Grupo “ecoterrorista” revela planos para matar Jair Bolsonaro

Tânia Rêgo / Agência Brasil

Uma reportagem da revista brasileira Veja, publicada esta sexta-feira, revela os planos de um grupo “ecoterrorista” para matar o Presidente brasileiro. 

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, confirmou, esta sexta-feira, que o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência já tinha conhecimento da investigação sobre um grupo de ecoterroristas que planeiam matá-lo, na sequência da reportagem da Veja.

“Eu li a reportagem e encaminhei. O GSI já tinha conhecimento. O risco de atentado contra mim ou contra qualquer líder mundial vai sempre existir”, afirmou o chefe de Estado aos jornalistas esta manhã.

De acordo com a revista, há seis meses que a Polícia Federal procura, ainda sem sucesso, os integrantes do grupo Sociedade Secreta Silvestre (SSS), que se apelida de “ecoterrorista” e que já levou a cabo pelo menos três atentados à bomba em Brasília.

Nas duas últimas semanas, a revista brasileira entrevistou um dos líderes deste grupo, que se apresenta como o “braço brasileiro” dos Individualistas que Tendem ao Selvagem (ITS), uma organização internacional que é investigada por promover ataques a políticos e empresários de vários países.

O líder do grupo, que se identifica como ‘Anhangá’, garantiu à publicação que o plano para matar Bolsonaro é real e que começou a ser planeado desde o momento em que o Presidente foi eleito.

“Anhangá” contou ainda que o plano para assassinar Bolsonaro era para ter acontecido no dia da cerimónia de posse, mas o forte esquema de segurança montado pela polícia e pelo exército acabou por fazer com que o grupo adiasse essa ideia.

Dias antes dessa cerimónia, o SSS colocou uma bomba em frente a uma igreja católica a cerca de 50 quilómetros de distância do Palácio do Planalto. O artefacto não explodiu devido a uma falha no detonador mas, no mesmo dia, o grupo reivindicou o ataque na Internet e anunciou que o próximo alvo seria o Presidente eleito, o que levou as autoridades a sugerir o cancelamento do desfile em carro aberto.

Em abril, dois carros do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foram incendiados em Brasília. No local, estavam pintadas na parede ameaças de morte ao ministro do Ambiente Ricardo Salles. O grupo assumiu novamente a responsabilidade deste incidente.

Segundo ‘Anhangá’, Bolsonaro é um “estúpido populista” e a sua administração “tem declarado guerra ao meio ambiente”. O terrorista diz ainda que o chefe de Estado não tem “uma proteção adequada”, o que facilita um eventual atentado.

O ITS foi fundado, em 2011, no México e, para além do Brasil, afirma ter representantes na Argentina, no Chile, em Espanha e na Grécia. Os extremistas afirmam ser contra tudo o que leva à destruição do meio ambiente e defendem o uso de medidas extremas e atos violentos contra os inimigos da Natureza.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Como brasileiro, posso garantir que esse grupo terrorista não existe. O presidente louco quer atribuir o atentado de um doente mental (diagnosticado pelos médicos) ao PT. Não conseguirá seu intento.

RESPONDER

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …