Grupo “ecoterrorista” revela planos para matar Jair Bolsonaro

Tânia Rêgo / Agência Brasil

Uma reportagem da revista brasileira Veja, publicada esta sexta-feira, revela os planos de um grupo “ecoterrorista” para matar o Presidente brasileiro. 

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, confirmou, esta sexta-feira, que o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência já tinha conhecimento da investigação sobre um grupo de ecoterroristas que planeiam matá-lo, na sequência da reportagem da Veja.

“Eu li a reportagem e encaminhei. O GSI já tinha conhecimento. O risco de atentado contra mim ou contra qualquer líder mundial vai sempre existir”, afirmou o chefe de Estado aos jornalistas esta manhã.

De acordo com a revista, há seis meses que a Polícia Federal procura, ainda sem sucesso, os integrantes do grupo Sociedade Secreta Silvestre (SSS), que se apelida de “ecoterrorista” e que já levou a cabo pelo menos três atentados à bomba em Brasília.

Nas duas últimas semanas, a revista brasileira entrevistou um dos líderes deste grupo, que se apresenta como o “braço brasileiro” dos Individualistas que Tendem ao Selvagem (ITS), uma organização internacional que é investigada por promover ataques a políticos e empresários de vários países.

O líder do grupo, que se identifica como ‘Anhangá’, garantiu à publicação que o plano para matar Bolsonaro é real e que começou a ser planeado desde o momento em que o Presidente foi eleito.

“Anhangá” contou ainda que o plano para assassinar Bolsonaro era para ter acontecido no dia da cerimónia de posse, mas o forte esquema de segurança montado pela polícia e pelo exército acabou por fazer com que o grupo adiasse essa ideia.

Dias antes dessa cerimónia, o SSS colocou uma bomba em frente a uma igreja católica a cerca de 50 quilómetros de distância do Palácio do Planalto. O artefacto não explodiu devido a uma falha no detonador mas, no mesmo dia, o grupo reivindicou o ataque na Internet e anunciou que o próximo alvo seria o Presidente eleito, o que levou as autoridades a sugerir o cancelamento do desfile em carro aberto.

Em abril, dois carros do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foram incendiados em Brasília. No local, estavam pintadas na parede ameaças de morte ao ministro do Ambiente Ricardo Salles. O grupo assumiu novamente a responsabilidade deste incidente.

Segundo ‘Anhangá’, Bolsonaro é um “estúpido populista” e a sua administração “tem declarado guerra ao meio ambiente”. O terrorista diz ainda que o chefe de Estado não tem “uma proteção adequada”, o que facilita um eventual atentado.

O ITS foi fundado, em 2011, no México e, para além do Brasil, afirma ter representantes na Argentina, no Chile, em Espanha e na Grécia. Os extremistas afirmam ser contra tudo o que leva à destruição do meio ambiente e defendem o uso de medidas extremas e atos violentos contra os inimigos da Natureza.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Como brasileiro, posso garantir que esse grupo terrorista não existe. O presidente louco quer atribuir o atentado de um doente mental (diagnosticado pelos médicos) ao PT. Não conseguirá seu intento.

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …

"Árvores dinossauro". Bombeiros australianos conseguiram salvar floresta pré-histórica

Os bombeiros australianos conseguiram salvar dos incêndios uma floresta com árvores pré-históricas localizada no sudeste do país, anunciou o Governo. Em causa estão árvores da espécie Wollemia nobilis, vulgarmente conhecidas como Pinheiro de Wollemi, que se …