Greve de enfermeiros: Hospital Santo António diz que serviços mínimos não foram cumpridos

O diretor clínico de uma das unidades onde está a decorrer a paralisação nos blocos operatórios disse esta terça-feira que os enfermeiros não cumpriram os serviços mínimos decretados para a paralisação e que foram operados apenas cinco dos 26 doentes considerados “prioritários”.

O diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário do Porto (Santo António), José Barros, disse esta terça-feira à Lusa que os enfermeiros não cumpriram os serviços mínimos decretados para a greve, tendo sido operados apenas cinco dos 26 doentes considerados como “prioritários”.

Em declarações à Lusa, José Barros adiantou que para esta terça-feira estavam agendados 30 doentes em 12 salas operatórias para cirurgia convencional e, desses, o hospital considerou que 26 cumpriam os atuais critérios de “serviços mínimos” (muito prioritários, prioritários, oncológicos ou TMRG [tempos máximos de resposta garantidos] expirados ou a expirar durante a greve).

Das 12 salas funcionaram apenas duas e foram operados cinco doentes, todos oncológicos, um de neurocirurgia e quatro de urologia, revelou o responsável. José Barros acrescentou que quatro doentes, igualmente oncológicos e que são tidos como prioritários ou muito prioritários, não foram sujeitos a cirurgia.

A operação de um doente com ileostomia por colectomia total (colite ulcerosa) e hipocoagulado foi adiada já pela segunda vez devido à greve dos enfermeiros, contou.

Posto isto, o diretor clínico considerou que os serviços mínimos “não foram cumpridos”, acrescentando que comunicou aos sindicatos na segunda-feira à noite que 26 dos 30 doentes agendados para cirurgia cumpriam os seus critérios. “Temos mandado a lista para os sindicatos, mas nunca nos responderam”, frisou.

O diretor clínico explicou ainda que alguns destes doentes, nomeadamente aqueles com doença oncológica, foram remarcados para esta quarta-feira, mas assumiu desconhecer se a cirurgia se vai ou não realizar. “Já comunicamos estes dados ao Ministério da Saúde, estamos agora à espera de instruções e de que agilize os serviços mínimos”, referiu.

Relativamente ao Centro Materno-Infantil do Norte, e segundo os dados obtidos pelo centro hospitalar universitário, estavam agendadas 14 cirurgias para esta terça-feira, tendo sido realizadas metade delas, nomeadamente três crianças e quatro mulheres com doença oncológica.

A greve dos enfermeiros decorre desde quinta-feira e estende-se até fim de fevereiro em blocos operatórios de sete hospitais públicos, sendo que a partir de sexta-feira passa a abranger mais três hospitais num total de dez.

O secretário de Estado Adjunto da Saúde suspendeu relações institucionais com a Ordem dos Enfermeiros na sequência de posições e declarações da bastonária sobre a greve em blocos operatórios, segundo uma nota enviada à Lusa pelo gabinete de Francisco Ramos.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. … assim se mostra como abusar de um direito, usando-o como arma potencialmente letal.
    Ou como passar de heróis a criminosos.
    Nem a Constituição previu algo tão baixo e reles.
    Esta profissão como qualquer outra é uma opção, se não gostam optem por outra, porque não têm dignidade nem profissionalismo quando se comprometem a proteger a vida humana e depois agem desta forma.
    Os direitos que têm actualmente são melhores que os que acharam suficientes quando começaram a laborar, mas basta que outros sejam mais beneficiados que de repente tudo aquilo que até agora era suficiente imediatamente deixa de o ser e ficam com o “direito” de ameaçar a vida de pessoas doentes e inocentes para o obter.
    O mesmo se estende a outros pseudo-profissionais que usam a greve como forma de reivindicar salários melhores à custo do prejuízo gratuíto de cidadãos inocentes, não dos que decidem, mas dos cidadãos que precisamente lhes pagam esses mesmos salários sem qualquer poder de decisão.
    As greves transformaram-se, e se antes eram algo que a classe trabalhadora se devia e podia orgulhar hoje são um abuso da democracia e da liberdade, sem qualquer honra basta que haja quem subsidie os grevistas invejosos sem carácter (a saúde privada nunca facturou tanto como agora…) e prolongam-se indefinidamente sem qualquer ética nem respeito.
    Ganhem vergonha!
    Os enfermeiros eram nobres agora são LIXO.

RESPONDER

Governo compromete-se a concluir processo de regularização dos precários

O Governo comprometeu-se com a conclusão, no início da legislatura, do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), mas sem avançar uma data concreta. O debate temático sobre o PREVPAP, que decorreu …

Camboja acaba com passeios turísticos de elefante em Angkor

Os passeios de elefante, que são umas das principais atrações turísticas pelas áreas dos templos de Angkor, no Camboja, deixarão de o ser em 2020. Em 2016, uma elefante fêmea morreu por insuficiência cardíaca depois de …

MPLA afasta "Tchizé" dos Santos do comité central e suspende-a por dois anos

O Bureau Político do MPLA aprovou, esta quinta-feira, o afastamento de Welwitschia 'Tchizé' dos Santos de membro do comité central do partido no poder em Angola e a suspensão por dois anos da condição de …

Coldplay adiam divulgação de álbum. Querem uma digressão mais "respeitadora do ambiente"

O líder dos Coldplay anunciou na quinta-feira que o grupo musical britânico adiou a digressão de apresentação do seu novo álbum, que é publicado esta sexta-feira, para ser o mais limpa possível e ter um …

Vila Galé já estuda novo resort na região do Brasil onde abandonou projeto

O Vila Galé vai mesmo avançar com uma nova unidade hoteleira na mesma região do Brasil onde decidiu abandonar o projeto que tinha, depois das críticas de que ia investir em potencial zona de reserva …

França ultrapassa Alemanha. É o pais europeu com mais pedidos de asilo

França tornou-se no país europeu com mais pedidos de asilo, pela primeira vez desde o início da crise migratória em 2015, afirmou esta quinta-feira em Paris o ministro do Interior. “A França tornou-se desde 20 de …

Procurador-geral admite que suicídio de Epstein foi resultado de vários erros

O procurador-geral dos EUA disse, esta sexta-feira, que a morte de Jeffrey Epstein, que se suicidou atrás das grades, foi o resultado de "uma tempestade perfeita de asneiras". Em entrevista à Associated Press, William Barr confessou …

Vegano processa Burger King nos EUA por "contaminação" de hambúrguer

Um cliente vegano interpôs uma ação judicial contra o Burger King nos Estados Unidos, acusando a cadeira de restaurantes de fast-food de lhe ter servido um hambúrguer cozinhado na mesma grelha utilizada para preparar carne. De …

Dono do carro onde seguia Angélico condenado a dois anos de pena suspensa

O dono de um stand da Póvoa de Varzim e a sua ex-mulher foram, esta sexta-feira, condenados a dois anos de prisão, com pena suspensa. Em causa está a falsificação do contrato de compra e venda …

Mais de 500 mulheres assassinadas em Portugal nos últimos 15 anos

Mais de 500 mulheres foram assassinadas nos últimos 15 anos em contexto de relações de intimidade em Portugal, e só neste ano já morreram 28, algumas baleadas, outras estranguladas ou espancadas, a maioria vítima de …