Grindr partilhou informação dos utilizadores sobre VIH

Banitsa / Flickr

A aplicação de encontros para homossexuais Grindr defendeu-se depois de protestos devido à partilha de dados dos seus utilizadores com duas empresas externas.

Entre outras coisas, na segunda-feira os utilizadores da aplicação de encontros para homossexuais Grindr ficaram a saber que a plataforma tinha providenciado informação sobre o estado do VIH dos seus utilizadores, incluindo a data do último teste, revela a BBC.

Desde 2009, data em que nasceu, a Grindr tem lutado publicamente pela promoção de relações homossexuais saudáveis, promovendo campanhas de prevenção contra o VIH e outras doenças sexualmente transmissíveis.

A Grindr, que conta com 3,6 milhões de utilizadores em todo o mundo, defendeu-se das acusações argumentando que os dados terão sido partilhados em linha com práticas industriais padrão, e que a aplicação tinha sido injustamente acusada. Além disso, acrescentou a Grindr, a informação não terá sido partilhado com empresas publicitárias.

As companhias que receberam a informação – a Apptimize e a Localytics – são pagas para monitorizar a forma como os utilizadores interagem com o software de forma a perceber o que pode ser melhorado.

A informação mais sensível terá sido encriptada, revelou a Grindr, apesar de um grupo de campanha da Noruega ter dito que a partilha de outros dados não encriptados pode incorrer numa potencial invasão de privacidade.

“O VIH está ligado a todas as outras informações. É esse o principal problema”, disse Antoine Pultier da Fundação para Pesquisa Científica e Industrial (SINTEF) em entrevista ao BuzzFeed e autor da denúncia. “A isto eu chamo incompetência de alguns criadores que enviam tudo, incluindo informação sobre o VIH”.

No entanto, o chefe do Departamento de Segurança da Grindr, Bryce Case, disse ser comum a partilha de dados dos utilizadores com terceiros, tendo em vista o objetivo de melhorar a aplicação. “Entendo que o ciclo noticioso de momento esteja muito focado nestes assuntos”, afirmou. “Mas o que está a acontecer com a Grindr é injusto”.

De momento, a Grindr já terá parado a partilha de informações sensíveis sobre os seus utilizadores com a Apptimize e está em processo de encerrar a partilha com a Localytics.

Aos utilizadores da Grindr é dada a opção de partilhar o status de VIH no seu perfil, assim como o último teste realizado – uma opção apoiada, segundo a empresa, por grupos LGBT e organizações internacionais de saúde.

A informação é disponibilizada para potenciais pretendentes na aplicação e pode também servir para ativar outros recursos, como lembretes para a data do próximo teste e locais onde o poderão realizar.

“Cabe a cada utilizador determinar o que partilhar sobre si no perfil”, disse a Grindr num comunicado. E acrescentou: “A Grindr nunca, jamais, vendeu ou venderá informações de utilizadores pessoalmente identificáveis – especialmente informações sobre o status de VIH ou a data do último teste – para terceiros ou anunciantes”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Dois turistas foram apanhados a nadar nus em Veneza. Vão pagar 3 mil euros cada um

Os homens checos estavam em Itália para apoiar a sua equipa de futebol - o Slavia de Praga que jogou contra o Inter em Milão -. Os dois visitantes, em Veneza, decidiram dar um mergulho. Um …

Voar sobre as águas do Sena. Paris testa "bolha do mar", um barco-táxi amigo do ambiente

Paris está a testar um novo meio de transporte mais amigo do ambiente: um barco-táxi ecológico que desliza nas águas do rio Sena. Esta semana, o sea bubble (bolha do mar) está em testes no rio …

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …

System of a Down confirmados no festival VOA, no Estádio Nacional

Os System of a Down são a primeira grande confirmação do VOA - Heavy Rock Festival, que em 2020 se realiza a 2 e 3 de julho no Estádio Nacional. De acordo com a Blitz, este …

PSV 3-2 Sporting | “Leão” vendeu cara uma derrota injusta

O Sporting iniciou a sua participação na fase de grupos da Liga Europa com uma derrota amarga na Holanda, na visita ao PSV, por 3-2. Seis minutos fatais na primeira parte deixaram os “leões” em desvantagem …

Políticos da Coreia do Sul estão a rapar o cabelo (e já se sabe porquê)

Políticos da oposição na Coreia do Sul estão a rapar o cabelo em protesto contra a nomeação de um ministro da Justiça cuja família está a ser investigada por suspeita de irregularidade. O vice-presidente do parlamento, …

Paris acordou repleto de cartazes que denunciam violência contra as mulheres

Um dos bairros de Paris acordou com cartazes, escritos em português, numa ação de rua contra a violência sobre as mulheres, uma iniciativa do movimento "Collages Feminicides", que tem feito este tipo de ações ilegais …

Ana Julia Quezada declarada culpada no caso da morte de Gabriel

Um júri popular considerou esta quinta-feira por unanimidade que Ana Julia Quezada é culpada de assassinar, com maldade (que segundo o código pena espanhol serve de agravante penal), Gabriel, o filho de oito anos do …

Burger King vai deixar de oferecer brinquedos de plástico nas refeições infantis

A cadeia de hambúrgueres Burger King no Reino Unido vai deixar completamente de usar plástico não biodegradável nos brinquedos que acompanham as refeições infantis. A decisão segue-se a uma petição pública lançada no site Change.org por …

Presidente veta “barrigas de aluguer”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vetou esta quinta-feira a alteração à lei relativa à procriação medicamente assistida, em consequência de o Tribunal Constitucional (TC) ter declarado inconstitucional duas normas do diploma. “Na sequência …