça-feira, na revista científica The Lancet, mais de uma …

Espiões russos foram à Irlanda investigar cabos submarinos de Internet. Teme-se que os cortem

Esta segunda-feira, o mundo entrou em estado de alerta: agentes secretos da Rússia foram descobertos na Irlanda, numa missão para mapear a localização exata dos cabos submarinos que conectam a Europa à América do Norte. Não …

Telmo Correia eleito líder parlamentar do CDS-PP por unanimidade

O deputado foi eleito, esta terça-feira, presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP, sucedendo a Cecília Meireles, numa votação em que contou com os votos favoráveis dos restantes quatro eleitos centristas. O anúncio foi feito no Parlamento …

Site de genealogia "salva" homem preso há 15 anos por um crime que não cometeu

Ricky Davis é a primeira pessoa a ser libertada com recurso a testes modernos de ADN no estado da Califórnia e o segundo nos Estados Unidos. Ricky Davis tinha 20 anos quando Jane Hylton, de 54 …

Bolsonaro acusado de fazer insinuação sexual contra jornalista

O Presidente do Brasil foi acusado, esta terça-feira, de fazer uma insinuação de natureza sexual contra uma jornalista do jornal Folha de São Paulo. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a jornalista em …